segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Mergulhos

Há momentos que nos obrigam a mergulharmos fundo dentro de nós mesmos, sem sabermos muito bem o que podemos encontrar, se as respostas de tantos questionamentos vão nos agradar ou não, mas é necessário, absolutamente necessário...



...e quando submergimos, voltamos meio tontos com sabor de água salobra na boca, nos sentindo meio náufragos, perdidos e tontos com tanta descoberta...



... e vem o cansaço, a necessidade de recuperarmos energias depois de tantas braçadas, afinal foram muitas ondas fortes atravessadas pelo corpo. A partir daí o que se quer é um cantinho, seguro, pacífico, sem ondas, sem nada.




Cris Caetano
foto: CacaoCocoa


0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.