terça-feira, 30 de dezembro de 2008

FELIZ 2009



Mais um ano está chegando ao fim, e na beleza das noites iluminadas, os sonhos de muitos corações se preparam para a viagem à procura de suas realizações, que ocorrerá durante todo o ano vindouro.
A mesma ocorreu no ano que por hora se finda.
Sonhos saíram, alguns já voltaram sorrindo e outros, de mãos vazias, aguardam a chegada do novo ano, para seguir numa nova busca.
A realização para os sonhos de alguns, quase sempre, se perde na metade do caminho, mas, se Deus quiser, ainda terão muitos outros anos para encontrá-la.
Sabemos disso porque enquanto o ser humano tiver Ele do lado, fôlego de vida, família e amigos, estará no caminho certo e seus sonhos jamais deixarão de existir.
Desejo do fundo do meu coração que, cada vez que seus sonhos seguirem viagem, eles sempre voltem para sua vida transbordando de realizações.
Que o natal seja um passaporte para que seus sonhos embarquem na “Viagem das Realizações” do ano novo e que não voltem sem a conquista dos objetivos que motivaram a mesma.
E quando a meia-noite trouxer o Novo Ano para o mundo e os fogos de artifício anunciarem a sua chegada, nossos sonhos sairão por aí...
Que Deus tome a frente e que nas noites sem luar, as estrelas brilhem mais forte, iluminando o longo caminho.
Que no próximo ano possamos ainda ser amigos e esperarmos juntos a chegada dos nossos sonhos que partiram, comemorando com imensas taças de amizade verdadeira a vinda e a realização de cada um.

(autor desconhecido)


FELIZ 2009




domingo, 21 de dezembro de 2008

Feliz Natal! Feliz 2009!

Volto em 2009, mas falta pouco, só mais uns dias e estaremos num ano novo, uma crise financeira mundial nos aguarda, mas não é só disso que vivemos. Vivemos de sentimentos, do espírito da fraternidade, vivemos da harmonia e paz interiores e espero que para nós todos, 2009 seja muito melhor do que o ano que vai embora.
Que os laços de amizade se solidifiquem mais e mais e que eu consiga corresponder a amizade que amigas e amigos queridos têm por mim.
Desejo a todos que passem por aqui um Feliz NATAL e que se estenda a suas famílias, um maravilhoso ano em 2009.
Os beijos e desejos especiais vão para pessoas que gosto, umas mais próximas do que outras, mas todas especiais:



Ana Maria - Pedras no Sapato
Juliana - Portfólio da Juliana Reis
Luís - Casario do Ginjal
Maria - O Cheiro da Ilha
Salvo - Salvo Conduto
O'Sanji - Planoalto 2



Me permitam uma homenagem ao meu papy, que adorava Nat King Cole e essa música de Natal.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Porque hoje é sexta-feira

Nem todo mundo gosta, mas... essa música... pra mim, é demais nessa voz maravilhosa.




fonte:YouTube


Todos os comboios te trazem até mim,
pequena luz do meu desassossego,
num sussurro de promessa inconfessada,
num desafio de pergunta sufocante.
Vais e voltas, audaz e indefesa,
na migração branda de todos os afectos
e é instinto que me dá do teu nome
o timbre e o tom das revelações que embriagam.
Nunca a distância pôs tão perto
a mão que treme e a tentação do lume.
Vais e voltas e sem que o saibas
é por mim que vens e é por ti que parto,
que o sentimento que sustenta estes dias
é volátil e breve como um pássaro de névoa,
como uma serpente de jade, como um fumo
de ópio num encontro contra o tempo,
contra a pressa com que o tempo se disfarça e aniquila.
Vais e voltas e é de mim que te apartas
nesse fogo de quereres estar não estando,
nessa inquietude de seres gare e cais
quando tudo em ti pede que sejas apenas casa e corpo.
E como eu te imito, te repito e sigo
nesse assombro de acordarmos em nós
o sobressalto da lava que faz do enlace
uma extrema e indefinível comoção.



José Jorge Letria
foto: Christian Coigny

terça-feira, 16 de dezembro de 2008



hoje, acordei
menina

mulher
me cobri com uma pele de tigre
esperando-te numa toca
entre nuvens de algodão
o corpo acomodado
num colchão de mar
onde desagua o teu rio
distante

tocas-me
com as tuas palavras
com os teus sussurros

toco-te
com as minhas palavras
os meus gritos


e os dedos entrelaçados em nós
de redes invisíveis
crispam-se em volta da lua
que tem a forma do teu coração



O'Sanji in Planoalto2
foto: Tommy Edwards

Poesia e Música



... Penso em ti com tamanha ternura
como se fosses de vidro ou película de loiça
que apenas com o pensar te pudesses partir.


António Gedeão
desconstruído por O'Sanji em Planoalto 2
Sarah McLachlan

Bicho não é gente, mas tem direitos

Banho quente de macacos da neve vira atração turística no Japão


A pequena cidade de Yamanouchi, na província de Nagano, no Japão, virou atração turística por abrigar águas termais que atraem os chamados "macacos da neve".

A temperatura próxima de zero grau Celsius na região faz com que os animais tomem banho em bandos nas águas quentes do parque Jigokudani.

Para chegar até o local, os turistas precisam de um carro equipado, próprio para a neve. O que mais atrai os turistas que visitam a região é a quantidade de macacos - cerca de 200 - e também a expressão de relaxamento destes quando se banham na água quente.

O "spa" em Jogokudani é exclusivo destes "macacos da neve", como são chamados pelos japoneses. A cidade de Yamanouchi, na região central do país, sempre foi conhecida pelas águas termais e estações de esqui. No entanto, desde as Olimpíadas de Inverno de Nagano, em 1998, os macacos também viraram atração turística de inverno obrigatória na região.

A temporada para ver de perto estes mamíferos nas águas termais começa no próximo dia 23 de dezembro e vai até 22 de março. Cada viagem comporta apenas nove turistas e a fila de espera é grande. O "spa" dos macacos atrai cerca de 100 mil turistas todos os anos.


fonte:BBC Brasil

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Começando a semana de forma diferente


Tatuagem


Quero ficar no teu corpo
Feito tatuagem
Que é prá te dar coragem
Prá seguir viagem
Quando a noite vem...

E também prá me perpetuar
Em tua escrava
Que você pega, esfrega
Nega, mas não lava...

Quero brincar no teu corpo
Feito bailarina
Que logo se alucina
Salta e te ilumina
Quando a noite vem...

E nos músculos exaustos
Do teu braço
Repousar frouxa, murcha
Farta, morta de cansaço...

Quero pesar feito cruz
Nas tuas costas
Que te retalha em postas
Mas no fundo gostas
Quando a noite vem...

Quero ser a cicatriz
Risonha e corrosiva
Marcada a frio
Ferro e fogo
Em carne viva...

Corações de mãe, arpões
Sereias e serpentes
Que te rabiscam
O corpo todo
Mas não sentes...

. . .


A mente é uma caixinha de surpresas... ficamos meses sem falar com uma pessoa, sem pensar nessa pessoa e de repente sonhamos com ela e todas as lembranças vem à tona... mas são apenas lembranças... o jeito é desejar Bom Natal... ele de certeza, de vez em quando passa por aqui.



fonte:Chico Buarque

domingo, 14 de dezembro de 2008

Sapatada no Bush

Hoje não é dia de post, mas corri dali aqui assim que vi na TV. Impagável!




fonte:YouTube

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Don't worry...Be happy!!!

Hoje é sexta-feira e chove...

Meu leve bronzeado, duramente conquistado num parcos dias de sol nessa cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, não durará muito com mais dias sem sol. Amanhã é sábado e terei o dia livre para ir à praia, mas se chover, nem praia, nem um singelo passeio pela Lagoa será possível.

Mas tudo bem, sem stress: Don't worry!!! Be happy!!!




fonte:YouTube e euzinha

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Madagascar 2

Madagascar 2: A Grande Escapada


A volta de Marty, Alex, Melman e Glória às telas começa cheia de emoção em "Madagascar 2: A Grande Escapada", animação que estréia em 12 de dezembro no Brasil. Para voltar ao zôo de Nova York, de onde vieram, eles aceitam uma proposta arriscada: pegar um avião dirigido pelos excêntricos pingüins.



O resultado não poderia ser previsível. Ao invés de chegar no destino, eles saem da ilha de Madagascar e vão parar num safári africano, onde os bichos vivem soltos numa paisagem verde e com lagos.


n.r. melhor que "Madagascar", só a "Era do Gelo".


fonte:UOL

Esse povo é doido



Parque de diversões coloca roupa de papai noel em pingüins na Coréia do Sul .


fonte:UOL

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Música

Hoje essa música não sai da minha cabeça.




fonte:YouTube

"Che", mais uma vez, "Che"

HQ lançado após a morte de Che Guevara chega agora ao Brasil


Quatro décadas após sua morte, a vida de Ernesto Che Guevara (1928-1967) continua provocando discussões e originando obras de arte. Um exemplo atual é o filme "Che", dirigido por Steven Soderbergh, com mais de quatro horas de duração e exibido neste ano na Mostra de Cinema de São Paulo. A estréia nacional está programada para o início de 2009.

Mas há outro exemplo, mais antigo, lançado apenas três meses após a morte de Che e que finalmente chega ao Brasil: "Che - Os Últimos Dias de um Herói", história em quadrinhos escrita pelo argentino Hector Oesterheld e desenhada a quatro mãos pelo uruguaio Alberto Breccia e por seu filho, Enrique. O lançamento está previsto para a próxima sexta.

"Che", a história em quadrinhos, também teve "vida" conturbada. Poucos meses após o lançamento, a editora que a publicara foi invadida e os exemplares do livro, recolhidos. Em 1969, as páginas originais foram destruídas pela inteligência do Exército argentino, lembra Enrique Breccia, o único dos três autores ainda vivo.

A perseguição intensificou-se em 1973, quando o livro foi proibido pela ditadura. Em 1977, Oesterheld, então com 58 anos, suas quatro filhas (uma delas grávida) e dois de seus genros desapareceram, vítimas do regime militar.

Hoje, aos 63 anos de vida e 45 de militante peronista, como gosta de ressaltar, Enrique Breccia, que é argentino, explica por que houve tal perseguição: "Guevara simbolizava a luta armada como método de ação política, e na Argentina daqueles anos já estavam se formando grupos que escolheram o mesmo método que se consolidaria (tragicamente para os interesses da Argentina e de seu povo) nos anos 70", diz, em entrevista por e-mail.

Originalmente chamada "Vida del Che", a HQ não tem, segundo Breccia, relação alguma com a mistificação em torno do revolucionário -algo, aliás, que ele critica. "Os norte-americanos banalizaram sua obra e memória incorporando-o massivamente ao consumismo, em pôsteres e camisetas", diz.

Para ele, a mistificação em torno de Che deve ser compreendida "no contexto da Guerra Fria". "Fidel Castro havia decidido alinhar Cuba à política externa da União Soviética, e Che não estava de acordo, o que o levou a renunciar a seus cargos políticos e abandonar a ilha", diz. "A luta pela hegemonia do mundo naqueles dias era entre dois imperialismos: ianque e russo. Sobre Che, pode-se dizer que o imperialismo soviético o entregou, e o norte-americano o executou."

Pai e filho

Apesar de ter atuado ao lado de seu pai nesta obra, não houve uma parceria tão próxima entre Enrique e Alberto quanto se poderia supor.

"Oesterheld escreveu dois roteiros separados, um para mim e outro para meu pai. Nenhum de nós leu o roteiro do outro até termos terminado o livro. Na realidade, nos vimos apenas uma ou duas vezes no decorrer do trabalho", lembra o Breccia filho.

O roteirista não explicou a Enrique por que dois roteiros distintos. "Acho que ele agiu assim para diferenciar completamente as duas partes da história, sem que por isso perdessem a unidade", diz. "Além disso, meu pai e eu não trabalhamos juntos porque nossas visões gráficas eram quase opostas --e Hector sabia disso."

Filho de um renomado quadrinista e irmão de duas artistas ligadas aos quadrinhos, Enrique relembra com elogios o roteirista Oesterheld e, principalmente, Che Guevara.

"O roteiro de Hector segue insuperável", diz. "E do ponto de vista político, ainda que não concorde com sua ideologia (sou militante peronista), guardo de Che o exemplo de um homem que escolheu sacrificar-se antes de trair a si mesmo e as suas crenças."


fonte:Folha Online

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Cientistas britânicos desenvolvem 'osso injetável'

Cientistas da Universidade de Nottingham, na Grã-Bretanha, desenvolveram um material que pode ser injetado em ossos fraturados para ajudar em sua recuperação.

A substância tem a textura de um creme dental e forma uma espécie de "molde" biodegradável, ao redor do qual o tecido ósseo cresce e se recompõe.

Segundo os pesquisadores, a nova técnica poderia substituir os dolorosos enxertos ósseos em muitos casos.

Eles agora devem iniciar os primeiros testes com pacientes na Grã-Bretanha, com esperança de começar a usar o material regularmente nos Estados Unidos dentro dos próximos 18 meses.

Sem cirurgia

De acordo com os cientistas, a vantagem da nova técnica em relação aos preenchimentos tradicionais está no processo de enrijecimento.

O preenchimento convencional esquenta enquanto endurece, destruindo as células próximas, o que impede o seu uso em algumas partes do corpo.

Já o polímero desenvolvido na Grã-Bretanha começa a endurecer apenas quando entra em contato com a temperatura do corpo.

Além disso, o próprio processo de inserção é mais fácil, pois não necessita uma incisão cirúrgica, segundo o chefe da pesquisa, Kevin Shakesheff.

Os enxertos tradicionais utilizam pedaços de ossos retirados de outra parte do corpo para preencher as fraturas.

"Hoje em dia, além de sofrerem uma cirurgia, os pacientes ficam com uma parte do corpo relativamente danificada. Nosso método evitaria isso", explicou Shakesheff.

"Acreditamos que podemos apenas inserir uma agulha, levá-la ao ponto certo e injetar o polímero, que então vai preencher a área fraturada e endurecer em poucos minutos. Como ele não esquenta, as células ósseas ao redor sobrevivem e conseguem recompor o tecido."

Futuro

O cientista reconhece, no entanto, que o material tem limitações, como a maneira como "cola" ao osso.

Segundo ele, uma fratura grave na perna, por exemplo, ainda necessitaria de pinos para evitar um colapso quando o paciente tentar andar.

Mas Shakesheff lembra que o fato de o polímero não esquentar possibilita que no futuro ele seja usado em outros tipos de processos reparatórios em várias partes do corpo, inclusive o coração.

O novo material rendeu à equipe de Nottingham o prêmio Medical Futures, que honra as invenções médicas mais importantes do ano.


fonte:BBC Brasil

Já andava saudosa desses estudos

Metade das mulheres adultas joga videogames nos EUA, diz estudo


Metade das mulheres adultas nos Estados Unidos jogam videogame de algum tipo, em computador, console, online, telefone celular ou outro aparelho portátil, segundo pesquisa da organização Pew Internet & American Life.

A pesquisa indicou que 55% dos homens americanos adultos jogam videogames, uma prática comum entre 53% de todos os maiores de 18 anos no país. O estudo revelou ainda que 21% desse grupo – adultos - joga videogame todos os dias.

Adultos mais jovens têm uma chance "consideravelmente maior" de jogar videogames do que adultos mais velhos. Moradores de áreas urbanas dos Estados Unidos também têm mais chances de serem jogadores freqüentes (56%) do que moradores de áreas rurais (47%).

O instituto de pesquisa também constatou, em outra enquete realizada entre novembro de 2007 e fevereiro de 2008 com mais de 1,1 mil jovens, que 97% dos adolescentes do país jogam videogames.

Educação

O instituto de pesquisa americano descobriu que o nível de educação também pode determinar o perfil dos que costumam usar jogos eletrônicos.

Cerca de 57% das pessoas entrevistadas com algum tipo de educação de nível superior jogam games. A fatia dos que jogam é menor (51%) entre os que apenas completaram o ensino médio, e menor ainda (40%) entre os que não chegaram a concluir o ensino médio.

Usuários da internet também jogam mais videogame do que os que não estão online: entre os 75% de adultos que usam a internet, 64% jogam.

Apenas 20% de pessoas que não usam internet jogam videogames.

O equipamento

A pesquisa ainda afirma que os homens têm mais chances de jogar em consoles: 35% dos homens adultos afirmam que usam este tipo de aparelho eletrônico comparados com 21% das mulheres.

Homens e mulheres têm, em termos estatísticos, chances iguais de usar todos os outros equipamentos para jogar, incluindo computadores, telefones celulares e jogos portáteis.


fonte:BBC Brasil

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008



Como se te perdesse, assim te quero.
Como se não te visse (favas douradas
Sob um amarelo) assim te apreendo brusco
Inamovível, e te respiro inteiro

Um arco-íris de ar em águas profundas.

Como se tudo o mais me permitisses,
A mim me fotografo nuns portões de ferro
Ocres, altos, e eu mesma diluída e mínima
No dissoluto de toda despedida.

Como se te perdesse nos trens, nas estações
Ou contornando um círculo de águas
Removente ave, assim te somo a mim:
De redes e de anseios inundada.


Hilda Hilst
foto: Jurgen Kirchhoff

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Livro de Hitler ganha versão mangá no Japão

Dois polêmicos e famosos livros ganharam os traços do mangá no Japão. Mein Kampf (em português, Minha Luta), escrito na prisão por Adolf Hitler, chegou às livrarias japonesas em novembro. Agora, em dezembro, é a vez de O Capital, de Karl Marx.

A iniciativa foi da editora japonesa East Press, que resolveu incluir estas duas obras na sua coleção Clássicos da Literatura em Mangá.

“A idéia é oferecer ao leitor a possibilidade de ler um clássico e entender os conceitos em apenas uma hora”, explicou o editor-chefe Kosuke Maruo à BBC Brasil.

Mein Kampf é um livro polêmico, pois contém as sementes da ideologia anti-semita e nacionalista que marcou o nazismo. “A idéia não é apresentar Hitler como vilão ou herói, mas apenas mostrar quem era e o que ele pensava. Não estamos preocupados com polêmicas”, disse Maruo.

O editor lembra também que o livro, cuja publicação e venda são proibidas em alguns países, já foi editado no Japão. “Além disso, todo mundo já conhece a história inteira e como os nazistas pensavam”, reforça ele, que diz não ter recebido até agora nenhuma reclamação de leitor.

O mangá conta a história do líder nazista, desde a infância, até culminar na Segunda Guerra Mundial. Fala também do ódio que ele sentia pelos judeus. “Vendo a história de vida dele, não dá para achar que era uma pessoa totalmente ruim. Ele era apenas uma pessoa triste”, defendeu o editor-chefe.

Entre as obras conhecidas da literatura e da filosofia que viraram mangá pela East Press estão Crime e Castigo, de Dostoiévski, Fausto, de Goethe, Rei Lear, de Shakespeare, e Guerra e Paz, de Tólstoi.

No total são 27 títulos lançados até agora, sendo 13 de autores estrangeiros.

Outros dois – Os Miseráveis, de Victor Hugo, e O Desespero Humano -
Doença até a Morte
, do teólogo e filósofo dinamarquês Soren Kierkegaard – já estão no forno e devem chegar às livrarias no começo de 2009.

O campeão de vendas é Kanikousen, inspirado na obra do escritor japonês Takiji Kobayashi. Na seqüência vem Os Irmãos Karamasov, de Dostoiévski. “Os títulos da série são obras que as pessoas conhecem, mas não têm muita paciência para ler até o fim”, justificou o editor-chefe. Daí o sucesso de vendas.

Ao todo, segundo Maruo, já foram impressos 1,2 milhão de exemplares da série toda. Marx e o recém lançado mangá de Hitler chegam ao mercado com 30 mil cópias cada.

Teorias complexas

O lançamento de O Capital em mangá não poderia vir em um momento mais apropriado. Muitos no Japão culpam o capitalismo - principal alvo de crítica na obra de Marx - pela atual crise financeira global.

Entre os principais conceitos da obra de Marx levados para a história do mangá estão a exploração do trabalhador, as diferenças de classes sociais e o surgimento da moeda geradora do lucro. “Com a recessão econômica que o país enfrenta agora, esperamos uma boa saída de O Capital”, disse Maruo.

O editor-chefe garante, porém, que não foi proposital o lançamento da obra neste atual momento de crise. “Já estava nos planos da editora”, disse ele, ao lembrar que um mangá, para ficar pronto, demora até cinco meses.

Diversidade de temas

Apesar da East Press ser uma das poucas no mercado a trabalhar com clássicos da literatura mundial, o segmento de mangás no Japão já vem usando há anos os traços orientais dos desenhos para explicar diversos temas.

Relações diplomáticas com a China, degustação avançada de vinhos, epidemia da gripe aviária, parábolas da Bíblia e até a nossa capoeira já viraram mangá no país. O formato compacto, o baixo custo e a linguagem popular ajudam a transformar este tipo de publicação em sucesso de vendas.


fonte:BBC Brasil

Espero que gostem

Charice Pempengco e Andrea Bocelli cantam "The Prayer".




fonte:YouTube

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Mulheres de Papua Nova Guiné matam bebês para tentar encerrar guerra tribal

Mulheres de uma área rural de Papua Nova Guiné estariam matando seus filhos recém-nascidos do sexo masculino numa tentativa desesperada de encerrar uma guerra tribal que já dura mais de duas décadas, segundo relatos publicados pela imprensa local.

Segundo o jornal papuásio The National, duas mulheres da região fizeram a revelação durante um encontro promovido na semana passada na cidade de Goroka, capital da província que abriga as tribos em conflito, para discutir a paz e a reconciliação na região.

Segundo as mulheres, Rona Luke e Kipiyona Belas, de duas tribos em disputa, a decisão de sacrificar os bebês do sexo masculino foi tomada para forçar o fim do conflito ao reduzir a população masculina disponível para a guerra.

“Todas as mulheres concordaram em matar todos os bebês do sexo masculino porque elas já estavam fartas de ver os homens se envolvendo em conflitos tribais e deixando-as na miséria”, relatou Luke, de acordo com o National.

Ela admitiu que a morte dos bebês era um crime bárbaro, mas alegou que essa era a única maneira que as mulheres tinham para tentar acabar com o conflito.

Dificuldades

Belas, por sua vez, afirmou que as mulheres tinham dificuldades em conseguir alimentos enquanto seus maridos permaneciam envolvidos na guerra.

As mulheres não souberam dizer quantos bebês foram sacrificados até agora durante o período de conflito, iniciado em 1986 após a ocorrência de alguns assassinatos na região atribuídos a bruxaria.

O Exército da Salvação, que promoveu o encontro da semana passada em Goroka, vem reunindo líderes de 15 diferentes tribos da região para tentar negociar um fim aos conflitos.

Segundo um porta-voz da organização, o assassinato dos bebês recém-nascidos é uma demonstração da extrema frustração das mulheres com os homens envolvidos na guerra.




fonte:BBC Brasil

Universo de Jorge Amado é tema de exposição em S.Paulo



"Ilhéus" (1996), foto acima de Edu Simões que faz parte da exposição "A Bahia de Jorge Amado", do Instituto Moreira Salles (Rua Piauí, 844, 1º andar, Higienópolis, São Paulo). A mostra, gratuita, fica aberta até 18/01/2009, de terça a sexta das 13h às 19h, sábados e domingos das 13h às 18h. Tel: (11) 3825-2560.








fonte:UOL

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Enquanto uns fogem da crise, outros...

Britânico tenta viver um ano sem dinheiro


Um economista britânico começou sábado passado um experimento social para tentar passar um ano sem gastar ou ganhar dinheiro.

Mark Boley, de 29 anos, faz parte de uma espécie de movimento conhecido na Grã-Bretanha como “Freeconomist” (economista livre, em tradução literal).

Durante os próximos doze meses, ele pretende morar em um trailer emprestado em uma floresta nas proximidades da cidade de Bristol, no oeste da Inglaterra.

O trailer é equipado com um painel solar e um fogão à lenha e o banheiro será um buraco no chão.

"Quero ver como é a vida sem ganhar dinheiro na civilização ocidental", diz Boley, que diz estar cansado do "destrutivo sistema capitalista" e acredita que pode fornecer seu conhecimento para conseguir o que precisar sem receber dinheiro em troca.

Para garantir a alimentação, Boley vai depender da comida que conseguir encontrar ou plantar, além de doações.

"Tenho me preparado bastante nos últimos dois meses, mas o desafio vai ser em relação às coisas para as quais não posso planejar - um braço quebrado, exaustão ou, no pior dos casos, luto na família", disse o britânico.

Boley já tentou fazer um outro experimento, de andar até a Índia sem gastar dinheiro, mas a tentativa terminou em Calais, na França, onde não conseguiu explicar o projeto no idioma do país e teve de voltar para Bristol.

n.r.: já nem me esforço pra entender, mas torço por ele.


fonte:BBC Brasil


Há mulheres que dizem:
Meu marido, se quiser pescar, pesque,
mas que limpe os peixes.
Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,
de vez em quando os cotovelos se esbarram,
ele fala coisas como "este foi difícil"
"prateou no ar dando rabanadas"
e faz o gesto com a mão.

O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
atravessa a cozinha como um rio profundo.
Por fim, os peixes na travessa,
vamos dormir.
Coisas prateadas espocam:
somos noivo e noiva.


Adélia Prado
foto: Lilya Corneli

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Tô voltando !!!

Segunda-feira, estarei de volta... podem me aguardar.




fonte:euzinha e YouTube

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Pausa

Vou me dar um tempo.
Não vou estipular prazos.
Mas eu volto.

Beijinhos a todas e todos.


fonte:euzinha

domingo, 9 de novembro de 2008

Esse post é só para os amigos

Eu queria pedir desculpas e paciência às minhas amigas e aos meus amigos.

Eu tenho um amor imenso por esse meu espaço, mas eu sinto que anda descuidado e totalmente fora de órbita. No fim de semana, fui reler páginas antigas e só comprovei o que eu não queria admitir: que ando totalmente perdida. Eu não ando bem, não é de hoje, mas vai sempre acontecendo mais alguma coisa e vou empurrando pra debaixo do tapete fingindo que está tudo bem, mas não está.

A poesia sempre me salva porque me alimenta, mas é pouco e ultimamente me parece ser o único prazer que tenho além da música. Tenho lido menos, raciocinado menos, ido com menos frequência aos blogs que gosto e isso de uma certa forma me angustia porque eu sei que não sou assim verdadeiramente.

Já não é de hoje que digo que meu blog está diferente, mas só hoje percebi que falo, falo e tudo continua na mesma, não altero nada e vou ficando cada vez mais triste comigo mesmo por essa total incapacidade.

Por isso peço desculpas e paciência às pessoas que gosto e que gosto de ler aqui no meu Nuvens, como peço desculpas por não visitá-las na mesma frequência anterior. Há inclusive blogs novos que gostei, fui deixando pra lá e me lembro dessa minha atitude e não gosto, vou me culpando por ser tão incapaz. Além disso, do mais fundo do meu coração admito que não tenho idéia quando voltarei a ser a mesma, quero muito, mas não sei quando vou conseguir encontrar o eixo que me equilibrava.

Hoje eu finalmente percebi ou admiti, agora é esperar que o tempo me ajude a melhorar.

Obrigada. Muitos beijinhos a vocês.


fonte:euzinha


Que ânsia é esta? Que medo?
Em que me atolo. trepa por mim. me arrepia.
Que me faz tremer com este frio dentro de mim
E gelar-me as vísceras.
Que ânsia é esta? que medo?
Que me faz perder neste breu que sou eu
nestes becos de mim.
Que ânsia é esta? Que medo?
Qual poço em que caio. caio. caio.
Culpado de ser eu.
Que ânsia é esta? Que medo?
Que vertigem? Que sono inquieto?
Porque me flagelo com os próprios pensamentos?
Porque me dói pensar?
Que ânsia é esta? Que medo?
Que me faz penar agarrado a cadeias que não são as minhas.
Preso a pensamentos que não o sendo
são os meus.
Que ânsia é esta? Que medo?
Que me faz varar as noites
e ter sempre este vento nos ouvidos
e esta dor de cabeça
e esta dor
esta dor
dor
dor.
Que ânsia é esta? Que medo?
Que me faz ser eu
querendo ser outro.


David Teles Ferreira
foto: Monica Antonelli

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Cadê o tempo? Escafedeu-se

Estou sem tempo nenhum para andar por aqui. Voltarei na segunda-feira. Se arranjar uma folguinha dou um pulinho nos blogs amigos para dar uma espiadinha.

Beijinhos a todas e a todos.


fonte:euzinha

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Serenamente


Aqui serenamente
sou feliz
sem qualquer memória do passado

sem qualquer cansaço
mascarado
ou trevas que encubram
qualquer escombro

de ti tudo o que vem
é quente e súbito

da tua voz
amor
do nosso encontro único



Maria Teresa Horta

De ti


De ti sei apenas,
Os teus passos
Quando estico os meus
Para pisar em tuas pegadas.
Sei do teu corpo apenas,
As cores da aquarela
Esmaecida no meu pensamento.
Dos teus olhos, sei de mim,
Quando me vejo dentro deles.



Cris Caetano
fot: Piotr Stefers


Convite


Não sou a areia
onde se desenha um par de asas
ou grades diante de uma janela.
Não sou apenas a pedra que rola
nas marés do mundo,
em cada praia renascendo outra.
Sou a orelha encostada na concha
da vida, sou construção e desmoronamento,
servo e senhor, e sou
mistério

A quatro mãos escrevemos este roteiro
para o palco de meu tempo:
o meu destino e eu.
Nem sempre estamos afinados,
nem sempre nos levamos
a sério.


fonte:Lya Luft
foto: Saelon Renkes

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Eu gosto de...


de morangos...


de lugares que desconheço...


do pôr-do-sol...


de patos...


de praia, de sol, de mar...


de dormir...


de dançar...


de ouvir música e tomar banho em banheira...



de cachorros...


de cachoeiras...


de colo...


de beijar e de ser boba.


Cris Caetano
foto: vários

Mais freiras

Briga entre freiras na Itália vai parar no Vaticano


Um convento na Itália está prestes a ser fechado depois que uma briga envolvendo as únicas três freiras que moravam no local foi parar no Vaticano.

As relações entre as irmãs Clarissa, do Convento Santa Clara, em Bari, se deterioram a tal ponto que a madre superiora, irmã Liliana, foi parar no hospital com arranhões no rosto.

As irmãs Clarissa fazem parte da uma das ordens mais rigorosas da Igreja Católica, dedicando-se a uma vida de oração, penitência e contemplação.

No entanto, a paz que reinava no convento nos últimos anos foi quebrada depois da morte da antiga madre superiora, irmã Candida.

Segundo o jornal italiano Corriere della Sera, "teria havido uma discussão entre as três freiras sobre quem seria a sucessora de Candida" e Liliana acabou assumindo o posto.

Depois disso, o relacionamento entre Liliana e as irmãs Annamaria e Gianbattista piorou tanto que, no dia 19 de julho, as duas avançaram na madre superiora, arranhando seu rosto e jogando-a no chão.

Annamaria e Gianbattista se mudaram para um convento próximo e deixaram Liliana sozinha no convento Santa Clara.

Apesar dos esforços para reconciliar as freiras, o arcebispo Giovanni Battista Pichierri foi obrigado a pedir ajuda ao Vaticano.

Pichierri escreveu para a Santa Sé relatando que as irmãs "haviam obviamente perdido sua vocação" e pediu para fechar o convento, já que apenas a madre superiora continuava no local.

A irmã Liliana, no entanto, está disposta a continuar a briga e em uma recente carta ao papa Bento 16, avisou que só "a vontade de Deus" seria capaz de tirá-la do local onde passou os últimos 44 anos de sua vida.


fonte:BBC Brasil

Dono de restaurante na Itália diz ter sido espancado por freiras

Um padre e duas freiras, que juntas somam mais de 160 anos de idade, são acusadas de agredir violentamente o dono de um restaurante em Rutino, na região da Campânia, no sul da Itália.

Aniello Esposito, de 49 anos, afirma ter apanhado e sido chutado pelos três quando tentava regularizar o contrato de aluguel do restaurante que mantinha no interior de um local de propriedade da ordem das Discípulas de Santa Teresa do Menino Jesus.

De acordo com ele, ao chegar ao local, encontrou as irmãs e o padre, reitor do Santuário de Novi Velia, quebrando pratos e jogando mesas e cadeiras para fora do restaurante.

“Tentei acalmar os ânimos”, afirma Esposito. “Mas o sacerdote bateu em mim com uma cadeira, jogando-me no chão. Em seguida, as freiras começaram a me chutar e a dizer palavras impronunciáveis”.

Esposito foi levado ao hospital em uma ambulância depois do incidente. De acordo com informações do hospital, ele sofreu várias contusões abdominais e no pescoço.

Ocupação irregular

A versão das freiras, no entanto, é muito diferente. Segundo afirma o advogado das religiosas da ordem de Santa Teresa do Menino Jesus, o local estava sendo utilizado iregulamente por Esposito.

“Assim que ocorreu o incidente, as irmãs foram à polícia registrar queixa”, assinalou o advogado das religiosas Gaetano Di Vietri, negando que suas clientes tenham agredido Esposito.

“Com relação à possível agressão, a única coisa que posso dizer é que as duas irmãs somam juntas mais de 160 anos de idade. Não sei como esse homem acabou se machucando, mas as duas não teriam condições de machucá-lo. Sobre o resto, a Justiça vai esclarecer o que realmente aconteceu.”

De acordo com a madre superiora do convento das Discípulas de Santa Teresa do Menino Jesus, onde vivem as duas freiras, ambas com 83 anos, elas tinham começado a remover os móveis do restaurante porque o espaço, de propriedade da ordem religiosa, estava sendo ocupado ilegalmente por Esposito.

O homem, no entanto, disse que tinha alugado o local em boa fé, e que estava fornecendo notas fiscais, contrariando as freiras, que queriam tudo em dinheiro sem a devida comprovação fiscal.



fonte:BBC Brasil

Música do dia

Uma música romântica, na voz deliciosa de Adriana Calcanhoto. Não consigo resistir a essas músicas, sou uma romântica incorrigível...




fonte:YouTube

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Expressões portuguesas

Fui deletada em um comentário que fiz na net elogiando uma poesia, fiquei arrasada, péssima, destruída mesmo. Não vou dizer onde, mas asseguro que não é de nenhum amigo em comum dos que habitualmente passam por aqui e deixam pitacos nos meus posts.

Minhas queridas e queridos que andam por aqui, corrijam-me se eu estiver errada. A expressão "isso tem o que se lhe diga", significa que é algo de muito bom, não é? Exemplo: uma comidinha deliciosa acompanhada de um sorriso e do comentário "isso tem o que se lhe diga ou tem algo que se lhe diga"... significa que a comida está estupenda e saborosa, ou não? Eu sempre utilizei essa expressão, mas ser deletada me deixou confusa e sem chão. Logo eu que sou sempre cuidadosa com as palavras para não ferir suscetibilidades alheias.

Beijocas. Aguardo ansiosa a resposta de vocês.


fonte:euzinha


Se todo o ser ao vento abandonamos
E sem medo nem dó nos destruímos,
Se morremos em tudo o que sentimos
E podemos cantar, é porque estamos
Nus em sangue, embalando a própria dor
Em frente às madrugadas do amor.
Quando a manhã brilhar refloriremos
E a alma possuirá esse esplendor
Prometido nas formas que perdemos."



Sophia de Mello Breyner Andresen
foto: Geoffroy Demarquet

Quando não é pra ser...

Massa vai da euforia à frustração em segundos, mas sai de cabeça erguida



O que aconteceu ontem com Felipe Massa, comprova a minha teoria de que na vida não basta competência se não tivermos a bendita da sorte. Massa fez tudo direitinho, correu bem, ganhou e Hamilton vinha na sexta posição, o que daria ao brasileiro o campeonato, mas - e a nossa vida nesse mundo é cheia de "mas" - aos 18 segundos do final, Hamilton consegue ultrapassar o alemão Glock, chega em quinto levando o campeonato. A sorte era dele, além da competência. Para vencermos na vida é sempre assim: competência e sorte.

. . .


Ele cruzou a linha de chegada como vencedor do GP Brasil e campeão da Fórmula 1. A Ferrari já vibrava nos boxes, e Felipe Massa erguia o número 1 para a torcida que delirava na arquibancada do autódromo de Interlagos. Mas tudo mudou a poucas curvas do final. O inglês Lewis Hamilton ultrapassou o alemão Timo Glock, da Toyota, conseguiu o quinto lugar que precisava e tirou o título do brasileiro.

No pódio, Massa nem de longe lembrou a postura de 2006, quando cerrou os punhos, vibrou, bebeu champanhe e caiu nos braços dos mecânicos da equipe. O piloto de 27 anos chorava no cockpit da Ferrari, a família deixava revoltada o paddock e lamentava a perda de um título que esteve tão próximo.

Conformado, o piloto da Ferrari tratou de segurar o choro, vibrou discretamente no lugar mais alto do pódio e mostrou muito controle na entrevista coletiva para segurar a emoção. Ele optou por um discurso diplomático e reafirmando o que já havia dito durante a semana. "Foi uma sensação muito estranha. Estava muito feliz quando venci a corrida, não sabia o que fazer. Comemorei corrida, mas estava comemorando mais a vitória. Quando soube que perdi, comecei a chorar, foi uma emoção super estranha, histórica, inédita na minha carreira. Será um aprendizado e uma boa recordação para o futuro", lamentou.

"Isso é o esporte. Eu sei como ganhar e como perder, e esse foi um dia de muito aprendizado na minha vida", completou o piloto, que já havia dito durante a semana que não havia merecimento no título. "Quem somar mais pontos, tem de ser campeão. No esporte, não existe merecimento. Isso é coisa de chorão", disparou.

Para Massa, a emoção sentida em Interlagos só provou a máxima que os pilotos sempre utilizam antes das provas. "A corrida só acaba na bandeira quadriculada e hoje foi uma prova disso. Foi uma corrida especial, muitas coisas aconteceram de uma vez. A gente tinha chance de vencer o campeonato, as coisas mudaram totalmente a nosso favor no final da prova e de repente foram do lado contrário na última curva", explicou.

Na sua avaliação, o importante é aprender com o fato, procurar melhorar em 2009 e buscar a taça que escapou. "Saio orgulhoso daqui. Às vezes as coisas acontecem para a gente crescer, às vezes as coisas parecem escritas para você e outras vezes, não. Mas saio daqui feliz, nós conseguimos o campeonato de construtores e estou muito orgulhoso. Saio daqui de cabeça erguida", disse.

O piloto da Ferrari ressaltou que não há qualquer razão para lamentar, apesar de o título ter ficado tão próximo. "Saio daqui como um vitorioso, sem nenhum tipo de velório", afirmou Massa, que ainda nesta noite de domingo participará da festa de encerramento da Ferrari em uma casa noturna em São Paulo.


fonte:UOL

sábado, 1 de novembro de 2008

Espaço novo

Multiply


Eu nunca sei muito bem como é que eu começo uma nova empreitada, depois de pronto é que eu vou começar a analisar como foi o processo de criação, mas sem dúvida isso é mais uma busca de autoconhecimento. Então vou tentar raciocinar enquanto escrevo e vocês me acompanham.

Quem anda por aqui sabe o quanto eu gosto e valorizo poesias e fotografias, e de uma certa forma que eu ainda não havia me dado conta, as minhas queridas poesias escolhidas a dedo, olhos e sentimento me pareciam muito dispersas aqui no meu Nuvens. Quantas vezes eu tentava relê-las e me dava um trabalhão imenso encontrá-las - porque Deus não me presenteou com memória de elefante - mas passava um dia e mais outro e tudo ficava na mesma.

Um belo dia, belíssimo mesmo por sinal, me falaram do Multiply, e falar em site novo é igual a dizer que tem um bolo de chocolate delicioso ali na esquina, saio doidinha com vontade de provar. Olhei aquilo uma vez e outra e fiquei quieta, não tinha feito ainda nenhuma ligação na minha loira cabecinha de que podia ali organizar as minhas amadas poesias, mas foi ontem que eu tive um insight. Mas dessa luz ainda dependia um fator essencial, mesmo primordial para eu colocar em prática a minha idéia: o Layout da página e o grande problema que se avistava era a falta de pachorra além da falta de tempo para criar um novo, que me arrasa desde que mamy operou a mão.

Pois bem, mas ontem enfim aconteceu. E clica daqui e clica dali, aparece-me uma coisa meio cinza, meio negra, meio vermelha e coloco umas estrelinhas amarelas e percebo que dá um certo realce, e começo a visualizar os textos e as fotografias e começo mesmo a acreditar que possa ficar bom. E ficou.

Mas uma coisa é certa, o Nuvens continuará a ser um espaço de poesias, e quem quiser ficar namorando-as sem mêdo de as perder no futuro, como eu, sabe onde as pode encontrar. O endereço é:

http://mariacristinacaetano.multiply.com



fonte:Uma pessoa finalmente organizada e feliz

sexta-feira, 31 de outubro de 2008



Não sou uma vitória ou uma derrota,
mas me conquisto sempre cada dia,
procurando essa forma mais remota
do que em mim nos instantes se perdia.
Nem um profundo mar, nem superfície,
nem vento ou pedra: leve, na existência,
balanço entre as montanhas e a planície
com asas no sentir, preso à consciência.
Tudo o que é meu anseia uma amplidão,
de um céu inacabado a nostalgia.

É o peso desta terra em minha mão.
E enquanto espero o mundo na Poesia
enfim suprir, eu luto e mais persigo
esta idéia de mim, que não consigo.


Lupe Cotrim
foto: Geoffroy Demarquet

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Primeira mostra do designer Karim Rashid no Brasil

Nascido em Cairo, no Egito, e criado no Canadá, o designer Karim Rashid ganha a partir desta quinta (23) a primeira exposição retrospectiva de suas obras, que vão desde utensílios domésticos até instalações artísticas e projetos de arquitetura. A abertura de "Karim Rashid - Arte e Design num Mundo Global" acontece nesta quinta (23), às 20h, e a exposição fica em cartaz até 04 de janeiro de 2009.

Karim, vencedor assíduo de premiações internacionais de design industrial, é tido por críticos como o curador nova-iorquino Jeffrey Deitch como um dos criadores que melhor concilia arte, design, entretenimento e comércio. Em um texto que divulgou como "Karimanifesto", o designer afirma que sua intenção é "fazer as pessoas participarem do mundo contemporâneo" e "vê-las se livrarem da nostalgia, das tradições antiquadas, de velhos rituais, do kitsch e do sem sentido".



Na longa lista de clientes do escritório de Karim Rashid, que atualmente está envolvida em 50 projetos em 27 países, figuram grandes empresas como Prada, Sony e Giorgio Armani, além da marca brasileira de calçados femininos Melissa.

As 60 peças da exposição "Karim Rashid - Arte e Design num Mundo Global" incluem objetos, móveis e embalagens, e vieram do acervo do museu alemão Die Neue Sammlung, de Munique. A montagem da exposição foi desenhada por Karim e pelo curador Albrecht Bangert, que afirmou ter como uma de suas metas ressaltar a "dimensão espiritual" do trabalho do egípcio.



Além de palestrante em diversas universidades pelo planeta, Karim Rashid é também autor dos livros "Digipop", da editora Taschen, e "Design Yourself" (2006), da Harper Collins.



"Karim Rashid - Arte e Design num Mundo Global"
»Onde:
Instituto Tomie Ohtake
Av. Faria Lima 201, Pinheiros, São Paulo - tel. (11) 2245-1900
»Quando: de 23/10 (abertura, 20h) a 04/01/2009
terça a domingo das 11h às 20h
»Quanto: grátis


fonte:UOL

segunda-feira, 27 de outubro de 2008



Entraste devagarinho dentro de mim. E eu deixei.
Inundaste-me com a alegria de um menino. E eu sorri.
Dançámos todas as danças que havia para inventar. Estremeci
e o teu coração bateu forte, apressado.
No vai e vem das marés andámos por caminhos proibidos. E tu sabias.
Demos as mãos com a ternura do amor primeiro. O nosso.
Pintámos esse amor com o vermelho da paixão. Vivido.
Das palavras que nos dissemos só uma ficou acordada. Falo da saudade
Todas as outras adormeceram no tempo no dia na hora que não escolhemos
Vejo os teus olhos que me sorriem e tu não me vês.
Dou-te um abraço apertado que tu não sentes.
Beijo-te o corpo sem te tocar e amo-te!
Mantenho o teu cheiro, que guardo com todos os sentidos.
Vives rente ao meu coração que ainda bate descompassado, por ti.
Agora sou eu que quero sair de dentro de mim.
Estilhaçar-me em mil pedaços.
… e não consigo…


Maria in O Cheiro da Ilha
foto: Tommy Edwards

Pra começar bem a semaninha




fonte:YouTube

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Homem perfeito não existe

por Arnaldo Jabor


"Não existe homem fiel. Você já pode ter ouvido isso algumas vezes, mas afirmo com propriedade. Não é desabafo. É palavra de homem que conhece muitos homens e que conhecem, por sua vez, muitos homens. Nenhum homem é fiel, mas pode estar fiel (ou porque está apaixonado (algo que não dura muito tempo - no máximo alguns meses - nem se iluda) ou porque está cercado por todos os lados (veremos adiante que não adianta cercá-lo (isso vai se voltar contra você)..A única exceção é o crente extremamente convicto.Se você quer um homem que seja fiel, procure um crente daqueles bitolados, mas agüente as outras conseqüências.

Não desanime. O homem é capaz de te trair e de te amar ao mesmo tempo. A traição do homem é hormonal, efêmera, para satisfazer a lascívia. Não é como a da mulher. Mulher tem que admirar para trair; ter algum envolvimento. O homem só precisa de uma banda. A mulher precisa de um motivo para trair, o homem precisa de uma mulher.

Não fique desencantada com a vida por isso. A traição tem seu lado positivo. Até digo, é um mal necessário. O cara que fica cercado, sem trair, é infeliz no casamento, seu desempenho sexual diminui (isso mesmo, o desempenho com a esposa diminui), ele fica mal da cabeça. Entenda de uma vez por todas: homens e mulheres são diferentes. Se quiser alguém que pense como você, vire lésbica (várias já fizeram isso e deu certo), ou case com um gay enrustido que precisa de uma mulher para se enquadrar no modelo social. Todo ser humano busca a felicidade, a realização. E a realização nada mais é do que a sensação de prazer (isso é química, está tudo no cérebro).

....

Não tente mudar para seu homem ser fiel. Não adianta. Silicone, curso de dança sensual, se vestir de enfermeira etc... Nada disso vai adiantar. É lógico que quanto mais largada você for, menor a vontade do homem de ficar com você e maior as chances do divórcio. Se perfeição adiantasse, Julia Roberts não tinha casado três vezes. Até Gisele Bündchen foi largada por Di Caprio. Não é você que vai ser diferente (mas é bom não desanimar e sempre dar aquela malhadinha).

O segredo é dar espaço para o homem viajar nos seus desejos (na maioria das vezes, quando ele não está sufocado pela mulher, ele nem chega a trair, fica só nas paqueras, (troca de olhares). Finja que não sabe que ele dá umas pegadas por fora. Isso é o segredo para um bom casamento. Deixe ele se distrair, todos precisam de lazer.

Se você busca o homem perfeito, pode continuar vendo novela das seis. Eles não existem nesse conceito que você imagina. Os homens perfeitos de hoje são aqueles bem desenvolvidos profissionalmente, que traem esporadicamente (uma vez a cada dois meses, por exemplo), mas que respeitam a mulher, ou seja, não gastam o dinheiro da família com amantes, não constituem outra família, não traem muitas vezes, não mantêm relações várias vezes com a mesma mulher (para não criar vínculos) e, sobretudo, são muuuuuito discretos: não deixam a esposa e nem ninguém da sua relação, como amigas, familiares saberem.

Só, e somente só, um amigo ou outro dele deve saber, faz parte do prazer do homem contar vantagem sexual. Pegar e não falar para os amigos é pior do que não pegar. As traições do homem perfeito geralmente são numa escapolida numa boite, ou com uma garota de programa (usando camisinha e sem fazer sexo oral nela), ou mesmo com uma mulher casada de passagem por sua cidade. O homem perfeito nunca trai com mulheres solteiras. Elas são causadoras de problemas. Isso remete ao próximo tópico.

Esse tópico não é para as esposas, é só para as solteiras e amantes.

Esqueçam de uma vez por todas esse negócio de que homem não gosta de mulher fácil. Homem adora mulher fácil. Se 'der' de prima então, é o máximo.Todo homem sabe que não existe mulher santa. Se ela está se fazendo de difícil ele parte para outra. A oferta é muito maior do que a procura. O mercado está cheio de mulher gostosa. O que homem não gosta é de mulher que liga no dia seguinte. Isso não é ser fácil, é ser problemática (mulher problema). Ou, como se diz na gíria, é pepino puro. O fato de você não ligar para o homem e ele gostar de você não quer dizer que foi por você se fazer de difícil, mas sim por você não representar ameaça para ele.Ele vai ficar com tanta simpatia por você que você pode até conseguir fisgá-lo e roubá-lo da mulher. Ele vai começar a se envolver sem perceber. Vai começar a te procurar. Se ele não te procurar, era porque ele só queria aquilo mesmo. Parta para outro e deixe esse de stand by. Não vá se vingar, você só piora a situação e não lucra nada com isso. Não se sinta usada, você também fez uso do corpo dele – faz parte do jogo; guarde como um momento bom de sua vida.

90% dos homens não querem nada sério.Os 10% restantes estão momentaneamente cansados da vida de balada ou estão ficando com má fama por não estarem casados ou enamorados; por isso procuram casamento. Portanto, são máximas as chances do homem mentir em quase tudo que te fala no primeiro encontro (ele só quer te comer, sempre). Não seja idiota, aproveite o momento, finja que acredita que ele está apaixonado, dê logo para ele (e corra o risco de fisgá-lo) ou então nem saia com ele. Fazer doce só agrava a situação. Estamos em 2007 e não em 1957. Esqueça os conselhos da sua avó, os tempos são outros.

Para ser uma boa esposa e para ter um casamento pelo resto da vida faça o seguinte:Tente achar o homem perfeito, dê espaço para ele.Não o sufoque. Ele precisa de um tempo para sua satisfação. Seja uma boa esposa, mantenha-se bonita, malhe, tenha uma profissão (não seja dona-de-casa), seja independente e mantenha o clima legal em casa. Nada de sufocos, de 'conversar sobre a relação', de ficar mexendo no celular dele, de ficar apertando o cerco etc. Você pode até criar 'muros' para ele, mas crie muros invisíveis e não muito altos. Se ele perceber ou ficar sem saída, vai se sentir ameaçado e o casamento vai começar a ruir.

Se você está revoltada por este texto, aqui vai um conselho: vá tomar uma água e volte para ler com o espírito desarmado. Se revoltar com o que está escrito não vai resolver nada em sua vida. Acreditar que o que está aqui é mentira ou exagero pode ser uma boa técnica (iludir-se faz parte da vida, se você é dessas, boa sorte!). Mas tudo é a pura verdade. Seu marido/noivo/namorado te ama, tenha certeza, senão não estaria com você, mas trair é como um remédio; um lubrificante para o motor do carro. Isso é científico. O homem que você deve buscar para ser feliz é o homem perfeito. Diferente disso, ou é crente, ou gay ou tem algum trauma (e na maioria dos casos vão ser pobres). O que você procura pode ser impossível de achar, então, procure algo que você pode achar e seja feliz ao invés de passar a vida inteira procurando algo indefectível que você nunca vai encontrar. Espero ter ajudado em alguma coisa.


fonte:jornais

Premiação

Dardos


A indicação do "Prêmio Dardos" foi-me indicado pela Ana e pela Maria, este "se destina a reconhecer os valores que cada blogueiro mostra a cada dia, seu empenho por transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc.
Em suma demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras.
Este prémio foi criado com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.
Quem recebe o "PRÉMIO DARDOS" e o aceita, deve seguir algumas regras:
-Exibir a respectiva imagem
-Linkar o blog do qual recebeu o prémio
-Escolher 15 blogs para entregar o "PRÉMIO DARDOS".

Muito obrigada à duas amigas queridíssimas: Ana e Maria.

Mas a questão que se levanta é a relação entre a imagem representativa do prêmio e o seu nome. Eu disse no blog da Ana - Pedras No Sapato - que o nome talvez devesse ser: queima a mufa, queima a cachola ou coisa parecida, já que sai de algum lugar - presumo que ali seja uma cabeça - uma grande fumacinha. Não entendo a cara do bicho, ainda coloquei os óculos de perto e chego a conclusão que preciso voltar ao oftalmo.

Os que nomeio são os que habitualmente e diariamente andam por aqui comentando e já fazem parte desse "Nuvens".


fonte:Pedras No Sapato e O Cheiro da Ilha

terça-feira, 21 de outubro de 2008


Serenamente


Aqui serenamente
sou feliz
sem qualquer memória do passado

sem qualquer cansaço
mascarado
ou trevas que encubram
qualquer escombro

de ti tudo o que vem
é quente e súbito

da tua voz
amor
do nosso encontro único


Maria Teresa Horta
foto: Christian Coigny

Budapeste



Dois filhotes de leopardos persas de quatro semanas de idade são apresentados ao público no zoológico de Budapeste, na Hungria. Os felinos bebês nasceram no dia 29 de setembro.

Se não crescessem, eu ficava com um pra mim. Cute, cute, cute.


fonte:UOL

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Skatistas e Instituto fazem abertura de exposição em SP

Em iniciativa conjunta, o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS) e o Paço das Artes realizam simultaneamente a exposição "I/Legítimo: Dentro e Fora de Circuito", a partir de sábado (18).

"Executivos Azuis", de Tiago Judas; em uma iniciativa conjunta, o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS) e o Paço das Artes realizam simultaneamente a exposição "I/Legítimo: Dentro e Fora de Circuito", que abre ao público a partir deste sábado (18/10). A exposição está dividida em dois núcleos: "Espaço em Movimento", no MIS, e"Zona de Ação", no Paço das Artes


Com curadoria de Priscila Arantes e Fernando Oliva, a mostra questiona os mecanismos de legitimação no sistema da arte, além de suas fronteiras e intersecções com outros circuitos.

A exposição contará com diversas performances - como skatistas profissionais usando esculturas para fazer manobras e apresentação do coletivo Instituto - e terá espaço para várias formas de expressão artística como quadrinhos, tatuagem, grafite e videoclipes.

"Procuramos lugares de fronteira, que ainda não são relacionados oficialmente como dentro do mainstream da arte contemporânea", disse Fernando Oliva, Gerente de Projetos do MIS, à Folha Online.

"O objetivo não é identificar quem está dentro ou fora do 'mainstream'", explica Oliva. A curadoria apresentou a idéia da "fronteira" aos artistas na forma de uma provocação. "A exposição são as respostas dos artistas a essa provocação --você está em processo de legitimação ou não? Você faz parte do mainstream ou não?", afirma o curador, acrescentando que a exposição "não tem o poder nem o objetivo de identificar e de dizer quem está dentro e quem está fora do 'mainstream'".

Serão expostos trabalhos e ações de 42 artistas e coletivos da Austrália, Brasil, Canadá, Espanha, EUA, França, Inglaterra, Peru, Romênia e Uruguai, nos mais diversos suportes - animação, fotografia, vídeo, performance, instalação, arte digital, música, escultura, desenho e pintura.

A parte em exposição no MIS conta ainda com três curadorias convidadas, nas seções Contos Urbanos (de Marcos Mello, em co-realização com a produtora Expomus), Periferias Digitais (Ronaldo Lemos) e Hackerativismo (Fabiana Faleiros).

"A proposta é criar uma zona de discussão, instigar a reflexão sobre o que vem a ser o sistema da arte como um todo, além de questionar o papel das instituições culturais nesse contexto", afirma Oliva. "Queremos repensar os mecanismos e processos de legitimação, de incorporação e de exclusão no circuito artístico convencional e no underground, por isso trabalhamos com uma gama de proposições tão diversa."

Abertura
No Paço das Artes, a exposição começa às 11h, com a inauguração do mural coletivo "De Outros Espaços", obra que reúne seis representantes da arte de rua paulistana.

Às 14 horas, com discotecagem do DJ Ganjaman, tem início as performances do Percurso Skate. Cinco skatistas realizarão manobras em esculturas criadas pelo artista goiano Kboco para o evento. O encerramento fica por conta do coletivo musical Instituto, que se apresenta às 16h.

No MIS, a exposição começa às 18 horas com as projeções coordenadas pelo coletivo Digital Spray, da dupla brasileira Highraff e Charlie, que trabalham a fusão entre animação e pintura.

Enquanto Charlie faz uma pintura sobre parede, Highraff irá projetar e fazer colagem de imagens em tempo real, no improviso. "O que acontecerá é um embate entre a pintura e o vídeo", disse Oliva.

"A discussão que buscamos com a mostra 'I/Legítimo' interessa a ambas instituições, pois diz respeito a questões determinantes da arte e da sociedade contemporâneas", afirma a curadora Priscila Arantes, diretora-adjunta do MIS e do Paço das Artes.

"O Paço das Artes há onze anos incentiva a produção emergente nesse campo, com a realização de sua Temporada de Projetos", explica Arantes. "O MIS, por sua vez, retoma suas atividades com um olhar agudo sobre as artes e as mídias do século 21".

MIS e o Paço

No MIS, os trabalhos expostos são focados no diálogo e na crítica à cultura e à sociedade contemporânea. A participação brasileira será marcada pelas obras de Marcelo Cidade, Nicolás Robbio, Leandro Lima e Gisela Motta, Roberto Bellini, Tiago Judas, Daniel Lisboa, Fabiana Faleiros e Highraff+Charlie.

Na esfera internacional, há obras do artista peruano Gabriel Acevedo Velarde, da cantora canadense Peaches, do britânico David Blandy, da norte-americana Desireé Holman e do australiano Shawn Gladwell.

A mostra no Paço abrange as produções no campo da linguagem visual como desenho, escultura, vídeo e pintura. No Subsolo, será lançado "De Outros Espaços", mural coletivo pintado pelos artistas comissionados Ciro Schuneman, Renan, Milo, Prozak e Thiago Planta.

No Térreo, o romeno Dan Perjovschi, destaque da última Bienal de Veneza, transpõe para as paredes 250 desenhos via papel carbono, em um trabalho de crítica social e questionamento sobre os limites das instituições de arte.

A produção nacional estará representada no Paço por avaf (assume vivid astro focus), Carlos Dias, Carlos Contente, Daniel Lima, Daniel Melin, Fernando Martins e Renato Custódio, Tatá Aeroplano, Tiago Judas, Tinho, Pjota e Rodolpho Parigi.

Serviço

Paço das Artes

Abertura:
18 de outubro (sábado), às 11h. Programação: Discotecagem DJ Daniel Ganjaman: das 14h às 16h; performance "Percurso Skate", das 14h às 16h; show Instituto, das 16h às 17h30
Quando: terças a sextas, das 11h30 às 19h; sábados, domingos e feriados, das 12h30 às 17h30, até 30 de novembro.
Onde: av. da Universidade, nº 1, tel.: 0/xx/11/ 3814-4832, Cidade Universitária, São Paulo
Quanto: entrada gratuita

MIS

Abertura:
performance Digital Spray: 18 de outubro (sábado), às 19h
Quando: terças a sextas, das 12h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h, até 11 de janeiro de 2009. (Para escolas, mediante agendamento, serão oferecidas visitas na parte da manhã. Para estudantes de cursos noturnos, poderão ser agendadas visitas das 19h às 21h)
Onde: av. Europa, 158. Jardim Europa. São Paulo. Tel.: 0/xx/11/ 2117-4777
Quanto: ingresso de acesso ao espaço expositivo: R$ 4 (adulto); R$ 2 (estudantes). Ingresso grátis aos domingos (exceto para a programação de cinema de circuito) e para maiores de 65 anos


fonte:Folha Online
Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.