domingo, 1 de maio de 2011

Uma vez Flamengo, sempre Flamengo!




Para qualquer um, a camisa vale tanto quanto uma gravata. Não para o Flamengo. Para o Flamengo a camisa é tudo. Já tem acontecido várias vezes o seguinte:- quando o time não dá nada, a camisa é içada, desfraldada, por invisíveis mãos. Adversários, juízes, bandeirinhas, tremem, então, intimidados, acovardados, batidos. Há de chegar talvez o dia em que o Flamengo não precisará de jogadores, nem de técnicos, nem de nada. Bastará a camisa, aberta no arco. E diante do furor impotente do adversário, a camisa rubro-negra será uma bastilha inexpugnável.






Nelson Rodrigues

2 comentários:

Beth/Lilás disse...

Cris,
Eu não vi o jogo, mas pareceu-me bastante disputado, e o Flamengo ganhou pela competência. parabéns, flamenguistas!
Pena que aqui em Niterói houve morte por causa de jogo, acho isso terrível.
bjs cariocas

Cris Caetano disse...

Brigada, querida!

Eu soube, eu soube... triste que algumas pessoas sejam tão violentas, a disputa tem de ser só com uma bola nos pés.

Beijos

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.