terça-feira, 18 de outubro de 2005

II Festival de Cinema Brasileiro de Cingapura

"Redentor" abre segunda edição do cinema brasileiro em Cingapura


O longa-metragem de Claudio Torres "Redentor", que inaugurou ontem à noite a segunda edição do Festivalde Cinema Brasileiro em Cingapura, arrancou os aplausosentusiasmados do público. A mostra, organizada pela Embaixada do Brasil e pela Associação de Cinema de Cingapura, chega em 2005 com novidades a respeito da primeira edição: além dos longas, serão exibidos curtas edocumentários, todos realizados entre 2000 e 2005.

Os filmes selecionados "passaram sem problema" pela censura, disse à "EFE" Eliana de la Fontaine, responsável pela mostra. "O que ocorre é que a idade para poder vê-las é superior à estabelecida no Brasil", acrescentou.
Entre outros longa-metragens que serão projetados estão a "Alma do osso", de Cao Guimarães, laureado como melhor documentário em2004 no festival do Brasil "É Tudo Verdade"; "O homem que copiava", de Jorge Furtado, também premiado dentro e fora do Brasil; "Lost Zweig", de Sylvio Back e "O caminho das nuvens", de Vicente Amorin.

A mostra concluirá em 23 de outubro com "O auto da compadecida", de Guel Arraes, proibido para menores de 21 anos.

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.