quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Educação






Estar perto de um grupo de adolescentes é uma das experiências mais desagradáveis, pelo menos no Rio de Janeiro, não sei como é em outros Estados do Brasil. É ter de se preparar para ouvir palavrões como vírgula e as meninas conseguem ser piores que os meninos.

Não sou pudica, eu falo palavrão, mas com a boca cheia e quando eu preciso falar. E o que tenho reparado é que o uso do palavrão não tem a ver com a classe social mais baixa, aliás escuto muito mais de adolescentes classe média alta do que de outras classes sociais.

O que está acontecendo? Considero uma afirmação de personalidade por um caminho torto, eles são agressivos conversando entre si. Como é a conversa desses adolescentes em casa? E será que conversam com seus pais? Quem são os pais dessas criaturinhas?

Palavrão é hábito e eu fico imaginando como será a vida profissional desses adolescentes quando adultos, as entrevistas de emprego que terão e ao mesmo tempo me bate uma imensa curiosidade sobre como os pais desses adolescentes se comportam socialmente e profissionalmente. Será que criaram uma tribo a qual desconheço?

Eu só quero entender...



foto: Google

5 comentários:

Maria disse...

Por aqui é igual, Cris.
Numa frase de 5 palavras 4 são palavrões...

Beijinho.

Luis Eme disse...

o Brasil é o mundo.

é assim em Portugal e provavelmente na China, mas aqui mais às escondidas...

beijos Cris

Anya disse...

Meow..meow..
Hi Auntie Cris
I have birthday today
you are invited :-)
Meow..meow..
Hugs and lick on your nose
from
Kareltje =^.^=

:)

Cris Caetano disse...

Que pena, eu tinha esperanças que fosse diferente... :(

Beijos aos dois

Cris Caetano disse...

Woooow Happy B-Day, gorgeous!!!
I'm coming! Thanks! :D

Kisses at your nose :)))

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.