sexta-feira, 18 de junho de 2010

José Saramago



Passei o dia inteiro refletindo se devia postar sobre sua morte e me decidi por não postar. Mas assistindo o jornal pela TV ouvi que a sua avó disse o seguinte: "O mundo é tão bonito e eu tenho tanta pena de morrer." E fica aqui minha homenagem.





12 comentários:

Maria disse...

Percebo que é difícil ler um primeiro livro dele. Mas se se conseguir chegar ao fim, os outros livros vão todos a seguir...

Era um Homem Inteiro, Cris.

Beijinho.

Cris Caetano disse...

É verdade. Eu comecei com o Evangelho em 1992. Gostei.

Beijinhos, Maria.

salvoconduto disse...

E é na diversidade de todos estes posts e testemunhos que se torna maior a homenagem a tão ilustre escritor.

Abreijos.

Willian F. disse...

Oi...

Me espantei quando liguei o PC de manhã e soube da morte de José Saramago.

Li uma de suas mais famosas obras: Ensaio Sobre a Cegueira. Não gostei, não que seja ruim, ou que ele escreva mal, ou ainda a história, mas o motivo é que o livro começa com uma pergunta e terminha sem a resposta. Foi o livro que mais demorei para ler.

Apesar disso, é inegável que não reconhece-lo como um grande escritor.

Cris Caetano disse...

Concordo, Salvo.

Abreijos

Cris Caetano disse...

É o livro que eu mais gosto, Willian. "Qual é a minha cegueira?" Nunca havia pensado nisso até ler o livro, mas hoje eu tenho a resposta.

Beijinhos

Ana disse...

Pois é, Cris, eu também hesitei mas a admiração venceu a discordância...
No final, tive muita pena.

Beijinho

Cris Caetano disse...

Sem dúvida, Ana.

Beijinhos

Luis Eme disse...

compreendo-te, eu não tive dificuldades em "postar", por sempre ter separado o homem do escritor, que são realmente duas personagens distintas.

bjs Cris

Cris Caetano disse...

É assim que tem que ser, Luis.

Beijos

Georgia disse...

Cris, nao pode desistir, há momentos difíceis que achamos que nao vai passar ou dar certo, ms nossos sonhos sao nossas luzes e esperancas.

Bjo Ge

Cris Caetano disse...

Sim, Ge... acho que não desisto mesmo, aos poucos me sinto mais fortalecida e os sonhos retornam devagarinho.

Se bem que tenho que confessar que dessa vez achei que havia jogado a toalha, mas não, tem ainda cá dentro alguma coisa que me exige que eu não desista de sonhar.

Obrigada.

Um beijo bem grande

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.