quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Sonhar





Me deixem sonhar porque sempre que sonho realizo.

Me deu uma vontade imensa de fazer uma malinha de mão com o básico: escova de dentes, escova de cabelo, um pijaminha, um par de chinelinhos, dois pares de óculos escuros (claro, preciso combinar roupas beges com meu óculos da Fendi que amo, além do meu óculos besourão preto) e rumar para Paris, sozinha.

Fazer o quê lá? Não sei, apenas ir e depois eu decidiria. Me hospedaria em Mairie d'Issy, e iria caminhando até o Jardin des Tuileries para pensar. É longe? É! Muito! Mas nem dá para sentir a distância. E mesmo frio, Paris em Outubro é um encanto.





Minha mãe fica sempre muito assustada com esses meus desejos de partida. Mas lembrei-a que não estou podendo, se bem que ela sabe que mesmo quando não posso, mas quero, consigo me virar nos 30 e depois é um Deus nos Acuda. Só que dessa vez, como não quero a rebordosa do "Deus nos Acuda", sonho.

Mas não duvido nada que num futuro próximo, realize. E como sempre dou notícias das minhas loucuras, me aguardem!



fonte: imagens de Paris Breakfast

2 comentários:

salvoconduto disse...

Bem dizia o poeta que não há machado que corte a raíz ao pensamento.

Abreijos.

Cris Caetano disse...

Ah, pois é... :)

Abreijos

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.