quarta-feira, 21 de setembro de 2011

E... Partiu!






No fim de semana parto. Uma semaninha de descanço, volto em Outubro. Beijos

Exagerada




Exagerada toda a vida: minhas paixões são ardentes; minhas dores de cotovelo, de querer morrer; louca do tipo desvairada; briguenta de tô de mal pra sempre; durmo treze horas seguidas; meus amigos são semi-irmãos; meus amores são sempre eternos e meus dramas, mexicanos!

n.r.: Não durmo 13 horas seguidas, mas adoraria, no máximo são umas 6 e olhe lá. E quanto ao briguenta de mal pra sempre, dependendo da situação, fico sim, de mal pra sempre.



fonte:Clarice Lispector

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Tenho







Tenho o peito a sangrar de palavras atravessadas trespassadas que não ouso gritar Tenho os dedos presos nas páginas brancas de um caderno onde não escrevo nem sei pintar Tenho os olhos rasos de água que me saem em gotas pérolas que guardo para te dar Tenho um abraço apertado na garganta que tarda tanto em te abraçar....



fonte:Maria in blog O Cheiro da Ilha

Two and a Half Men com Ashton Kutcher



Vou sentir falta de Charlie Sheen, mas como ele explodiu e a única pessoa que viu foi a louca da Rose, não duvido que possa voltar, quem sabe? E gostei do episódio com Ashton Kutcher.


segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Setembro






Setembro é um mês carregado de lembranças e datas. Tô doida para vê-lo pelas costas.

domingo, 18 de setembro de 2011

Dalai Lama em São Paulo






Eu não esperava outra posição do Dalai Lama quando se diz favorável à desmilitarização mundial. Eu e outras tantas pessoas agradecemos por mais uma voz, como a de um líder religioso respeitado internacionalmente, 'gritar' contra.

"Em palestra pública para milhares de pessoas na manhã deste sábado, no Anhembi, o Dalai Lama, líder tibetano do budismo, falou sobre a guerra no Afeganistão como um exemplo de que os caminhos da violência são infrutíferos e pregou a desmilitarização mundial que, segundo ele, começa com o "desarmamento interno".

- A raiva, o ódio, o medo e a ganância são as causas primeiras da violência. É importante prestar mais atenção ao nosso mundo interno emocional. A partir da nossa capacidade de lidar com essas emoções negativas, podemos levar o desarmamento externo a acontecer - afirmou o líder religioso.

Na recepção do evento, o Dalai Lama foi recebido com aplausos e o prefeito Gilberto Kassab, que foi receber o katag (lenço branco oferecido em saudações budistas), foi vaiado. No meio de seu discurso, o líder religioso perguntou ao público se havia muita corrupção no Brasil e em São Paulo, ao que boa parte reagiu com braços abertos e gritos de "muita" e "very much!".

- A corrupção é como um novo câncer da humanidade. Ela se alastrou pelo ocidente e oriente. A corrupção foi crescendo ao lado do avanço material. Como é a situação no Brasil e em São Paulo? Ela existe? - perguntou o Dalai Lama, que também quis saber da platéia sobre a distribuição de renda no país.

À tarde, o último compromisso do líder religioso no Brasil será uma palestra no Sheraton WTC sobre o cultivo das emoções positivas, na qual está confirmada a presença do ex-jogador de futebol, Ronaldo, e sua mulher, Bia Anthony. Na quinta-feira ele havia se reunido com empresários e, na sexta, participou de um simpósio científico.

A mensagem que o líder budista quis imprimir, no entanto, foi a de um legado de secularismo, ao qual fez uma única ressalva, o "secularismo enviesado do comunismo", em alusão à China, que ocupa sua terra natal, o Tibete.

- Há muitos aqui que têm entre 20 e 30 anos. Minha geração está pronta para dizer tchau e ir embora. Mas vocês que são a geração deste século e precisam assumir a responsabilidade e encontrar uma forma para criar um mundo pacífico e compassivo - disse.

O líder explicou que a maior parte da população mundial hoje não está ativamente engajada em práticas religiosas. Portanto, para cultivar bons valores morais, o secularismo seria o mais adequado, apesar de ele defender o espírito de "renúncia" das religiões teístas e os princípios de promoção dos bons atos das tradições não-teístas, como o budismo.

- Grande parcela da humanidade não tem interesse por uma fé religiosa. Essa é a realidade. Se uma pessoa tem uma crença, isso é questão de foro intimo. Mas não podemos negar que os não-crentes também fazem parte da humanidade. Para eles, a paz interior, a felicidade e a alegria também são valores importantes (...) O cultivo de valores internos formam a base da vida feliz. Isso deve ser feito através da educação, não pela pregação (religiosa). É importante que esses conceitos tenham abrangência universal - disse o Dalai Lama.

- Precisamos ensinar, do jardim de infância até a faculdade, que a moralidade é o caminho da felicidade. O sistema educacional moderno presta somente atenção no desenvolvimento do cérebro e não o desenvolvimento moral - completou."


fonte:Infoglobo

sábado, 17 de setembro de 2011

Li por aí...





A gente finge que arruma o guarda-roupa, arruma o quarto, arruma a bagunça. Tira aquele tanto de coisa que não serve, porque ocupar espaço com coisas velhas não dá. As coisas novas querem entrar, tanta coisa bonita nas lojas por aí. Mas a gente nunca tira tudo. Sempre as esconde aqui, esconde ali, finge para si mesmo que ainda serve. A gente sabe. Que tá curto, pequeno, apertado. É que a gente queria tanto. Tanto. Acredito que arrumar a bagunça da vida é como arrumar a bagunça do quarto. Tirar tudo, rever roupas e sapatos, experimentar e ver o que ainda serve, jogar fora algumas coisas, outras separar para doação. Isso pode servir melhor para outra pessoa. Hora de deixar ir. Alguém precisa mais do que você. Se livrar. Deixar pra trás. Algumas coisas não servem mais. Você sabe. Chega. Porque guardar roupa velha dentro da gaveta é como ocupar o coração com alguém que não lhe serve. Perca de espaço, tempo, paciência e sentimento. Tem tanta gente interessante por aí querendo entrar. Deixa. Deixa entrar: na vida, no coração, na cabeça.


Caio Fernando Abreu

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Ah!



Já tinha fechado a loja, mas um amigo foi publicar esta e não resisti.





Holandesa é detida após ligar 65 mil vezes para suposto namorado



Me deu pena dos dois. Eu já recebi, há muitos anos atrás, telefonemas anônimos de um homem que descrevia a roupa que eu usava e me telefonava todos os dias. Não consegui descobrir quem ele era e foi assustador. Na época, o problema foi resolvido com o meu pai atendendo sempre ao telefone e o louco me deixou em paz.

Aqui a pessoa não é desconhecida da vítima, mas demonstra ser uma pessoa transtornada e me deu imensa pena dela, que não deveria ter sido presa, mas sim encaminhada a um tratamento psicológico. Bem que o juiz poderia ter demonstrado alguma compaixão pela senhora e ter agido de forma mais correta.

"Uma holandesa que telefonou 65 mil vezes para um homem no último ano - em uma média diária de 178 ligações - foi detida e corre o risco de ser processada por perseguição.

O suposto alvo de perseguição disse à polícia que foi 'bombardeado' com as ligações, mensagens de texto e e-mails da acusada.

Segundo os advogados da mulher, de 42 anos, ela alega ser namorada do homem em questão, e nega que suas ações sejam excessivas.

A 'vítima', de 62 anos, nega que ambos estivessem em um relacionamento.

A polícia fez buscas na casa da mulher, na cidade de Roterdã, e apreendeu vários celulares e computadores.

A correspondente da BBC em Haia, Anna Holligan, diz que, em uma audiência preliminar, um juiz concedeu liberdade sob fiança à mulher, sob a condição que ela deixe o homem em paz.

No entanto, apenas algumas horas depois de ser solta, a mulher supostamente ligou mais uma vez para o homem, afirma a correspondente da BBC.

A acusada está detida desde então. Ela compareceu à corte nessa quarta-feira, e a data para uma nova audiência ainda será definida
."


fonte:G1

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Inocência






Com o passar do tempo me dei conta que perdi um bocado da inocência. Não que eu fosse inocente com essa idade toda, mas havia ainda uma certa pureza, e a pureza é sempre bonita. Não sei se culpo a vida... melhor não culpar nada nem ninguém.

Só sei que hoje enxergo, com muita clareza, o que antes não enxergava de jeito algum.

Tá rindo, é?





segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Refletir





Pensar, é como espiar para um corredor com mil possibilidades. Cada porta, uma escolha. Muitas vão se abrir para o nada, outras, para um jardim de promessas. Hora de tirar os disfarces, aposentar as máscaras e reavaliar, reavaliar-se. Pensar pede audácia, pois refletir é transgredir a ordem do superficial que nos esmaga.

Lya Luft

domingo, 11 de setembro de 2011

11 de setembro





Eu não ia escrever nada sobre o atentado do 11 de setembro, mas tenho lido tanta sandice na net que resolvi deixar uma pequena notinha.

Fica aqui a minha compaixão por todos os mortos no 11 de setembro e por seus familiares, sejam americanos ou não.


foto:Google

sábado, 10 de setembro de 2011

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Vingança





Muitas frases espirituosas já foram escritas a respeito de vingança. Gosto de uma que diz:"Contra quem lhe tomou a esposa, não existe vingança melhor do que o infeliz ficar com ela pra sempre." Vale para ambos os sexos, acrescento.

A vingança é uma atitude de mau humor, e o mau humor pode ser risível. Eu, ao menos, acho engraçado que alguém perca tempo se dedicando a se vingar de quem quer que seja, deixando claro o quanto se sentiu ofendido. Há vingança melhor do que não dar a mínima?

Mas, para a maioria das pessoas, é difícil ficar indiferente diante de uma situação que, a priori, causou prejuízo. Até o Velho Testamento cita o "olho por olho" como forma de sanar o dano causado. Toma lá, dá cá. Aqui se faz, aqui se paga. O.k., mas é um desperdício de energia.

Não chego ao cúmulo de oferecer a outra face, que isso é coisa para santo. Perdoo, mas me blindo. Se aprontou uma vez, aprontará outra. Fico na minha, me fortaleço e trato de viver cada dia melhor - nada irrita mais nossos inimigos.

Pesquisas indicam que as mulheres são mais vingativas do que os homens, o que não enobrece a classe. Transar com outro, sem estar a fim, só porque fomos traídas? Roubar o namorado da amiga porque ela ficou com nosso emprego? Espalhar boatos pela internet porque alguém foi desleal? É a confirmação de nossa pequeneza, que passa a se igualar à pequeneza de quem falhou conosco.

Felizmente, o caso da iraniana Ameneh Bahrami contraria as pesquisas. Um mês atrás ela perdoou o homem que lhe jogou ácido no rosto, cegando-a. Ela o salvou minutos antes dele próprio ter os olhos corroídos por ácido no hospital de Teerã. O médico já estava com o material na mão para consumar a vingança (autorizada pelas leis islâmicas). O agressor estava de joelhos, aos prantos, aguardando o pior, quando chegou o telefonema com o perdão da vítima. Por que Ameneh desistiu de pagar com a mesma moeda? Sei lá, talvez porque não foi um filho dela que o maluco cegou (mexam com nossas crias e bye bye superioridade), mas o mais provável é que o mal nunca tenha feito parte de sua natureza. Ela não quis ser como ele.

Dizem que se vingar dá uma sensação agradável, que a vingança é doce, traz consolo, segurança. Estão aí os defensores da pena de morte para confirmarem o júbilo que a vingança provoca. Eu sigo achando que lutar por justiça é um dever, mas se vingar é tosco. Só é aceitável quando o destino é que se vinga por nós, sem que a gente suje as mãos. Há que se confiar na providência divina.

Já a vingança planejada é uma infantilidade que só confirma o quanto o outro nos abalou. Prefiro não dar esse gostinho.


. . .


Eu concordo, e você?




Martha Medeiros

Equipe





Pra quem não sabe: sozinho não se vai muito longe.


terça-feira, 6 de setembro de 2011

Do Amor





Eu o amava. não com esse amor de carne, de querer tocá-lo e possuí-lo e saber coisas de dentro dele. Era um amor diferente, quase assim feito uma segurança de sabê-lo sempre ali.

Caio Fernando Abreu

Como ser um(a) chato(a) em 5 lições






1 - Critique, qualquer coisa. Por exemplo: o comportamento alheio, constantemente.
2 - Seja o sabichão. Aquele que já leu tudo, viu tudo, enfim... chato...
3 - Corrija o outro. Quando ele fala, quando escreve...
4 - Interrompa enquanto o outro fala. Ele conta um "causo" e você lembra de outro "causo" melhor e corta a conversa a meio.
5 - E reclame. Reclame por isso, por aquilo, por aquela outra coisa também.

É muito fácil ser um(a) chato(a).

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

10 Tipos de homens que toda mulher deve evitar






Existem certos tipos de homens que não trazem benefício nenhum ao relacionamento e só estão por aí para fazer as parceiras sofrerem. Pois é, infelizmente esses “tipinhos” existem e é melhor que todas as mulheres estejam preparadas para lidar com eles ao encontrá-los.

Conheça os principais tipo de homens que devem ser evitados, descubra se há por perto alguns destes e veja como se livrar deles.

1) O Mascarado:
Sabe aquele cara que parece perfeito, é super educado e te trata com o maior carinho. Ele é aquele tipo que aparece quando você está frágil porque acabou de terminar um namoro. De mansinho ele te conquista e quando você está bem apaixonada o cara começa a aprontar. O pior é que ele apronta todas e depois aparece com aquela carinha de anjo e você vai logo perdoando.
Lidar com este tipo é difícil, pois normalmente você só percebe que ele é assim quando já está caidinha por ele. Mas não tem jeito, é preciso se livrar dele o quanto antes, já que este tipo de homem só se interessa pelas mulheres quando elas não estão na deles.

2) O Capacho:
Ele faz tudo por você, mas na hora de tomar decisões é você quem deve fazer tudo por ele. Este tipo de homem é muito carente e se esconde atrás da sua personalidade. Se você não aguentar a chatice de conviver com um capacho, seja sincera com ele e termine o namoro. Provavelmente ele te pedirá outra chance e é provável que você considere o pedido, porque ele pode ser um namorado em potencial e se souber que tipo de homem você quer ele fará o possível para conseguir ser este tipo.

3) O Jogador: Este tipo de homem está sempre competindo com você e faz o possível para se sentir o melhor em tudo e jogar a sua auto-estima lá para baixo. Manipulador e especialista em respostas ambíguas, ele está sempre invertendo o jogo e fazendo você acreditar que está errada. Não vale a pena insistir em uma relação com este tipo de homem. O melhor mesmo é não entrar no jogo dele e cair fora.

4) O Traumatizado: Este homem já sofreu muito com outras mulheres e por isto é muito desconfiado e faz de tudo para evitar compromissos. O traumatizado costuma falar muito do seu relacionamento passado, sempre se lamentando e lembrando como ele foi bom para ela e como ela feriu seus sentimentos. Terminar com ele é fácil, afinal vocês nem estão namorando ainda. Se quiser algo mais sério, você pode ir ganhando a confiança dele aos poucos e provar que nem todas as mulheres são iguais. Haja paciência para lidar com um homem assim…

5) O Mulherengo:
Ele joga charme para todas as mulheres e não perdoa nem a sua melhor amiga. Identificar o mulherengo não é difícil, já que ele costuma não respeitar muito quem está com ele e ataca até mesmo quando você está com ele. Não tem como corrigir um tipo desses, portanto se você não é chegada em fazer parte de relacionamentos abertos, o melhor é pular fora logo e deixar que ele procure outra. Sinto muito, mas insistir em um relacionamento com este ser é muita burrice.

6) O Homer Simpson: É muito fácil reconhecer este tipo de homem, pois é só chegar o final de semana que ele não abre mão de ficar na frente da TV com a latinha de cerveja na mão. Ele parece nem notar você, mas é super dependente e parece até uma criança de dois anos de idade (e o pior é que não tem nem metade da energia). Este homem até tem as suas qualidades, mas você corre um sério risco de virar a sua empregada e de deixar a sua vida social de lado por causa dele. Para lidar com um tipo desses o jeito é negociar e não ceder ao jeito folgado do sujeito. Se não agüentar a pressão, caia fora.

7) O Sabe-tudo: Você até pode gostar dele num primeiro momento, mas aos poucos o ar de superioridade deste homem vai deixá-la enojada. Haja estômago para conviver com o sabe-tudo, ele é irônico e despreza quem tem menos conhecimento que ele. Se não for o seu objetivo ser uma das pessoas mais cultas que ele conhece é melhor deixá-lo, pois ele não vai te respeitar mesmo. Se quiser ser igual a ele, corra atrás do prejuízo e boa sorte!

8) O Controlador:
Este cara parece um computador, com agenda e calculadora, para controlar os seus passos e as suas contas, ou seja, a sua vida. Muito egoísta, ele controla a sua vida mas não deixa que você controle a dele. Assim, se ele quer fazer alguma coisa você precisa estar disponível. Porém, quando o desejo de sair é seu ele nunca tem tempo. Se quiser ficar com este rapaz, aprenda a impor as suas vontades e exija mais dele. Para se livrar dele, basta ir para a casa da sua amiga e não aparecer naquele programa chato que ele inventou.

9) O Metido: Sempre com roupas da moda e o carro do ano, ele homem só vai a lugares chiques e exige que você se porte a sua altura para ter o direito de acompanhá-lo. Reconhecer este tipo é muito fácil, já que ele está sempre se exibindo e a sua aparência costuma ser muito melhor do que a sua realidade. Se você for assim também, ótimo, mas se não está acostumada a tanta futilidade, é melhor ir se acostumando por que ele não deve mudar nunca. Para acabar com o namoro com este metido, faça-o ele ter vergonha de você que o relacionamento vai terminar rapidinho.

10) O Indeciso: Sempre encima do muro, este tipo nunca se decide se quer ou não ficar com você. Ele não sabe ficar sozinho e vai sempre atrás de você. Infelizmente, ele não virá com a resposta que você tanto quer ouvir e se você aceitá-lo assim, ele continuará sobre o muro para sempre. Não tem jeito, se você quiser ficar com ele vai ter que se impor e fizer com que ele se decida antes de ficar com ele de novo. Para se livrar dele você terá um trabalhão, pois ele ficará correndo atrás e você não terá sossego.

Claro que você pode encarar bem algum tipo desses e ainda ser muito feliz ao lado dele. Mas estes são homens realmente difíceis e, mesmo que não exista o homem perfeito, o melhor é evitar certos homens, cujos defeitos são realmente insuportáveis.

. . .


Nem imagino porquê recebi isso por email... mas vamos combinar que depois de lermos tal listinha, a conclusão é que o homem dito normal (aquele que mesmo com defeitos não causa danos) é um espécime raríssimo. Então, meninas, caso vocês achem o tal bicho raro, por favor, não façam propaganda. Fica a dica!



fonte:email

Bom djia, djia!



Bora começar a semana com Seu Jorge? E pra quem não entendeu: "A doida vazou" é o mesmo que "A doida se mandou". Ela sumiu, brow! Escafedeu-se!





sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Acolher





Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.


Cora Coralina

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Trança






Quando olhei esta foto pensei: ah, vou fazer em mim. Tolinha...segundos depois me lembrei que meu cabelo, quando faço uma trança, fica da espessura de uma (isso mesmo, uma) das tranças da loirinha da foto. Sensação meio frustante.
Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.