sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Otto Stupakoff

Mostra exibe colorido e viagens


Entre as 16 mil imagens que Otto Stupakoff (1935-2009) deixou ao Instituto Moreira Salles, as coloridas são pouco conhecidas, assim como as mais geométricas e as de viagens. Parte dessa produção que ultrapassa a fotografia de moda, gênero que tornou Stupakoff famoso, estará presente na mostra que é aberta para o público hoje em São Paulo.

Segundo o curador da exposição, Sergio Burgi, a reunião de 60 imagens serve como introdução ao trabalho do paulistano. "Discuti muito com o Otto essa mostra, é uma espécie de cartão de visitas à obra dele, que ainda tem muito a ser estudada", afirma ele.

Na organização elaborada por Burgi não faltam registros que fizeram de Stupakoff um célebre retratista de personalidades nos anos 60 - Jack Nicholson, Sharon Tate e Truman Capote, por exemplo -, quando trabalhava para publicações como "Harper's Bazaar" e "Life".

No entanto, o destaque recai sobre imagens menos vistas do fotógrafo, como uma composição multicolorida feita nos anos 70 nos arredores de Paris, e nos instantâneos de habitantes do Sudeste Asiático, do México e da Índia.

Os nus em preto-e-branco se compõem em outro trunfo da mostra, assim como os jogos de sobreposições com figuras geométricas, mais comuns no início da carreira de Stupakoff, na década de 50.

OTTO STUPAKOFF
Quando:
de ter. a sex, das 13h às 19h, e sáb. e dom., das 13h às 18h;
até 22/11
Onde: Instituto Moreira Salles, rua Piauí, 844, 1º andar, São Paulo
Quanto: entrada franca
Informação: 0 xx 113825-2560


fonte: Folha Online

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.