terça-feira, 12 de setembro de 2006

"Santa ignorância"

Fãs de Steve Irwin suspeitos de vingança contra arraias

Algumas vezes, sinto vergonha de fazer parte da raça humana. Eu costumava deixar alguns amigos muito chocados(?), ao dizer que não me espantava em saber de pessoas que maltratavam ou abandonavam os animais, já que o impensável na atitude de um ser humano, como abandonar ou maltratar uma criança, infelizmente acontecia e ainda acontece muito nos dias de hoje. Acho que a minha "comparação" nunca foi muito feliz.

Mas nunca imaginei que ser fã podia ser algo tão nefasto, menos ainda ser capaz de vitimar a natureza por um ídolo. A notícia que li na BBC conta que dez arraias foram encontradas com a cauda cortada em praias de Queensland, no nordeste da Austrália, despertando temores de que os admiradores do naturalista e apresentador de TV Steve Irwin estejam se vingando da espécie que o matou. A atitude só pode ser de mentes doentias, custa-me a crer que alguém corra para assassinar arraias porque um naturalista morreu atingido por uma delas.


É absurdo. O que o ser humano tem dentro da cabeça, porque pessoas assim não utilizam as "ferramentas" que possuem para pensar. A vingança é exclusividade do homem racional, os animais não se vingam. Atacam quando têm fome ou se defendem, como foi o caso da arraia, para infelicidade do "caçador de crocodilos" Steve Irwin.

Mas, claro, ainda em investigação, os funcionários do governo disseram que estão investigando a morte dos animais e que os responsáveis poderão ser processados judicialmente. Duas arraias foram encontradas nesta terça-feira em uma praia ao norte de Brisbane, e oito outras na segunda-feira.

Wayne Sumpton, do Departamento de Pesca, disse que não está esclarecido ainda se os incidentes estão ligados à morte de Irwin, tido como ídolo nacional na Austrália. Segundo Sumpton, pescadores que pegam arraias por acaso às vezes cortam as suas caudas para evitar uma possível picada, mas essa prática não é freqüente.

Condenação

Michael Hornby, amigo do naturalista e diretor de seu fundo Wildlife Warrior, condenou qualquer matança por vingança pelo ocorrido com Irwin.

"Nós só queremos deixar muito claro que nós não aceitaremos e não defendemos ninguém que praticar algum tipo de vingança. Isto é a última coisa que Steve iria querer", afirmou.

"Eu espero que todo mundo entenda que nós temos que proteger a vida selvagem agora mais do que nunca. É isto o que definiu Steve."

Arraias normalmente são pacíficas, mas quando se sentem ameaçadas, lançam um aguilhão afiado e venenoso ao voltar a cauda para cima.

A morte do apresentador teve grande repercussão na Austrália. O primeiro-ministro John Howard lamentou a morte, afirmando que o país tinha perdido um grande representante.

O Parlamento também homenageou Irwin, e o governo ofereceu um funeral com honras de Estado para a família. Steve Irwin era casado e tinha dois filhos. Mas a família optou por uma cerimônia privada. Na próxima semana será realizado um memorial público para lembrar o "caçador de crocodilos".


fonte: BBC Brasil

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.