terça-feira, 22 de novembro de 2005

Quero tudo e mais

Não tenho que ser nada. Nem o esperado.
Menos ainda o inesperado.
Dentro sou tudo e nada.

Quero ser aquilo que não sou
ou o que não fui, querendo muito ser.
Será que eu sou exatamente o oposto de como sempre fui?
Dentro seria nada.

Acho que sou uma de muitas partes
de uma coisa inteira. E continuar a pensar em
ser e parecer e não parecer.
Dentro sou nada.

Ser e possuir algo imenso sem lembrar
quando teve início e sem sentir seu fim.
Dentro sou tudo.
Ser sempre do contra, quanto desperdício.

Deixar passar tanto tempo por perder
tempo em não ter que ser.
Agora é tudo! Quero tudo!
E sim (muito mais calma), mais isso também.

Cristina Caetano

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.