segunda-feira, 30 de março de 2009




volto para a janela e é outro céu. o vento sempre carrega o cinza com ele. para longe, depois da chuva. volto a me olhar por dentro e é o mesmo escuro. não muda. em mim, com tudo fechado, o vento nunca entra, depois da tempestade.


Eduardo Baszcyn
foto: Cig Harvey
música: presente de uma amiga




0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.