terça-feira, 31 de janeiro de 2012

domingo, 29 de janeiro de 2012

Não existe amor em SP



Mas em compensação, minhas amigas paulistas são mega amorosas.





Boa Semana!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Viver é afinar o instrumento...



Eu só quero saber de coisas bonitas hoje...






domingo, 22 de janeiro de 2012

E ele veio mesmo...

Vivas ao sol!!!

Três dias de papo pro ar, curtindo a praia e é muito fácil me sentir feliz... Pois é...felicidade é tirar proveito de pequenas coisas. É muito fácil nos sentirmos felizes, é só querermos, é encaramos o que a vida nos dá com um bocadinho de otimismo e boa vontade. Eu fico felicíssima quando faz sol e espero sinceramente que meu bom humor faça bem a quem cola em mim.

Boa semana!

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

HAHAHAHAHAHA



Porque eu só conheço doidos (amo), ganhei esta musiquinha hoje. É uma resposta ao "Ai, Se Eu Te Pego", de Michel Teló. Minhas bochechas doem de tanto rir.


Pilhada



Ando pilhada, mas é algo positivo. Sei que estou em dívida com alguns blogs, mas como vem feriadão por aí eu juro que coloco minhas visitas em dia.

Me perdoem a falta e fiquem com Elis...


terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Adele




Há coisas por aí...






Eu leio umas coisas por aí que me deixam preocupada... as pessoas viajam na maionese e não param pra pensar no besteirol que escrevem. Bem, eu li que amor que é amor resiste às traições. E quando leio coisas assim, a boca abre de doer o queixo e os olhos saltam das órbitas.

Gente, traição é desamor então não percam seu tempo, ok? Até amigo quando é amigo de verdade não trai...

E como dizia Artur da Távola, amor é muito bom quando é mútuo bom.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Pense...






Mas com sinceridade, tá gente? Não adianta nada ser legal e ser falso, até porque o tempo mostra quem é quem.

domingo, 15 de janeiro de 2012

Tatyana - Debora Colker





Reparem nos movimentos lentos de pernas e braços. Como pode uma perna elevada descer tão devagar sem que a bailarina perca o equilíbrio ou o tempo da música, ou a ponta do pé não perder a curvatura exata? Como podem dois braços girarem paralelos com uma exatidão espantosa? Somos (Ai, meu tempo de bailarina. Decidi largar o ballet clássico pelo contemporâneo e não me arrependi) ensinados a pensar em cada músculo do corpo enquanto dançamos. Parece difícil, não é mesmo? Mas é uma questão de disciplina. É possível pensar na coreografia, no tempo da música e ter atenção à curvatura do pé, à abertura de um movimento de braço, tudo ao mesmo tempo. Disciplina e prática resultam em movimentos precisos. Há coisas bonitas nessa vida... É lindo!



Boa semana!




sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Se joga que hoje é sexta!

E 13!



Cartas






Hoje joquei fora uma infinidade de cartas que não mandei.
Em nenhuma havia palavras bonitas.
Em todas haviam dor e reclamação.
Do que calei.
Havia lágrimas que engoli.
E outras que rolaram rosto baixo.
Tristeza não foi feita pra ser guardada.
E sim, esquecida.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

A Casa






Deixaste-me num dia de outono quase inverno. Sem avisares e sem que pudesse prever. A casa fortaleza ficou igual um tempo. Igual por fora e gelada por dentro.
Os dias passaram e tudo mudou. Da casa restam as paredes, ainda altivas, mas no chão só existem pedras. Entre as pedras o teu coração.
Mais tarde percebi que a casa eras tu. E apressei-me a ir buscar, entre as pedras, o teu coração, que voltei a colocar no meu peito. Para te aquecer.
Foi então que saíste de mim e voaste...


fonte:Maria in O Cheiro da Ilha

Você me faz tão bem






fonte:

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Desencontros





Maria quer algo de José.
Algo que demonstre que José a ama.
Ela espera ansiosamente tal gesto de amor.

José é um homem bom e trabalhador.
Pensou no que agradaria Maria.
Deu-lhe um ventilador.

Maria queria flores.
Ganhou ventilador.
Expressou sua dor.

José não a compreendeu.
Esperava alegria e sorrisos.
Recebeu um desagradável mau humor.

É sempre assim, pensam ambos.
Novamente não conversam.

Maria, em sua carência de amor, espera que da próxima vez
José satisfaça seus silenciosos desejos.
Gosta de ganhar presentes de surpresa.
Perde a chance de explicar o que deseja.
É obrigação de José perceber o que ela quer.

José não entendeu a frustração de Maria.
Honesto, responsável e dedicado marido,
No que foi que ele errou?
Não consegue falar a linguagem dos sentimentos.
Talvez nunca tivesse olhado no fundo dos olhos de Maria.

Ambos sofreram fundo, cada um, suas próprias carências...

Maria, por amor a José, continua esperando flores...
José, por amor a Maria, continua trazendo ventiladores...

Içami Tiba (é psiquiatra e escritor)

. . .


Maria deveria conversar com o pobre José... Quando Maria conversa com José e ele continua o mesmo, ele passa a ser o insensível José, e é essa a hora de Maria partir...

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Se joga que hoje é sexta!



Se joguem por mim, hoje uma pessoa que eu nem tinha muito contato, mas que eu tinha admiração pela força de viver fez a sua passagem e tô meio borocoxô.


quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Meninas



A explicação é tão linda que não resisti e tive de publicá-la. "Roubei-a" da minha querida Andréia Cristina que publicou-a hoje no Facebook.






PARA SE FAZER UMA MENINA, uma receitinha básica para quem quer fazer uma, para quem já tem e para quem esqueceu de algum item, sempre é tempo de adicionar. Porque nossas meninas serão sempre meninas, não importa a idade.

Para se fazer uma menina, toma-se uma xícara de felicidade, dois botões azuis, pétalas de rosa, um pouco de glacê, um punhadinho de areia, três conchinhas róseas, uma colherada de imaginação. Acrescenta-se também um pouquinho de sal, muito açúcar e mel, uma casquinha de sorvete, o dengo de um gatinho novo e três gotinhas de perfume. Não esquecer de um espelhinho prateado, pois antes de tudo uma menina é mulher, e logicamente vaidosa. É importante acrescentar uma borboleta amarela, muita inocência e um dedinho com band-aid. Recolha com cuidado uma gotinha de orvalho, o brilho de uma joia, todos os matizes de um quadro de Renoir, uma pitada de sonho e muito carinho. Consiga um pouquinho daquela brisa que sopra do mar, uma colherinha da luz das estrelas, um sorriso inesperado, o ruído de uma onda na praia e deixe tudo isso ao luar. Misture tudo e acrescente muita ternura e amor, um pouco de teimosia e muita curiosidade, uma lágrima e duas asinhas de beija-flor.
É assim que são feitas as meninas.

Eu ainda tô aprendendo...



terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Ivete



Há por aí um preconceito ridículo (aliás, qualquer preconceito é ridículo) com relação à Ivete Sangalo por ela ser uma cantora de axé. Como se ela estivesse "amarrada" a um rótulo de tal maneira que cantar outro gênero de música é encarado como um sacrilégio. Ano Novo e continuo torcendo pra que os brasileiros e brasileiras que se consideram inteligentes abram mais a mente. Eu aceito que não gostem de um cantor ou cantora, conheço quem não goste de Lenine e Maria Gadú, por exemplo... Eu não gosto do Luan Santana, por exemplo. Não gosto da voz dele. Mas ter preconceito com relação a um artista, apenas por não gostar de um gênero musical e por isso não aceitarem que o tal artista cante músicas que fogem do seu repertório habitual, é demais pra minha loira cabecinha...

Ah, e por pura intuição, eu acho também que a beleza de Ivete incomoda algumas por aí...

Segue Ivete cantando... não axé, mas uma música que é tema da novela Fina Estampa.




Colhendo...






É preciso ter cuidado no que se planta e onde também...

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Sorria!





Eu dei um risinho com a dica da imagem. E acho mais que uma boa idéia começar o ano sorrindo, mas se for possível todos os dias, melhor ainda...
Bora lá, todo mundo sorrindo hoje!
Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.