segunda-feira, 11 de abril de 2011

Língua portuguesa





Sou uma apaixonada pela minha língua. Morro com alguns que teimam em assassiná-la. Gosto de brincar com sua fonética na forma escrita e admito que sua gramática é dificílima.

Tenho percebido nas minhas andanças pela net, que a maioria não sabe como usar o "isso/isto", "esse/este" ou "essa/esta" e numa tentativa de não errarem metem logo o "isto", "este" e "esta" sempre, errando na mesma. Eu mesma fico em dúvida várias vezes.

Achei na net uma página que explica bem o assunto, do Prof. Paulo Roberto. Segue abaixo:

"ST > aqui, cá > meu, minha, nosso > tempo presente ou futuro + próximo > anáforas

SS > aí > seu, teu, vosso > tempo passado ou futuro + remoto > catáforas

Exemplos: “Isso aqui está ótimo” (erro!) > Corrija: “Isto aqui está ótimo”

“É isto aí” (erro!) > Corrija: “É isso aí”

“Essa minha mania...”(erro!) Corrija: “Esta minha mania...”

“Este seu jeito...” (erro!) Corrija: “Esse seu jeito...”

Se você se refere à semana, dia, ano, mês correntes, use st:
“Nesta semana”, “Neste sábado”, “Neste mês...” Neste ano...”

Em referências ao futuro mais próximo, também use st:
“Neste domingo” quer dizer no próximo domingo.

Nas referências a tempo passado, use ss:
“O ano de 2007 foi atípico. Esse ano trouxe muitas surpresas para nós...”
“Janeiro foi bom. Nesse mês pude realizar alguns dos sonhos...”

Se você remete a um futuro mais distante, use também ss:
“John Lovelock disse que em 2100 haverá uma grande catástrofe. Nesse ano, 75% da população da Terra desaparecerá. “

Obs.: cuidado com o tempo verbal: com o verbo no pretérito, use ss; com o verbo no presente, use st:
“Li sua crônica. E percebi nessa leitura que...”
“Estou lendo sua crônica. E percebo nesta leitura que...”

Nas anáforas (quando o pronome demonstrativo retoma algo já mencionado), o demonstrativo adjetivo deve receber o radical ss:
“ A Receita informou que o país arrecadou 600 bilhões de reais em 2007. Esse dinheiro vai para o Orçamento federal e...”
“O governo disse que criará um imposto especial sobre lucros exorbitantes. Essa medida visa à distribuição mais justas de riquezas e...”.

Nas catáforas (quando o demonstrativo é usado antes do fato mencionado), use o st:
“Hugo Chavez tomou posse pela 3ª vez como presidente da Venezuela, trazendo estas duas novidades: governar o país por decretos e estatizar as multinacionais.”

Nas anáforas em que se fazem duas menções, retome a 1ª com aquele(a) e a última(2ª) com este(a):
“Pelé e Roberto Carlos são dois ídolos; aquele do futebol e este da música romântica.”
“O capitalismo e a democracia sempre caminharam juntos, entretanto aquele na contramão desta.”

Agora é por em prática. A língua portuguesa é assim: decorar regrinhas para não ter erro.


fonte:Prof. Paulo Roberto

5 comentários:

Georgia disse...

Cris minha amiga, olha eu já deixei de mao, a cabeca nao memoriza mais essas coisas e por estar fora há tanto tempo a coisa piorou de vez, rs.

Mas mesmo assim obrigada pelo post, rs.
É isso ai? É isto ai? rs

Bjao

Cris Caetano disse...

rsrsrsrs Ai, Ge... enquanto escrevia isto ontem, pesei: "Ai, meu Deus, que a Ge passa por aqui e ela precisa se abstrair do português... " rsrsrsrs

Abstrai, amiga... pra quem vive aqui já é muita informação para ser absorvida, então morando na Alemanha? Ah, abstrai, abstrai... rsrsrs

Beijão

Cris Caetano disse...

*pensei

salvoconduto disse...

Conferi, pelo menos este exemplo está certíssimo, "O capitalismo e a democracia sempre caminharam juntos, entretanto aquele na contramão desta." :)

Abreijos.

Cris Caetano disse...

rsrsrs Sem dúvida que está!

Abreijos

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.