segunda-feira, 4 de junho de 2012

Causos da vida




Dias desses tentei consolar, digamos assim, uma pessoa que desabafava comigo. Ela é alguns anos mais nova e estava indignada em descobrir como as pessoas são "sem noção", como desrespeitam o direito alheio, invadem sua privacidade e criam picuinhas desnecessárias. 

Eu disse-lhe que os "sem noção" são a maioria na nossa sociedade, até porque usar os neurônios que têm geralmente dá trabalho, pensar dá mesmo muito trabalho, envolve horas pesando os dois lados de uma mesma situação, envolve pensar nas consequências das coisas e a maioria das pessoas não tá nem aí pra consequência de coisa alguma. 

Aí, por mero acaso, hoje li (sem participar) vários comentários, a partir de uma imagem na net, que erroneamente dizia que uma determinada religião - que faz sacrifícios de animais - havia sido proibida numa cidadezinha interiorana de São Paulo. Claro que não foi, até porque seria inconstitucional proibir a existência de uma religião. O que havia sido proibido era, tão somente, o bárbaro sacrifício de animais em cultos religiosos e uma pessoa, por incrível que pareça, que era contra a proibição do sacrifício, certamente por pertencer a essa religião em questão, justificou sua indignação com a proibição dizendo que deviam proibir o peru de Natal por ser um sacrifício religioso.

Confesso que, ao ler tamanho besteirol, não sei se gargalhava ou se chorava pelo infeliz. Mas o que fazer? São assim as pessoas "sem noção". 

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.