terça-feira, 22 de novembro de 2005

Cientistas querem "levantar" Veneza

Especialistas da Universidade de Pádua, na Itália, apresentaram uma solução dramática para salvar Veneza da ameaça de ser invadida pelas águas.

Em vez de lutar para manter o mar fora da cidade, os cientistas querem usá-lo para ajudar a elevar a cidade que está afundando.

O esquema envolve bombear grandes quantidades de água do mar para dentro do terreno embaixo de Veneza, usando 12 canos, cada um com 700 metros de comprimento.

Segundo os especialistas, a água do mar faria expandir a areia embaixo da cidade, levantando Veneza em 30 cm, em dez anos.

A cidade do norte da Itália está afundando lentamente, o nível do Mar Adriático está subindo e a maré alta está cada vez mais alta. O governo italiano está gastando 4,5 bilhões de euros (R$ 10,4 bilhões) em um projeto controverso que envolve construir comportas na entrada da lagoa onde fica a cidade para tentar conter o avanço do mar.

O plano dessa equipe de engenheiros e geólogos da respeitada Universidade de Pádua custaria apenas uma fração disso, 100 milhões de euros (R$ 260 milhões).

O projeto prevê que, por meio desse método, Veneza poderá ser levantada para o mesmo nível que estava há três séculos. A equipe diz que a proposta não é uma alternativa às comportas, e poderia funcionar em sincronia com elas.

Mas há dúvidas sobre o projeto. Especialistas que ajudaram a estabilizar a Torre de Pisa, por exemplo, descrevem a proposta como "pura ficção científica" e alertam para a possibilidade de danos à cidade.

O prefeito de Veneza, Massimo Cacciari, disse estar interessado. Ele diz que é hora de ver como levantar a cidade e está convencido de que a tecnologia para isso já existe.

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.