sexta-feira, 30 de agosto de 2013

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Quebra-quebra





Atenção, cariocas habituados a descartar lixo nas ruas: evitem fazê-lo, pois podem ser multados em, no mínimo, R$ 157. Ousem mais, com ações predadoras mais criativas e impunes: ingressem na confraria Black Bloc e aproveitem qualquer manifestação para quebrar vidraças, destruir abrigos de pontos de ônibus, queimar lixeiras, fechar ruas e tudo o mais que sua rica imaginação alcançar. O máximo que lhes acontecerá será a condução a uma delegacia, onde encontrarão advogados que rapidamente os livrarão do embaraço. Fica a lição, provavelmente tema da última piada contada por portugueses: no Rio, jogar ponta de cigarro na via pública dá multa, mas destruir o patrimônio público custa somente uma passada, sem consequências, pela polícia.



autor do texto: Paulo Roberto Gotaç, na Coluna Dos Leitores, do Jornal O Globo, do dia 29/08/2013.
foto: Henrique Coelho, para o G1.

As sem-razão do amor





Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.



Carlos Drummond de Andrade

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Atração intelectual



Tenho uma imensa atração por pessoas inteligentes e uma profunda pena por quem se sente atraído por um peito, uma bunda, tríceps e bíceps em detrimento da inteligência.





Poema




Poema em forma de encaixe








fonte:Poemática

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Se joga que hoje é sexta!





Agora eu fiquei doce, doce, doce, agora eu fiquei dodododoce. Há!






Feliz






Quem é feliz não conta, não espalha, não grita aos quatro cantos. Quem é feliz, satisfaz-se por ser. E sabe que felicidade anda coladinha na inveja. Quem é feliz não precisa provar nada, simplesmente é. As pessoas felizes demais nunca me passaram confiança. Essa coisa de que a vida é uma festa e não existe nada errado, não me brilha aos olhos. Feliz é quem conhece o lado ruim e o respeita. Feliz é quem já foi infeliz. Somente quem já foi infeliz pode entender que a tristeza traz um punhado muito bom de aprendizados. Felicidade não é sobre quem grita mais alto; é sobre quem sorri mais fundo.



Clarissa Corrêa

Corrente












quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Saúde Pública






Eu só queria entender... De que adianta importar médicos se falta estrutura nos hospitais por todo o Brasil? Tanto nas grandes cidades quanto no interior há falta de vagas hospitalares, não há equipamentos para exames, não há remédios, portanto falta tudo. Caneta e estetoscópio não significam atendimento.

Por exemplo: http://parceirodasaude.com.br/?tag=hospital-federal-de-bonsucesso

Mon Amour





quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Decidir






Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar, por que descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.



Cora Coralina

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Sabe Deus como gosto...




A melodia é uma delícia, além disso tem uma pitadinha de chorinho, e Ana Moura dispensa elogios. Eu sei que já publiquei esta música aqui, mas Sabe Deus como gosto dela...






Some






Você disse some
E eu somei

Eu disse some
E você sumiu



Marcos Caiado

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Teoria Geral do Sentimento







Conheci tipos que viveram muito.
Estão mortos, quase todos: de suicídio, de cansaço,
de álcool, da obrigação de viver que os consumia.
Que ficou das suas vidas? Que mulheres os lembram
com a nostalgia de um abraço?
Que amigos falam ainda, por vezes, para o lado,
como se eles estivessem à sua beira?

No entanto, invejo-os.
Acompanhei-os em noites de bares e insónia
até ao fundo da madrugada;
despejei o fundo dos seus copos,
onde só os restos de vinho manchavam o vidro;
respirei o fumo dessas salas onde as suas
vozes se amontoavam como cadeiras num fim
de festa. Vi-os partir, um a um,
na secura das despedidas.

E ouvi os queixumes dessas
a quem roubaram a vida.
Recolhi as suas palavras em versos
feitos de lágrimas e silêncios.
Encostei-me à palidez dos seus rostos,
perguntando por eles - os amantes luminosos da noite.
O sol limpava-lhes as olheiras;
uma saudade marítima caía-lhes dos ombros nus.
Amei-as sem nada lhes dizer - nem do amor,
nem do destino desses que elas amaram.

Conheci tipos que viveram muito - os que nunca souberam nada da própria vida.



Nuno Júdice

domingo, 18 de agosto de 2013

Silêncio






Minhas desequilibradas palavras são o luxo do meu silêncio.


Clarice Lispector

sábado, 17 de agosto de 2013

Vênus em Libra



Vênus está em Libra desde ontem, então para os interessados no assunto, como é o meu caso que tenho Vênus em Libra, um texto interessante.





Vênus - Para alguns astrólogos o planeta Vênus fala dos nossos gosto e das coisas que nos atraem. “Efetivamente associada à nossa cadeia de gostos, àquilo que se afirma como sendo agradável, palatável e atraente para o nosso Eu. Tudo que nos é atraente está associado ao funcionamento da Vênus e, consequentemente, ao que escolhemos como “gostável” também.” (Márcia Mattos)

Libra - Aéreo, Cardinal, Masculino. Regido por Vênus. É o primeiro signo social do zodíaco, ou seja, marca o início das relações, o que explica a energia Cardinal do signo – um novo ciclo aqui se inicia. Se em Áries percebemos o ‘EU’, em Libra percebemos o ‘OUTRO’. Para os países do hemisfério Norte, Libra marca o início do Outono, para os do hemisfério Sul, o início da Primavera. A indecisão associada ao signo reside na necessidade libriana de agradar ao outro, isso também explica o conceito de diplomacia do signo que quer ver todos satisfeitos, negando a energia competitiva e bélica de Marte, regente de seu signo oposto, Áries. O amor em Libra não é aquele meloso e piegas como muitos insistem em afirmar, não esqueçam que é um signo de ar e mental, portanto o amor para Libra mora antes de tudo no mundo das ideias.

O que atrai a Vênus em Libra? O que a difere da Vênus domiciliada em Touro?

Vênus é regente de Libra, portanto está domiciliada – ou tronada – neste signo. Aqui a Vênus não se comporta como a Vênus taurina que busca segurança e conforto. A Vênus libriana busca o harmônico e o belo. É o gostar da companhia do outro, da reciprocidade, de compartilhar, da troca de gentilezas e amabilidade. Eu e você no mesmo patamar. Brigas, desentendimentos e passionalidade desagradam essa Vênus que ama a beleza e o equilíbrio das coisas.

Ter Vênus em libra significa que meus relacionamentos serão sempre um mar de rosas e sem brigas ou que só vou gostar de pessoas equilibradas e pacíficas?
Não. Primeiro a TENDÊNCIA é que uma pessoa de Vênus em Libra goste de um relacionamento harmônico e de pessoas amáveis, isso não quer dizer que ela jamais vá se apaixonar por uma pessoa geniosa e difícil, há coisas incontroláveis nessa vida. Talvez ela tenha maior facilidade para lidar com a pessoa em questão por ter uma boa capacidade de compreensão do outro. Fora isso, não adianta ter uma bela Vênus em Libra cheia de maus aspectos (oposições e quadraturas), sendo assim a energia desta Vênus não será das melhores. O mapa da pessoa com a qual você se relaciona também deve ser levado em consideração, o relacionamento – usando as palavras do arquétipo libriano – é feito por 2 pessoas, não adianta apenas um se esforçar para dar certo e o outro simplesmente ‘não se importar’.




fonte:Astrologia da Depressão

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Paciência




Só Deus sabe o quanto a pratico... é difícil, mas há horas em que ela escapa por que ninguém é de ferro.









Bom djia!




Bom djia pra você, que no dia seguinte à balada, acorda feito um panda!




quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Liberdade de Imprensa




Segue abaixo nota publicada pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro. Como eu apoio a liberdade de imprensa, conquistada após anos de ditadura, e sou parte dessa sociedade, deixo aqui a nota para levar as pessoas a pensarem sobre o rumo dos últimos acontecimentos no Rio de Janeiro, o caso é sério e vou insistir nesse assunto enquanto não vir mudanças. A única forma de não sermos manipulados é ter acesso à informação, e quanto mais, melhor.



ATOS FASCISTAS CONTRA A IMPRENSA EXIGEM UMA RESPOSTA DA SOCIEDADE


A liberdade de imprensa corre perigo. A situação está cada vez mais grave para os jornalistas que cobrem, ou melhor, que tentam cobrir as manifestações de rua, no Rio de Janeiro. Um pequeno grupo de manifestantes, no melhor estilo de milícias fascistas, passou a intimidar rotineiramente as equipes de jornalismo. Nos protestos de segunda-feira 12/8 em frente ao Palácio Guanabara, em Laranjeiras, várias equipes foram acuadas e impedidas de trabalhar. Um repórter cinematográfico da TV Bandeirantes chegou a levar um soco nas costas. Não foi para isso que lutamos contra a ditadura que durante 21 anos perseguiu a imprensa, prendeu, torturou e assassinou tantos brasileiros. Entre eles, jornalistas.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro tem condenado, com veemência, esse grupo de manifestantes que decidiu que é o dono da verdade. E que com atos de violência acaba afastando dos protestos – legítimos, é importante dizer — boa parte da população que teme esse comportamento e não concorda com ele.

Os jornalistas têm o direito e o dever de trabalhar. Tentar impedir isso, sob qualquer pretexto, é acima de tudo uma estupidez. Sem a imprensa presente, o público não toma conhecimento do que se passa nas ruas, inclusive de eventuais atos de truculência de policiais contra manifestantes. Agredir jornalistas, queimar carros de reportagem são atos que nos fazem lembrar tempos sombrios, e não apenas em nosso país.

A sociedade, de um modo geral, deve estar atenta a esse perigoso caminho que está sendo trilhado por grupelhos fascistas. É preciso que outras vozes se levantem contra tamanho absurdo, antes que algo ainda mais grave aconteça.


fonte: site do Sindicato de Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Sobre o amor





Amar é ter um pássaro pousado no dedo.
Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que,
a qualquer momento, ele pode voar.



Rubem Alves

terça-feira, 13 de agosto de 2013

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Vivendo por aí...






Eu não entendo porquê as pessoas insistem em acreditar que só por que uma pessoa tem educação e é gentil significa que seja burra. Me irrita profundamente essa coisa de subestimar a inteligência e a memória alheia.

domingo, 11 de agosto de 2013

Poderosos



Jogadores do Cuiabá Arsenal inventaram uma maneira criativa para divulgar uma partida de futebol americano.






sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Liberdade de Expressão



Eu ando meio desanimada com uma parcela jovem da população do meu país, mas ver esse cara tão novinho, falando coisas sérias, me levou a ter vontade de partilhar o vídeo. Ele pensa tão como eu, até na indignação, que poderia ser meu filho. Ah, e também estou velherrérrima (risos), nem imaginava que se usava a expressão "haters" para o pessoal mau humorado que comenta por aí.






Alma









Há mulheres que trazem o mar nos olhos
Não pela cor
Mas pela vastidão da alma
E trazem a poesia nos dedos e nos sorrisos
Ficam para além do tempo
Como se a maré nunca as levasse
Da praia onde foram felizes

Há mulheres que trazem o mar nos olhos
pela grandeza da imensidão da alma
pelo infinito modo como abarcam as coisas e os Homens...
Há mulheres que são maré em noites de tardes e calma...



Sophia de Mello Breyner Andresen

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Minions





Os bobos



Ser bobo é uma criatividade... Bem-aventurados os bobos, por que sabem sem que ninguém desconfie, aliás, não se importam que saibam que eles sabem. E viva Clarice!






Clarice Lispector

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Noites





domingo, 4 de agosto de 2013

Felicidade?



Eu sempre busco a verdade e por isso, confesso não ser a pessoa mais feliz do mundo, mas sei lá, há quem se ache feliz enfiando a cabeça no buraco feito avestruz.






Boa semana!



sábado, 3 de agosto de 2013

Iluminados






As pessoas iluminadas têm mais inimigos do que as não-iluminadas, pois os cegos não perdoam quem enxerga e os ignorantes não perdoam quem sabe. Ser amigável, amoroso, autêntico, inocente sem causa é suficiente para disparar muitos egos contra si.



Osho

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Amor Verdadeiro




imagem:Edson Athayde

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Começando a despertar





Não sei exatamente em que momento comecei a despertar. Só sei que não importam todos os rabiscos que já fizemos nem todos os papéis amassados na lixeira, porque todo texto bom de ser lido antes foi rascunho. E, por mais belo que seja, é natural que, ao relê-lo, percebamos uma palavra para ser acrescentada, trocada, excluída. A ausência de uma vírgula, a necessidade de um ponto, uma interrogação que surge de repente...

Viver é refazer o próprio texto muitas, incontáveis, vezes.

Não sei exatamente em que momento comecei a despertar. O que sei é que não quero aquele sono outra vez...



Ana Jácomo
Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.