terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Felicidade

E houve um tempo em que eu só queria ser feliz... hoje não sei o sinônimo de felicidade, e também me pergunto se querer ser feliz não é uma atitude ignóbia perante tanta desgraça no mundo.

E o que é realmente essa felicidade que todo mundo fala quando diz que quer ser feliz? Vira e mexe, principalmente quando me sinto magoada ou triste me faço essa pergunta.

Pode parecer piegas, aliás vai parecer mesmo, mas já senti uma imensa felicidade em olhar pra um céu azul, com nuvens num dia de sol quando a temperatura era a mais agradável possível andando por Petrópolis, passando por uma paisagem estonteante num passeio no Norte de Portugal e ganhando beijos e abraçando pessoas de quem gosto e brincando com o meu cachorro.

Talvez felicidade não se explique (e continuo divagando sem respostas concretas), talvez seja uma sensação que pode durar segundos ou poucos minutos, mas é algo tão prazeroso que deixa na gente um sorriso largo de contentamento e faz com que nos recordemos desses instantes mesmo passados muitos anos.

Estou em busca novamente dessa felicidade - ou outro nome que isso tenha-, desse prazer rápido que enche a alma, que preenche o corpo todo e que se quer que dure pra sempre, mas não dura, mas não importa, quero de novo encontrá-la.

. . .


E eu achava também que só ia escrever aqui em fevereiro, mas senti necessidade de escrever novamente.



0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.