quarta-feira, 27 de abril de 2011

Partidas






Então, de repente, sem pretender, respirou fundo e pensou que era bom viver. Mesmo que as partidas doessem, e que a cada dia fosse necessário adotar uma nova maneira de agir e de pensar, descobrindo-a inútil no dia seguinte - mesmo assim era bom viver. Não era fácil, nem agradável. Mas ainda assim era bom. Tinha quase certeza.


Caio Fernando Abreu

4 comentários:

Dona Frick disse...

Voltei! e como sempre adorei!
Como está?
Bjos,

Cris Caetano disse...

Iêeeee! Que boa notícia! :)

Tudo ótimo, querida!

Beijão

Luis Eme disse...

sim. de certeza.

beijos Cris

Cris Caetano disse...

Beijos, Luis

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.