sábado, 29 de outubro de 2005

Campane di Campana - Moss Galerry, NY

Sinos de Campana dobram em Nova York


Os irmãos Humberto e Fernando Campana passaram parte do mês de junho de 2005 sob o calor de 40ºC do verão europeu na boca dos fornos da mais tradicional manufatura de vidro de Murano, ilha vizinha à Veneza (Itália).

Fizeram a mesma trilha de designers como Gio Ponti, Ettore Sottsass e outros que experimentaram a produção de vidro nas instalações e com auxílio dos mestres vidreiros da Venini, casa fundada em 1921, produtora de luminárias, lustres, candelabros e castiçais e referência no design de cristais com a técnica do sopro. O resultado pode ser visto de hoje até 18 de dezembro na Moss Galery, em Nova York, numa instalação que ocupa uma parede de 18 m de extensão por 3,5 m de altura.

Nela, 175 sinos de cristal de formatos inusuais, sonoridades variadas e altura máxima de 70 cm se sustentam numa trama de cordas de cânhamo. Um braço de corda pendente permite que os visitantes façam soar a instalação. Cada uma das peças é numerada e assinada - Campane di Campana; Venini per Moss, 2005.

Logo após a abertura da exposição em Nova York, Fernando e Humberto Campana embarcam para Tóquio, para sua primeira exposição no Japão.

Uma seleção de oito peças de mobiliário produzidos pela casa de design italiana Edra será apresentada na sede da Embaixada brasileira em Tóquio de 1º a 18 de novembro. Fazem parte da mostra o pufe "Sushi", as cadeiras "Favela", "Coralo", "Jenette" e objetos da série "Zigzag". De 2 a 6 de novembro, a dupla participa do Design Tide de Tóquio, um evento que reúne galerias, lojas, manufaturas e indústrias e que tem por objetivo integrar criadores e produtores para novos projetos e discussões.

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.