sexta-feira, 22 de setembro de 2006

Sol em Libra

Primeiro dia do signo marca também o início da primavera

Ah...Librianos. Sem eles o mundo seria deselegante e grosseiro. O que mais identifica os librianos e sua maneira elegante e requintada de se portar nas relações com as pessoas . Um luxo !


Elemento Ar
Os signos de Ar (Gêmeos, Libra e Aquário) são os civilizados do Zodíaco. São extremamente comunicativos e tendem a se intelectualizar. O mais fácil para eles é lidar com o raciocínio abstrato. Têm a mente lógica e aberta a novas idéias. A marca principal dos signos de Ar é que não têm nenhum tipo de preconceito, estando sempre antenados com as coisas novas do mundo. Às vezes você achará que eles não estão muito atentos às suas coisas, pois eles têm um aspecto de estarem permanentemente desligados. Eles são assim mesmo, meio aéreos, e dão a impressão de serem meio frios afetivamente. Claro que eles se ligam às pessoas, mas a um nível mais intelectual. Têm sentimentos, mas essas coisas que falam de emoção, tristeza e dor não é com eles.

São mais descomplicados, é claro... é lógico, e você vai escutar sempre esta expressão deles. Ao conversar e conviver com eles sempre haverá a sensação que eles não tomam partido dos assuntos, mas sempre colocam suas opiniões, que nem sempre são as que estão em pauta. Eles adquirem um ar de neutralidade que às vezes irrita as pessoas. Não espere que um signo de ar fique abraçadinho e cheio de beijos e abraços. Se eles estão interessados em você eles estarão ao seu lado, é claro. Todos são meio crianças e são tímidos por natureza, ou melhor tímidos no que se refere a sentimentos, por que fora isso eles se espalham em qualquer ambiente que passe pela sua análise inicial de interesse. Por conta desse grau de intelectualidade e racionalidade sempre presente paira um ar de superioridade intelectual ao seu redor. Têm como chave a Razão porque racionalizam as coisas, acontecimentos e pessoas. Usam o pensamento porque elaboram intelectualmente suas atitudes e relacionamentos. Podem ser frios e não terem o mínimo de praticidade, ficando tudo no campo das idéias. Em muitos casos eles podem ser subjetivos, o que amplia ainda mais o distanciamento que eles têm das pessoas “normais”. São signos de relacionamento e sem eles o mundo ficaria muito igual, muito quieto e enfadonho.

Para o Ar é importante PENSAR. (Penso. logo, existo).

Modo Cardinal
Os signos cardinais (Áries, Câncer, Libra e Capricórnio) não esperam acontecer. Sabem fazer a hora. Com um enorme sentido de imediatismo, são capazes de resolver as situações prontamente. Por conta disso são automotivados, seu comportamento é ativo e seu interesse está no momento imediato. São ambiciosos, entusiásticos e independentes. Sua mente é rápida e insaciável. Podem ser apressados, imprudentes, inconseqüentes e dominadores.

Podem deixar de terminar o que começam, mas sempre elegem alguém para dar continuidade aos seus projetos. Um tanto impacientes, forçam situações. Costumam marcar presença e ativam mudanças de situações. Sabem dar ordens. E como !

Planeta Regente, Vênus
Quando Saturno (Cronos) castra seu pai, o Céu (Urano), a pedido de sua mãe Terra (GAIA), e lança seus testículos ao mar, surge uma efervescência do mar que dará origem à deusa Vênus (Afrodite). Associada inicialmente à fecundação e à geração, com o passar dos anos ela é associada ao amor nos seus mais variados aspectos. Muito amada e amante ardorosa, ela se nega a deitar com Júpiter (Zeus) que a condena a se casar com Vulcano (Hefestos), o mais feio dos deuses, que morava na Terra.

Trazendo em si a marca do amor, não consegue ser fiel ao seu marido e o trai com diversos deuses, tendo filhos com todos, fazendo valer seu outro destino : o de gerar e preservar a espécie. Na Astrologia Vênus governa o amor em todas as suas variações, desde o amor juvenil ao mais intenso prazer sexual. Sua ligação com o mundo material se retrata nas artes e nos prazeres do dia a dia. Também simboliza os contatos afetivos e sociais, bem como o mundo dos prazeres, a estética e a harmonia. Tudo que se refere ao bom gosto e à beleza estão associados a Vênus.

Anatomia e Perfil
Libra está associado anatomicamente aos rins, ovários aparelho circulatório, região lombar e vesícula. É comum os librianos terem dores na região lombar e em alguns casos desenvolverem problemas nos rins, tais como infecções e cálculos renais.

Ah...Librianos. Sem eles o mundo seria deselegante e grosseiro. O que mais identifica os librianos e sua maneira elegante e requintada de se portar nas relações com as pessoas. Eles têm uma maneira tão descontraída de ser que sempre parecem estar de bem com a vida. Seu estilo de vida se resume em uma só palavra : Estilo. São atraentes por natureza e têm um modo de se vestir com sofisticação e uma certa sensualidade, o que os deixa muito charmosos. Sempre se preocupam em demonstrar o bom gosto na hora de apresentarem-se em público, e sempre se saem bem, tanto homens como mulheres. Sempre se mostrando calmos e tranqüilos, ninguém imagina que eles podem esconder sua angústia em tomar decisões, talvez a coisa mais difícil para eles. Sempre buscando o equilíbrio em tudo, escolher entre uma coisa e outra os deixa em pânico, ainda mais quando há pessoas envolvidas.

Por isso sempre são simpáticos, claro. Sempre preocupados com os outros, eles esperam agradar você, mas esperam também ser elogiados e reconhecidos por isso. Para conquistar um libriano é melhor você dizer logo que, antes mesmo de eles agirem, apreciará qualquer coisa que venha deles.

Librianos são amantes da paz e não suportam discussões e brigas, fazendo o máximo para que as pessoas ao seu redor cheguem a um acordo. São os primeiros a apartar as brigas, mesmo que eles tenham que brigar por isso. Dificilmente você verá um libriano nervoso, mas se você conseguir será por conta de alguma injustiça. Sempre um bom papo, os librianos são ótimos anfitriões e sabem deixar as pessoas muito à vontade, mesmo que a festa não seja deles. Puxam conversa facilmente, e falam com todo mundo, desde o companheiro no ponto de ônibus até um desconhecido que está sozinho numa festa, mas faz todos se sentirem bem. Eles detestam ficar sozinhos e talvez seja por isso que puxam conversa facilmente, o que os torna muito agradáveis. Perfeitos esses seres, né ? Pois é.

Assim, com um bom papo, conversa aqui e ali, eles sabem um pouco de todo mundo, e se forem atacados, sabem ser intrigantes como ninguém, sendo capazes de levar as pessoas a ficarem umas contra as outras. Claro, se você não lhes der atenção, aí eles ficam um tanto rabugentos e resmungões. Um típico "barraco hight society". Eles podem ser bastante fúteis e o mundo das frivolidades pode atraí-lo. Festas, coquetéis, encontros... um mundo chique, digno que qualquer coluna social. Simplesmente um luxo.

Mitologia
A escolha de Páris
Páris, príncipe troiano, nasceu com o dom da diplomacia e da elegância. Educado com todo o cuidado, dedicou-se às artes, ao direito e aos cerimoniais. Conhecido como um homem justo e imparcial, Páris era admirado pelos súditos e pelos deuses, que reconheciam nele um homem de bem. Naquele tempo, no Olimpo, ocorria uma disputa acirrada entre as deusas Afrodite (Vênus), Palas Atena (Minerva) e Hera (Juno), mulher de Zeus (Júpiter). Cada uma delas se dizia a mais bela do Olimpo, o que dividia os deuses, dando início a uma guerra terrível. Zeus então decide que haveria um torneio entre as deusas para resolver esta questão. Para não haver favorecimentos, Zeus designa Páris para ser o juiz dessa contenda. Hermes (Mercúrio) é enviado à Terra para informar Páris ele deveria ir imediatamente ao Olimpo e dar fim à guerra, escolhendo ele a mais bela deusa.

Temendo ofender as deusas e mais ainda, temendo ser perseguido por elas, que apesar de serem deusas, eram terríveis e vingativas, recusa o convite. Zeus, irado, força Páris a aceitar e escolher entre as deusas a que receberia o título de a mais bela do Olimpo. Realizado o torneio, onde elas mostraram suas habilidades, dons e beleza, Páris é recolhido a uma cela, de onde sairia somente com a resposta final. Nos dias em que ficou enclausurado, Páris recebe a visita de cada uma das deusas que tentavam suborná-lo. Hera oferece-lhe o império do Mundo e todas as suas riquezas. Atena faria dele um guerreiro valente e invencível. Afrodite oferece-lhe sua cooperação e proteção e garante-lhe o amor da mulher que ele quisesse na Terra.

Temendo as conseqüências, Páris tenta postergar a decisão o mais que podia, provocando mais uma vez a ira de Zeus, que o força a decidir imediatamente, diante de todos os deuses que, ansiosos, esperavam o resultado. Acuado, viu que não teria outra alternativa a não ser escolher uma das deusas. Refletindo sobre tudo o que havia sido oferecido a ele, Páris percebe que se escolhesse Hera, de nada lhe adiantaria a riqueza da Terra se tivesse as outras duas deusas como inimigas. Se escolhesse Atena, seria um guerreiro invencível, que lutaria eternamente contra as outras deusas. Aceita então a proteção de Afrodite e escolhe para si a mulher que ele desejava na Terra. Afrodite o protege da ira das outras deusas e traz a ele Helena, a mulher que ele amava, dando início à Guerra de Tróia, tendo como inimigos os gregos, Hera e Atena que se uniram a eles para guerrear contra os troianos.

Cor Rosa e azul-claro
Metal Cobre
Pedra Safira (nada disso, todas dão sorte!)



fonte: Gaiastral

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.