segunda-feira, 10 de março de 2008



...Julgava ter apagado o corpo. O meu corpo o desejo do teu.
Mas basta ouvir longamente lentamente a tua voz. E o sangue
fica mais espesso nas veias já olho para mim a ver se estou
bonita já espero espero não sei o quê pois no lugar do desejo
eu tinha posto a recusa. Não se cumpre o desejo por isso
dura tanto. Os olhos escurecem de paixão...

Yvette Centeno in Os Jardins de Eva
foto:Alin Ciortea


fonte:Plan(o)alto

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.