segunda-feira, 3 de março de 2008


Ausência


O dia amanheceu igual e tu ainda estás em mim
e nas ondas que rebentam lá em baixo
vou pedir ao vento que te traga
e as tuas lágrimas são flores do meu jardim feito de cardos
Dói-me o estômago pela tua ausência.......


Maria in O Cheiro da Ilha
foto: Geoffroy Demarquet

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.