quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Se mete!






Acho que tenho que começar a achar graça de um determinado tipo de pessoa ao contrário de me irritar com elas.

Há pessoas que falam mal dos outros achando que você tem memória de ameba ou é ingênua a ponto de não perceber suas intenções. Aí o que você faz? Se afasta do "espírito mal" e segue a sua vida e foge do confronto.

Acabou. Acabou?! Que nada! A pessoa ressurge do limbo mesmo depois de enterrada, devagarinho, como quem não quer nada. Aí já é abusar da sorte. Mas mesmo assim, você educadamente pede à pessoa para não te enviar mais nada porque você não quer contato; e devia ficar por aí, não é mesmo? Que nada, porque pessoas assim, insistem em acreditar que são espertíssimas e que você é burra e resolvem perguntar o que houve.

E, pra quê? Aí, me segura, que o sangue sobe, mas é preciso manter-se no salto, e educadamente você relembra à pessoa mentirosa o que ela disse e obviamente ela diz que não disse. O que fazer? Rezar. Rezar muito, porque a única coisa que se quer é distância de gente desse tipo.

Então, se mete! Que a minha memória não é de ameba e eu sou loira, mas não sou burra!


fonte:CacaoCocoa

4 comentários:

Maria disse...

Ah....... como eu sei tão bem do que falas...

Beijinho, Cris.

Cris Caetano disse...

Pois é, pois é...

Beijinhos, Maria.

Regina Coeli Carvalho disse...

Olá,
Pessoas assim são os verdadeiros vampiros emocionais.
Distância sim, sair do salto jamais!
beijocas.

Cris Caetano disse...

Sem dúvida, Regina... percebi quando conheci a pessoa, foi uma tortura responder-lhe, mesmo sendo por email.

Beijão.

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.