domingo, 21 de agosto de 2011

Alguém me tira desse filme?






É um incrível absurdo e me causa indignação. Como é possível que uma profissional da saúde, que se presume ter alguma cultura, pode ser capaz de tamanha estupidez? Pior ainda é que a Saúde Pública não pode fazer nada contra esta médica, nem a polícia civil, esta não pode porque o muro onde ela espetou seringas infectadas com o vírus do HIV estão num condomínio e por isto não seria ela que receberia a notificação e sim o condomínio.

E fica assim, apenas o condomínio a notifica de uma multa caso ela não tire as seringas? Assim simples? É por isto que nada "funciona" neste país. Eu espero que a imprensa descubra quem ela é e a denuncie, é uma pediatra e não me sentiria nem um pouco segura em entregar a saúde de meu filho a alguém assim desequilibrada. Há outras formas de segurança para uma casa, só que é necessário o investimento financeiro e a doutora buscou o insano caminho mais fácil. No mínimo, ela poderia mover uma ação contra o condomínio pela falta de segurança com relação aos roubos em sua casa. Além disso, é aterrador saber que ela conseguiu sair de um hospital público com tantas seringas infectadas numa bolsa qualquer. Segue abaixo a notícia pelo Correio Braziliense:

"Uma médica moradora do condomínio RK, em Sobradinho, tomou uma atitude extrema contra os ladrões que constantemente invadiam sua casa. A mulher, que não quis se identificar, colocou seringas, segundo ela infectadas com o vírus HIV, em toda a extensão da grade que cerca sua casa. Além das seringas, ela deixou um aviso "Muro com sangue, HIV positivo. Não pule"."


fonte:Correio Braziliense
foto:Coximagora

2 comentários:

Luis Eme disse...

vejo a cena com menos revolta que tu, Cris.

olho para as seringas como uma metáfora da violência do nosso dia a dia. para o chamar a atenção (conseguida...) de um problema que provavelmente todos já acham normal...

e não deve ser dificil a um assaltante quebrar as seringas, antes de pular o muro...

beijos e boa semanada

Cris Caetano disse...

Bem, não tinha pensado por este prisma e concordo contigo... mas ainda assim me preocupo com as crianças, que nunca pensam quando vão pular um muro por pura rebeldia, e acontece. E também com a irresponsabilidade do hospital. Se ela carregou com si tantas, qualquer um outro louco, pode pegar uma seringa destas pra fazer o que lhe der na telha.

Beijos, Luis e boa semana! Brigada!

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.