quinta-feira, 13 de maio de 2010

"Scanner corporal" em aeroporto do Rio gera desconfiança





Eu só queria que eles explicassem melhor essa do "passageiro em atitude suspeita". Sempre que eu viajo sou tida como suspeita: aquela que tem a mala dessarrumada. Sempre! Há anos. E na útima viagem internacional foi igual. Paradinha para ter a mala revistada no Porto. Mas dei sorte na volta, colei junto de uma família, me metendo no meio deles e pela primeira vez não me pararam no Brasil.

Alguém sabe o horror que é fazer uma mala, com carinho, dobrar tudo e ajustar sapatos e bolsas para depois revirarem tudo? Uma vez me estressei porque deixaram passar uma octagenária que viajava sozinha como eu, com 4 malas abarrotadas. E me "seguraram" com o meu conjuntinho normal de malas. Reclamei tanto, mas tanto, que só reviraram uma e me dispensaram.


fonte:UOL

2 comentários:

Duarte disse...

Tive dois problemas desse tipo no México. No voo de Guadalajara para México DF y na saída do México para Madrid... até tive que tirar os sapatos!...

Indignação, é o que se sente.

Beijinhos

Cris Caetano disse...

Exato, Duarte. É horrível.

Beijinhos

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.