quarta-feira, 15 de fevereiro de 2006

É proibido 'beijar muito'

Beijo na boca 'quadruplica risco de meningite'

Beijo na boca em muitos parceiros aumenta o risco de adolescentes contraírem meningite em quatro vezes, segundo estudo feito por uma equipe de médicos australianos.

De acordo com a pesquisa, o beijo de língua com muitos parceiros permite a transmissão da bactéria meningogócica, que pode matar.

O estudo, publicado no British Medical Journal, envolveu a avaliação de 144 adolescentes e a definição de parceiros múltiplos foi de até sete em duas semanas.

O pesquisador chefe, Robert Booy, disse que os adolescentes deveriam mudar seu comportamento, mas reconheceu que muitos não o fariam.

A meningite meningocócica é uma doença que pode matar e a incidência dela parece atingir o pico nos primeiros anos da infância e na adolescência.

A meningite é uma inflamação das membranas que envolvem o cérebro, as meninges, e pode levar a septicemia, que é a intoxicação da corrente sangüínea.

Os pesquisadores avaliaram 144 adolescentes entre 15 e 19 anos diagnosticados com meningite e internados em hospitais da Inglaterra. Cada um foi comparado com outro adolescente da mesma idade e da mesma região.

Eles perguntaram aos adolescentes sobre fatores que podem aumentar ou diminuir o risco dos adolescentes de contrair meningite.

Os pesquisadores também recolheram amostras de sangue e fizeram raspagens de material do nariz e da garganta.

Além do número de parceiros envolvido em beijos de língua, o histórico de doenças anteriores e o fato de ser estudante também estão ligados ao aumento do risco de contrair a doença.

Entre outros fatores que aumentam o risco, segundo a pesquisa, estão ter tido o vírus de "Epstein-Barr" – que causa a chamada "doença do beijo" – e ter uma infecção no trato respiratório superior.

Também o fato de alguém ter nascido prematuro parece influenciar no risco, afetando a imunidade a infecções mesmo 15 a 20 anos depois.


fonte: BBC Brasil

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.