terça-feira, 28 de setembro de 2010

Karma






No Budismo costuma-se dizer: O Karma existe e funciona, quer acredites nele ou não. Anyways, o que é o Karma?

O Karma é basicamente isto: Colhes o que semeias.
Se semeias tempestades, acabarás por colher tempestades.
Se semeias bonança, acabarás por colher bonança.

Ou seja, todas as acções que nós praticamos produzem energia. As boas acções produzem energia positiva, as más acções produzem energia negativa. A energia produzida pelas nossas acções, boa ou má, volta sempre a nós. Isto é o Karma.

Para além do Karma que nós vamos desenvolvendo nesta vida, de acordo com as nossas acções e atitudes, também existe o Karma que trouxemos de vidas passadas.

Por exemplo: Um homem de negócios cujo negócio não evolua, não dê lucro, apesar de ele ser boa pessoa e bom profissional pode significar que noutra vida ele tenha sido uma pessoa geralmente avarenta. Por outro lado, aqueles cujos negócios correm bem geralmente são pessoas que gostam de dar e foram muito generosas noutra vida.

Ora o homem de negócio a quem o negócio corre mal devido ao Karma herdado de outra vida pode purificar o seu Karma atual. Como? Através de acções que tenham mérito e do arrependimento.

É claro que arrepender-se de acções más praticadas noutra existência, das quais nem nos lembramos e nem sabemos exatamente em que consistem é um exercício que só os que acreditam nestas coisas poderão praticar.

A purificação dos Karmas negativos é uma espécie de cancelamento de uma dívida contraída noutra existência ou até mesmo nesta vida.

Como é que se cancela essa dívida?
1. Através do arrependimento sincero
2. Através da recolha de méritos (praticando o bem o mais possível)
3. Pelo poder da força oponente (Ou seja, se roubaste no passado agora ajuda as vítimas de roubo ou dá o mais que puderes aos outros.)
4. AINDA há aqui um 4º ponto, mas trata-se de um ponto já mais esotérico, válido apenas para quem pratica o Budismo e acredita. Se não nem faz sentido.

COMO PÔR em prática os ensinamento contido no ponto 2?

Para purificar o nosso Karma (e isto de acordo com o Budismo) não basta que pratiquemos o Bem. Antes de praticarmos as boas acções devemos dizer que as estamos a praticar (ou que as vamos praticar) para purificação do nosso Karma. E no fim de as termos praticado devemos dedicar a boa energia que a pratica dessa boa acção produziu a todos os seres vivos, desejando que todos os seres vivos possam ser felizes.

Pronto, assim muito resumidamente é isto!

Não há purificação de Karma que nos impeça de morrer ou de envelhecer, porque isso são condições indiscutíveis da existência humana. Foi para conhecermos esse sofrimento que viemos a este mundo. Temos de aprender essa lição.

Mas há Karmas (dizem os budistas) que ao serem purificados até podem fazer com que as pessoas se curem de doenças graves e fatais. No Tibete há imensos exemplos.

. . .


Não, não me converti ao Budismo, apenas estou aberta - sempre - a bons ensinamentos.



Mega vibes a quem passar neste Nuvens



texto:Ana Grichetchkine

4 comentários:

Luis Eme disse...

penso qum pouco assim...

(não me digam que sóu budista sem saber...)

bjs Cris

Cris Caetano disse...

Ora, ora, bom saber... estás no bom caminho, sem dúvida. :)

Beijos, Luis

Ana disse...

Será?

As minhas crenças já andam muuuuuito por baixo.
Sorte de quem ainda consegue acreditar.

Beijinho

Cris Caetano disse...

Não sei, estou tentando.

Como bem sabes a fé não me falta. :)

Beijinhos

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.