quarta-feira, 10 de setembro de 2008


Sento-me


O meu regresso é uma promessa.
Mesmo que escrito na areia da praia.
Levado pela rebentação do mar.
Soprado apenas ao vento como um segredo.
Mesmo que me cale por dias.
Nem fechados os meus olhos se omitem.
Nem ausentes se esquecem de ti.
Prometo que volto.
Aliás, prometo que não partirei.


Luísa
foto: Cig Harvey

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.