quinta-feira, 12 de março de 2009



se você me chamar eu vou
vou pra qualquer lugar onde o sol esquente a minha cabeça
e não me faça pensar no dia seguinte
mas não me peça pra te seguir
quero a liberdade nos pés
porque na cabeça já tenho
será que vou mesmo? não sei onde estou
não chore pela minha ausência
não chorarei pela tua
guarda a imagem da saudade no peito
ou tatua uma outra qualquer no teu corpo
eu guardo na memória
não uso a tecnologia das fotos digitais
pra te guardar
essas não tem cheiro e minha memória tem
eu falo, falo, falo
mas nunca sei verdadeiramente o que sinto
e você? será que sabe?
só quero que me dê a mão e me acompanhe no dia
que eu retornar
ate lá, viva!

foto: Geoffroy Demarquet



0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.