segunda-feira, 13 de fevereiro de 2006

Coletânea inglesa de "trivialidades saborosas" é lançado no Brasil

Um livro que não conta nenhuma história, não ajuda a superar nem a enfrentar nada nem ensina nenhuma técnica administrativa vendeu mais de 2 milhões de cópias em todo mundo desde o seu lançamento em 2002 na Inglaterra. "A Miscelânea Original de Schott" (ed. Intrínseca), do escritor e ex-fotógrafo inglês Ben Schott, 31, acaba de sair no Brasil.

O que há de prazeroso nesse livro é a reunião de trivialidades saborosas, intencionalmente despropositadas e com alto poder de entretenimento: do cardápio de ração na Segunda Guerra na Inglaterra à tabela com mortes prematuras de astros pop e suas causas; dos lugares-comuns em latim a formas raras de delírio; das emendas à Constituição dos EUA às gírias da malandragem carioca dos anos 40.

E há mais, muito mais nas 160 páginas e 41.001 palavras do livro impresso em papel "Pólen Bold 90g/m2 Suzano", o que significa que as páginas do livro são amareladas, uma impressão intencional para deixá-lo com cara de "antigo", segundo o autor. A gravura na capa e o marcador de seda vermelha também acentuam o aspecto empoeirado da "A Miscelânea Original de Schott".

Traduzido para "14 ou 15 idiomas", essa é a primeira das três "Miscelâneas" de Schott. Seguiram-se a essa "Schott's Food and Drinks Miscellany" (sobre comidas e bebidas, a ser lançada no Brasil no segundo semestre deste ano) e "Schott's Sporting, Gaming & Idling Miscellany" (sobre esportes, jogos e ociosidades, a ser lançada no Brasil no segundo semestre de 2007).

Não se trata de um livro original; há diversas outras publicações que misturam informações de enciclopédia, almanaque e vade-mécum. A chave do sucesso da obra de Schott é a constante pátina de humor presente da primeira à última página. Karen Carpenter, por exemplo, incluída no rol dos astros pop mortos prematuramente, morreu por "underdose de rock; anorexia".


0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.