domingo, 26 de fevereiro de 2012

O ano no Brasil NÃO começa depois do Carnaval



Eu acho a tese de que o ano, no Brasil, só começa depois do Carnaval injusta, principalmente porque me lembro de trabalhar todos os anos no primeiro dia útil de janeiro e só parar nos 3 dias de Carnaval. Não voltei ao blog, mas encontrei uma matéria no Globo que dismistifica essa idéia de que brasileiro trabalha pouco.

"Costuma-se dizer que, o ano só começa para valer na segunda depois do Carnaval. Amanhã, portanto.

A tese tem graça e até faz sentido, mas esconde, em certos casos, um preconceito - o de que o brasileiro trabalha pouco. Aliás sexta, Terry Gou, presidente da taiwanesa Foxconn, que promete investir até US$ 12 bi aqui, afirmou que "os brasileiros não trabalham tanto porque estão no paraíso."

Só que a idéia de que o brasileiro é preguiçoso é folclore. Segundo José Pastore, professor da USP e um dos maiores especialistas em questão de trabalho, o povo brasileiro é um dos que mais trabalham no mundo: - Se comparar com a Europa, a média brasileira é um exagero - diz Pastore.

A média nacional, segundo ele, é de 40 a 48 horas de trabalho por semana, bem superior a de muitos países europeus. Na França, por exemplo, trabalha-se em média 35 horas semanais."

por Daniel Brunet

E eu acho que muito mais que preconceito, esta tese que é defendida por brasileiros que não suportam o Carnaval, é injusta. O Carnavalque dura apenas 3 dias e não é para todos, há quem trabalhe no Carnaval, que o digam os que trabalham no comércio e nos restaurantes, principalmente. E Carnaval no Brasil, existe na Bahia, no Rio de Janeiro, um pouco em algumas (poucas) cidades do Nordeste e passa desapercebido por todas as outras cidades do Brasil. Portanto, a tese é pra lá de preconceituosa e injusta. Mas pensar pra quê não é mesmo? É bem mais fácil criticar.

fonte:Jornal O Globo - Ancelmo Gois

4 comentários:

Luis Eme disse...

olá garota!

espero que se tenha divertido muito e venha cheia de energia.

Beijos Cris

Cris Caetano disse...

Oie, querido!

Me diverti muito mesmo, mas ainda não me animei de todo pra voltar.

Beijos, Luis

Georgia disse...

hahahahhaha, alguns trabalham e muito outros vivem mesmo no paraíso e esses sao a minoria. O povo, povao, pega cedo no batente.

BJao e uma linda semana pra vc

Cris Caetano disse...

Eu vivo num paraíso, Ge! ;)

Beijão

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.