quarta-feira, 18 de março de 2009



Busco o porquê de quase tudo, dos meus gostos, dos meus mau-gostos, da minha empatia, antipatia, muito mais das escolhas erradas do que das certas, porque as certas não me levam a pensar em nada, só a vivê-las plena de felicidade.

Tantas foram as vezes que não encontrei resposta pros meus questionamentos, mas não desisti deles, foram apenas abandonados, deixei pra lá. Busco um autoconhecimento que no fundo sei ser utópico porque me percebo em constante mutação.

Eu amo música e uma amiga me apresentou ¨Gerânio¨, de Marisa Monte, ouvi e sorri com a alma.



Ela que descobriu o mundo
E sabe vê-lo do ângulo mais bonito
Canta e melhora a vida, descobre sensações diferentes
Sente e vive intensamente

Aprende e continua aprendiz
Ensina muito e reboca os maiores amigos
Faz dança, cozinha, se balança na rede
E adormece em frente à bela vista

Despreocupa-se e pensa no essencial
Dorme e acorda

Conhece a Índia e o Japão e a dança haitiana
Fala inglês e canta em inglês
Escreve diários, pinta lâmpadas, troca pneus
E lava os cabelos com shampoos diferentes

Faz amor e anda de bicicleta dentro de casa
E corre quando quer
Cozinha tudo, costura, já fez boneco de pano
E brinco para a orelha, bolsa de couro, namora e é amiga

Tem computador e rede, rede para dois
Gosta de eletrodomésticos, toca piano e violão
Procura o amor e quer ser mãe, tem lençóis e tem irmãs
Vai ao teatro, mas prefere cinema

Sabe espantar o tédio
Cortar cabelo e nadar no mar
Tédio não passa nem por perto, é infinita, sensível, linda
Estou com saudades e penso tanto em você

Despreocupa-se e pensa no essencial
Dorme e acorda



fonte:Euzinha
foto: Anke Merzback

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.