terça-feira, 23 de junho de 2009



Como hei-de amar serenamente
se o amor nasce em mim como um vulcão
como posso aquietar-me lentamente
se tu és a minha inquietação

como pode o amor correr no sangue
e as minhas veias transformar em rio
será que o amor exausto, exangue
tem força ainda para mais um desafio

dá-me a tua mão amor e vem daí
ajuda-me a transpor mais este muro
sabes que em luta sempre estarei aqui
e contigo quero ficar no futuro...


Maria in O Cheiro da Ilha
foto: Stephstories



0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.