terça-feira, 30 de março de 2010

História Estranha



Cada história era um sinal
Que o menestrel inventa
E eu era assim, meio anormal
Achava que ia ser herói
Fumando hollywood
Vendendo saúde
Navegando doido
Doido, doido, doido
E sujo de sal
Cada filme era fatal
Voava década de oitenta
Rumo ao seu final
E achava que ia ser herói
Fumando hollywood
Vendendo saúde
Navegando doido
Doido, doido, doido
E sujo de sal
Cada louco é se não fosse também aqui
Chuva de colibri eu sou um louco santo, ah!
Eu te amo e jazz
Por trás, onde trás do sol
Nosso sonho de voar
Era uma história estranha
Que eu sempre quis decifrar
Mas hoje conto sem pensar
Que a explicação que eu sei que se não há
Sobra luz nesse caos de paixões



4 comentários:

Mauri Boffil disse...

que musica linda!

Cris Caetano disse...

Também acho! :)

Maria disse...

Adoro Oswaldo Montenegro....

:))

Cris Caetano disse...

E desde que eu soube, quando resolvo postá-lo me lembro de ti. :)))

Beijocas

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.