sexta-feira, 13 de julho de 2007

Brasil, um país rico

Jogos Pan-Americanos


Depois de duas boas estréias: futebol feminino Brasil 2x0 Uruguai, e nesta sexta, nosso handebol feminino com goleada sobre o México 38 a 15, teremos a festa de abertura dos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro com direito a Carnava e Disney e ponto facultativo para os funcionários municipais, estaduais do Rio de Janeiro e de lambuja, os federais que também são filhos de Deus, ou filhos do Pan.


Mas como nem tudo é perfeito nesta Terra-Brasilis - ultimamente muito pouco, vide Senado Federal - , foi por muito pouco que a festa não ficou desfalcada de seu importantíssimo palco. Uma empresa ameaçou desmontar o palco da festa por falta de pagamento (a Força Nacional teve de intervir), o coreógrafo norte-americano abandonou os ensaios, os dançarinos voluntários ameaçaram greve por falta de transporte e insegurança, mas, a partir das 17h desta sexta, o Pan do Rio vai ter sua festa de abertura com direito a "padrão olímpico".

Bonecos de Olinda, carro alegórico em forma de jacaré, cachoeira artificial e roupas com inspiração indígena e africana são alguns dos detalhes da festa que acontece no estádio do Maracanã, fechado há quase um mês para os preparativos, com direito a palco e pira em formato de sol, apesar de previsão dele não aparecer.

Outro contratempo é o playback que será usado na parte musical da abertura. Segundo a organização, devido à acústica do Maracanã. Outra versão diz que não houve ensaio suficiente para coordenar dançarinos e bateria de escola de samba. O coreógrafo Doug Jack teria voltado antes para os EUA por desavenças com a organização, que divulgou que ele viajou por "problemas pessoais".

A cerimônia começará às 17h e terá, aproximadamente, duas horas e quarenta minutos de duração. A expectativa é de reunir 90 mil pessoas no estádio e convocar o público a vestir roupas brancas. Os portões fecharão às 17h, não sendo permitida a entrada após o início da cerimônia.

Cerca de 400 orientadores auxiliarão o público a se acomodar corretamente em seus assentos. Crianças desacompanhadas só entram no estádio a partir de 12 anos, com a recomendação de levar algodão para tampar os ouvidos na hora dos fogos de artifício.

Estão deslocados 971 agentes da Força Nacional para a segurança dentro do estádio. Eles só não derão de se preocupar com os 11 mil disparos de fogos de artifício que estão programados de 127 pontos do estádio -segundo a organização, corresponde ao equivalente ao que a Disneylândia lança em uma semana. Também 1000 luzes movidas por computador serão usadas nos efeitos.

O roteiro da cerimônia começa com a chegada do presidente, o hino brasileiro e a música-tema do Pan ("Viva Essa Energia", composta pelo paulista Arnaldo Antunes). Depois virá o desfile das delegações e a parte artística do show.

No final estará a parte protocolar do evento, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarando os Jogos abertos. Finalmente, o acendimento da tocha. Quem irá acendê-la é o segredo mais bem guardado, mas há vários candidatos, como Gustavo Borges (maior medalhista dos Jogos Pan-Americanos). Façam suas apostas, consultem suas fontes.

Se você procura segurança na cidade do Rio de Janeiro, invista em 2 horas no Maracanã, hoje, será este o local mais seguro do mundo.


fonte:UOL

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.