quinta-feira, 4 de março de 2010

Assassinando a língua portuguesa



Eu sou chata com relação a isso. Porque acho que independentemente de uma pessoa não ter tido a oportunidade de estudar num bom colégio, a vida dá de graça vários meios para a pessoa melhorar no uso da sua língua materna, nem que seja através da observação do som da palavra. Mas até na leitura de uma básica revista de fofoca dá pra melhorar a escrita depois de uma certa idade.

E sendo ainda mais crítica, uma criatura (desculpe o termo, mas logo ali abaixo vão entender o porquê) que se forma e trabalha tem a obrigação de saber conjugar tempos de verbos básicos.

O verbo ESTAR, por exemplo, no Presente do Indicativo:

Eu estou
Tu estás
Ele/ela está
Nós estamos
Vóis estais
Eles/elas estão


Fácil, não é? Fácil porque essa conjugação se aprende no primário, que pode ter outro nome hoje, mas quando eu estudei recebia o nome de "primário". E eu nem me estendo com a colocação correta das vírgulas, em dizer que "mim" não conjuga verbo porque me arrisco a querer demais. Mas o mínimo PELAMORDEDEUS!

Então eu vos pergunto, ó criaturas formadas (até o segundo grau), por que vocês escrevem:

Como você estar?

Como assim? Eu responderia nesse caso: eu estour muito bem, obrigada.


Como você está?
"Você", terceira pessoa do singular, ali ao lado de "Ele" e "Ela" e na forma interrogativa porque é uma pergunta.

Quer ver como é fácil de entender? Percebam no plural:

Como vocês estão? , sendo "Vocês", a terceira pessoa do plural.

Acho inadimissível que um verbo de fácil conjugação, corriqueiro na língua portuguesa ainda apareça escrito assim numa frase vulgar do nosso dia-a-dia. É o cúmulo da burrice e do descaso com a minha, a nossa língua portuguesa.

Não consegue? Que tal usar outra frase usual: Como vai? ou o básico "Tudo bem?"
Mas por favor não assassinem uma língua tão bonita como a nossa.

E desculpem-me o desabafo, mas é tão absurdo e tão corriqueiro que me irrita.


n.e.: Me lembrei desse assassinato hoje, que li há meses, porque novamente me deparei com a mesma frase.

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.