segunda-feira, 21 de junho de 2010

Amor escondido



Embora Fagner apareça pouco por aqui, ainda é, desde a minha adolescência, um dos meus cantores e compositores preferidos.

Aliás, na adolescência nutria uma paixão assolapada por ele.





Quando se tem um amor escondido
Querendo aflorar
É se guardar um rio perdido
Que não encontra o mar
Mas brilha tanto cada sorriso
E brilha mais que o olhar
Quando o desejo é claro e preciso
Quem pode ocultar
Tento esquecer te digo baixinho
Não sei se vou voltar
Mas nada prende mais que um carinho
Já vou te procurar
Vai pensamento voa no vento
Vai bem depressa corre pra lá
Conta pra ela meu sofrimento
Diga pra me esperar
Se passo o dia sem seu carinho
Me sinto sufocar
Pássaro mudo longe do ninho
Sem força pra voar




2 comentários:

Georgia disse...

Ai, que vc sempre acha músics que eu adoro.

Bjao

Cris Caetano disse...

:) Fagner só tem músicas lindas.

Beijão, Ge.

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.