sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Cartas






Hoje joquei fora uma infinidade de cartas que não mandei.
Em nenhuma havia palavras bonitas.
Em todas haviam dor e reclamação.
Do que calei.
Havia lágrimas que engoli.
E outras que rolaram rosto baixo.
Tristeza não foi feita pra ser guardada.
E sim, esquecida.

2 comentários:

salvoconduto disse...

Assim sendo o melhor é "rasgá-las" logo na altura.

Abreijos.

Cris Caetano disse...

Sem dúvida...

Abreijos

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.