quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Ventania



Gosto do vento forte, daquele que despenteia, que chama a atenção fazendo-nos sentir sua presença, que desloca objetos sem vida e me fazem pensar aonde irão parar. Uma folha caindo na sala de uma casa compulsivamente limpa irá irritar quem ali mora, um papel grudando no nariz de quem espirra muito ou na boca de quem só fala besteiras irá dar alívio a quem estiver próximo. Vento sortudo que entra aonde quer bastanto uma fresta pequenininha pra se fazer presente em forma de brisa. Se eu fosse vento não estaria aqui, mas aí ou ali. Gosto do vento, prefiro ser vento a ser folha ou papel.


imagem: CacaoCocoa

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.