segunda-feira, 3 de maio de 2010

Eu e as minhas reflexões



Eu penso muito, em muitas coisas, até sobre o que não me diz respeito eu penso. E achando isso na net me lembrei de um comentário da minha amiga, Maria, num dia desses, quando comentou o seguinte: "Quem é romântico por natureza, mesmo que a vida lhe traga muitos dissabores, nunca deixará de o ser...", e lendo as palavras do vídeo abaixo (onde escolheram uma música que eu adoro) eu posso dizer que acho mesmo que aconteça o que acontecer a nossa essência realmente não muda. Não me imagino deixando de arriscar, ou sendo covarde, não me vejo deixando de me entregar àquilo que acredito. Também não fico com um pé atrás com a vida por ter passado por momentos não muito felizes. Aliás, todo mundo têm momentos não felizes em várias etapas de sua vida.
Acho que a única coisa que vai mudando com o tempo que vai passando é ser possível identificar com menos dificuldade o melhor caminho a seguir, mas depois de identificado, no meu caso, ninguém me segura.

É aquela mudança na vida que se pretende tomar e não se tem certeza de que vai dar certo. Mas tente desde que alguma coisa "fale" que é isso mesmo o que você quer.

E quando li no vídeo sobre intuição dei uma risadinha pensando que não devo descuidar de "ouvir" a minha, porque a dita é danada de boa.







2 comentários:

Maria disse...

Nós podemos chegar sempre até onde quisermos, Cris.
Apenas uma situação é impeditiva: a morte. Mas como não falamos de coisas tristes, porque somos Mulheres Positivas (!!!!!) seguir em frente, com confiança, é o caminho!

Beijinho, Amiga.

Cris Caetano disse...

É verdade! :) E é porque ando com uma vontaaaaade de voltar praí, mas num momento sem crises...

Beijocas, minha querida.

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.