segunda-feira, 13 de março de 2006

Bienal do livro - Dicas de Lya Luft

A escritora Lya Luft, autora de contos, crônicas e romances "best-sellers" como "Perdas e Ganhos" (2003), estará na Bienal do Livro de São Paulo no sábado (dia 18). Ela participa do bate-papo "Retratos Literários", no Salão de Idéias da Bienal, e conversa com o público sobre seus livros, crônicas, e sobre a tradução da biografia de Truman Capote, do norte-americano Gerald Clarke, relançada neste ano no Brasil (Editora Globo, R$ 45).

Lya Luft tem 67 anos e 19 livros publicados, além de diversas traduções do inglês e do alemão. Desde 2004, assina coluna "Ponto de Vista", na revista "Veja". Em entrevista ao UOL, a escritora cita cinco livros disponíveis na Bienal que, segundo ela, são fundamentais para quem gosta de literatura e busca o autoconhecimento.

"Não sei se são indispensáveis, mas trata-se de uma literatura muito importante", afirma. "Indispensável mesmo são as obras completas de Freud", diz. Quem estiver decidido a começar pelo imprescindível, pode encontrar na Bienal duas versões da coleção de obras completas do pai da psicanálise. Há uma versão dos 24 volumes em capa dura (R$ 1.584) e outra em brochura (R$ 960). Ambas são da editora Imago.

As cinco obras listadas por Lya Luft são de escritores brasileiros que, assim como ela, publicaram principalmente a partir da segunda metade do século 20. Veja as sugestões da escritora:

Rubem Braga - "Recado de Primavera"
Editora Record - 176 páginas
R$ 26,90

"É um livro de crônicas muito especial", afirma. A obra trata de assuntos diversos, como a Revolução de 32, o diário de um subversivo e memórias da infância do autor.

Guimarães Rosa - "Grande Sertão: Veredas"
Nova Fronteira - 624 páginas
R$ 59

O livro, que representa uma revolução narrativa na literatura brasileira, completa 50 anos em maio e terá três edições comemorativas, que serão lançadas ao longo deste ano. Na Bienal, só será possível encontrar a edição já existente da Nova Fronteira.

Guimarães Rosa - "Tutameia (Terceiras Estórias)"
Nova Fronteira - 268 páginas
R$ 32

"Para quem tem medo de livro grande, essa é uma boa opção de entrar em contato com o Guimarães Rosa sem ler 'Grande Sertão'." O livro foi a última publicação do autor mineiro em vida, em 1967.


Eduardo Gianetti - "O Valor do Amanhã"
Companhia das Letras - 328 pág
R$ 44

"É o livro que estou lendo agora. Gianetti é um economista que fala muito bem de assuntos filosóficos", diz a autora. Esta é a obra mais recente do escritor, e procura mostrar como a lógica dos juros está presente em todos os campos da vida em sociedade, e não só em economia.

Danuza Leão - "Quase Tudo"
Companhia das Letras - 280 pág
R$ 38

"O texto da Danuza é surpreendente", diz Lya Luft. O livro, lançado em 2005, está há 13 semanas entre os mais vendidos do país.


0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.