segunda-feira, 28 de março de 2011

Sem paciência



A necessidade que algumas pessoas têm de que se concorde com o ponto de vista delas, me deixa profundamente irritada.

Por isso fazem guerras, por isso se matam. É tão ridículo ter que ter razão por motivos fúteis e mesmo quando o motivo é sério é tão fácil: se a afinidade não existe o afastamento é a melhor hipótese, mas ter que concordar só porque se quer é gostar de não viver em paz.

Não tenho a menor paciência com pessoas assim, causam-me enfado. E lá vou ter que ouvir meu mantra. Ó, dó, viu? E hoje ainda é segunda-feira.

A vida é tão rara, pessoas... sejamos menos intransigentes e vivamos mais em paz, ok?





4 comentários:

Georgia disse...

Bom dia Cris. Ah, minha amiga, entao somos duas, porque eu tb nao tenho saco prá isso nao.

Bjao

Cris Caetano disse...

Bom djia, Ge! :)

Ah, fya, as pessoas têm mania de complicar o que é simples. Sem paciência mesmo, amiga...

Beijão

Regina Coeli Carvalho disse...

E haja paciência.
Como disse Viviane Mosé: "Ando sem concordância verbal para certas coisas".
Abraços.

Cris Caetano disse...

Ah, menina... e eu?

Dizem que sou um autêntico Dalai Lama no quesito paciência (mas não concordo), então imagina o quanto ela se esgotou até a ter perdido.

Beijos

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.