terça-feira, 12 de setembro de 2006

Tangerina diminui risco de câncer de fígado e infarto


Dois estudos feitos por cientistas japoneses descobriram que a tangerina pode reduzir dramaticamente o risco de câncer de fígado, doenças cardíacas e diabetes.

As substâncias chave para os benefícios da fruta são os componentes da vitamina A que dão às tangerinas a sua cor laranja, os carotenóides.

A equipe do Instituto Nacional de Estudos das Árvores Frutíferas acompanhou 1.073 moradores da cidade japonesa de Mikkabi, em Shizuoka, que comiam grandes quantidades de tangerinas.

Eles encontraram marcadores químicos nas amostras sangüíneas das pessoas estudadas que são ligados a um risco mais baixo para uma série de problemas de saúde sérios, como arteriosclerose, infartos e resistência à insulina.

Suco de tangerina

A segunda pesquisa, feita pela Universidade Provincial de Medicina de Kyoto, descobriu que a tangerina pode evitar que pessoas com hepatite viral desenvolvam câncer de fígado. Após um ano de acompanhamento, nenhum dos 30 pacientes que consumiam diariamente uma bebida contendo carotenóides e suco de tangerina desenvolveu câncer.

Num grupo de 45 pacientes com a mesma condição, mas que não beberam o suco, 8,9% desenvolveram câncer. Os pesquisadores admitiram que mais estudos têm que ser feitos para que se chegue a resultados conclusivos e pretendem continuar o trabalho pelos próximos cinco anos.

Ressalvas

Ed Yong, da ONG britânica Cancer Research UK, disse que as pesquisas eram bem-vindas, mas fez ressalvas. "O fumo e a cirrose causada pelo consumo excessivo de álcool podem ter um efeito maior nas chances de alguém desenvolver câncer de fígado. Ainda não está claro se frutas oferecem benefícios significativos", disse ele.

Para a enfermeira cardíaca da British Heart Foundation Cathy Ross, "a pesquisa reforça a recomendação de que se deve comer pelo menos cinco porções de frutas e vegetais por dia para reduzir o risco de doenças cardiovasculares".

"Frutas e vegetais de cores diferentes contêm diferentes vitaminas e minerais. Logo, quanto mais tipos você incluir na sua dieta, melhor", afirma Ross.


n.r.: acho tangerina uma fruta muito chata para comer, prefiro morangos. Faço parte do grupo (conheço várias como eu) de pessoas que têm preguiça de comer frutas, mesmo adorando-as. E o editor desse texto na BBC não diferencia uma laranja de uma tangerina. Embora no exterior, alguns tipos de tangerina se assemelhem as laranjas, os gomos da tangerina são totalmente diferentes dos da laranja. Não sou expert, mas cresci "cercada" de tipos diferentes de frutas. Por isso, vale a pena dar um pulinho na página para ver a foto das laranjas que "viraram" tangerinas.


fonte: BBC Brasil

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.