terça-feira, 8 de setembro de 2009

Para refletir

Não importa fingir-se de tolo


Há tempos que Paulo Coelho não faz parte da minha lista de compras. Mas estava eu, finalmente, lendo a sua coluna na Revista do Globo quando achei um texto interessante:

"O muá Nasrudin (peronagem central de quase todas as histórias da tradição sufi) já se havia transformado numa espécie de atração da feira principal da cidade. Quando se dirigia até ali para pedir esmolas, as pessoas costumavam lhe mostrar uma moeda grande e uma pequena: Nasrudin sempre escolhia a pequena.
Um senhor generoso, cansado de ver as pessoas rirem de Nasrudin, explicou-lhe:
Sempre que lhe oferecerem duas moedas, escolha a maior. Assim terá mais dinheiro, e não será considerado idiota pelos outos.
O senhor deve ter razão, respondeu Nasrudin. Mas se eu sempe escolher a moeda maior, as pessoas vão deixar de me oferecer dinheiro, para povar que sou mais idiota que elas. Dessa maneira não poderei mais ganhar para o meu sustento. Não há nada de errado em se passar por tolo, se na verdade o que você está fazendo é inteligente."

Concordo, pena que isso não valha pra qualquer situação.


fonte:Paulo Coelho na Revista de Domingo

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.