quarta-feira, 30 de novembro de 2005

38º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

"Eu me lembro" do baiano Edgard Navarro é o grande vencedor do festival

O cineasta baiano Edgard Navarro, diretor de "Eu me Lembro", saiu consagrado na premiação do 38o. Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, na noite de terça-feira, após receber sete troféus Candango - melhor filme, direção, atriz (Arly Arnaud), ator coadjuvante (Fernando Neves), atriz coadjuvante (Walderez Freitas), roteiro e prêmio da crítica.

Dirigindo seu primeiro longa aos 56 anos - apesar de ser um premiado curta e média-metragista há 30 anos -, Navarro estava emocionado quando recebeu seu penúltimo troféu, o de roteiro. "Vocês querem me matar? Nós somos muito pobres", disse. Em seguida, tropeçou ao descer do palco do Teatro Nacional Cláudio Santoro, onde se realizou a premiação.

Pouco depois, veio receber com toda a equipe o último e principal prêmio, o de melhor filme, com uma premiação de 80 mil reais.

"Viva o cinema brasileiro, que pode ter tantos filmes bons num só festival. Estou em estado de graça. Está nascendo o novo cinema brasileiro", afirmou.

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.