quarta-feira, 5 de dezembro de 2007



... Afora o teu amor
para mim
não há mar,
e a dor do teu amor nem a lágrima alivia.
...
Afora o teu amor
para mim
não há sol,
e eu não sei onde estás...
...
nenhum som me importa
afora o som do teu nome que eu adoro...


Vladimir Vladimirovitch Maïakovski
(Tradução de Augusto de Campos)
foto: Nikola Novotny

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.