segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Offline

Estou praticamente offline e me sentindo na idade da pedra.. exagero, mas quase mesmo.

O botão liga-desliga do meu computador deu problema, portanto meu amado foi para o conserto e me vi obrigada a me conectar ao meu jurássico computadorzinho que quase criava poeira no quarto de arrumação. Só que nem tudo são flores e este aqui além de muito lento, trava assustadoramente e isso me impede de postar e fazer comentários pelo stress que causa.

E não ando com paciência para stress, me perdoem a franqueza.

Estou chateada por estar me sentindo em estado "offline", e a única coisa que funciona mais ou menos, mas mesmo assim lento e sem som, é o msn. Podem me encontrar por lá ou pedirem-me para adicionar.

Volto daqui há alguns dias, quando meu amado e veloz computador retornar à casa.

Hoje não há imagens e nem música, sinto muito mesmo. Beijinhos a todas e todos.



sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Selinho

Declaração de afeto




Me amarro num selinho e ganhei mais um, da minha amiga queridíssima, Natalia, do blog Se o "se" não tivesse ficado só no "se"....

As regras são, além de linkar quem ofereceu, e já está linkado no parágrafo anterior, selecionar 10 blogs para repassar o selo, avisá-los, e criar uma declaração de afeto para os mesmos. Como por quem tenho afeto, costuma passar por aqui, dispenso o aviso... é o meu jeitinho.


Declaração de afeto:

A net é um "mundo" complexo, tanto pode lhe causar aborrecimentos, tristezas, como pode lhe causar surpresas e alegrias. Os amigos virtuais que vão aparecendo me surpreendem pelo melhor, pela demonstração de afeto e alguns mesmo numa demonstração de amizade que enchem o coração dessa manteiga derretida que se chama Maria Cristina e é bastante conhecida por Cris, Euzinha, essa que vos escreve. É prazeroso descobrir coisas novas, dicas, aumentar meu conhecimento e me surprender pela sensibilidade através dos blogs desses amigos viurtuais. Quantas vezes precisei fugir da net pra respirar e colocar a cabeça no lugar e quantas vezes voltei por eles. É bacana. Obrigada a todos os que já fazem parte desse espaço como amigos e a todos os que me acompanham. Muitos beijinhos.


Anya - Kareltje in ikke!
Carol - Batom
Georgia - Saia justa - Ano IV
James - Minha Literatura Agora
Luis - O Casario do Ginjal
Maria - O Cheiro da Ilha
Mauri - A Katana de Bambu
Natalia - Se o "se" não tivesse ficado só no "se"...
Salvo - Salvo-conduto
Wania - Encantaventos

fonte:Natalia

Se joga que hoje é sexta




fonte:Ayrton Freire

Música de hoje




fonte:Ayrton Freire

One last cry



My shattered dreams and broken heart
Are mending on the shelf
I saw you holding hands
Standing close to someone else
Now I sit all alone
Wishing all my feeling was gone
I give my best to you
Nothing for me to do

But I've one last cry
One last cry
Before I leave it all behind
I've gotta put you out of my mind this time
Stop living a lie I guess
I'm down to my last cry

I was here, you were there
Guess we never could agree
While the sun shines on you
I need some love to rain on me
Still I sit all alone
Wishing all my feeling was gone
Gotta get over you
Nothing for me to do

But I´ve one last cry
One last cry
Before I leave it all behind
I've gotta put you out of my mind this time
Stop living a lie

I know I've gotta be strong
'Cause all my life goes on and on and on... and on

But I've one last cry
One last cry
Before I leave it all behind
I've gotta put you out of my mind for the very last time
Been living a lie
I guess I'm down
I guess I'm down
I guess I'm down
To my last cry


fonte:Euzinha

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Preguiça



Ando numa preguiça de dar dó... qualquer coisa me deixa enfadada, até ler que eu gosto tanto, nesse momento está sendo difícil... preguiiiiiça.

Só não me cansa pensar nas minhas férias, no frio gostoso que vou sentir e mais numas outras coisinhas... aí abro um sorrisão de satisfação.


foto: Google

Ô calor...

Xuáááááá....






fonte:CacaoCocoa

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Música pra hoje




fonte:Ayrton Freire

Olhei-me a mim





Se te pareço noturna e imperfeita
Olha-me de novo. Porque esta noite
Olhei-me a mim, como se tu me olhasses.
E era como se a água
desejasse.

Escapar de sua casa que é o rio
E deslizando apenas, nem tocar a margem.

Te olhei. E há um tempo.
Entendo que sou terra. Há tanto tempo
Espero
Que o teu corpo de água mais fraterno
Se estenda sobre o meu. Pastor e nauta

Olha-me de novo. Com menos altivez.
E mais atento.


Hilda Hilst
foto: Anke Merzbach

Tatuagem




fonte: Violet Voice

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Boa semana!




fonte:Ayrton Freire

Traumas



Engraçado como algumas imagens podem causar sensações menos agradáveis e fazem com que voltemos ao passado. Odeio química. Não é "não gosto", é odeio mesmo. Vi a imagem da tabela periódica no site "Inspire me, now!" e ainda levei um minuto pra perceber que a tabela foi usada na criação de uma mesa... fiquei ceguinha, só enxerguei a tabela.

Nunca fui boa em decorar nada, sempre fui avoada e o mínimo de barulho no ambiente de estudo fazia minha mente viajar e sair dos livros, só conseguia absorver o que estava lendo se usasse algum meio onde pudesse raciocinar, decoreba por decoreba nunca deu certo comigo.

A única matéria que sempre tive aversão foi química, nem biologia me causava tanta repulsa. Passava raspando, meus boletins de colégio são engraçados, notas excelentes em todas as matérias e o a nota mínima exigida pra passar em química.


fonte:Inspire me, now!

domingo, 22 de novembro de 2009

Elis

Por que Elis?


Porque era uma intérprete magnífica...




fonte:Euzinha

Papo de mulher: A vaca



De acordo com a psicóloga Ayala Pines, ciúme é "a reação complexa a uma ameaça perceptível a uma relação valiosa ou à sua qualidade." Provoca o temor da perda e envolve sempre três ou mais pessoas, a pessoa que sente ciúmes - sujeito ativo do ciúme -, a pessoa de quem se sente ciúmes - sujeito passivo do ciúme - e a terceira ou terceiras pessoas que são o motivo dos ciúmes - pivô do ciúme. É o que está escrito na Wikipédia.

Já li que o ciúme é uma paranóia e também a linha divisória entre imaginação, fantasia, crença e certeza que freqüentemente se torna vaga e imprecisa. Mas será mesmo? Ou pode ser apenas uma raiva perante a atitude da outra, a famosa e conhecida "VACA", que dá todas as mostras que está preparando o bote pra cima do seu querido, que apático se mantêm alheio como se nada estivesse acontecendo? A vaca inflama o ego dos gostosões, mostra que mesmo não sendo mais a atual, ou mesmo sendo apenas uma ex-ficante, ainda os desejam. E qual é o homem que não gosta disso?

Há pessoas que vêem chifre em cabeça de burro, um simples "bom dia" à uma outra mulher faz da vida do homem o mais nervoso e intranquilo dos mortais perante a louca que habita a sua casa. Há casos e casos.

E toda mulher tem uma intuição quase diabólica, que não dá pra adivinhar os números da mega sena, mas consegue adivinhar qual é a vaca que age sorrateiramente como amiga do seu "mais que tudo". Ela deixa recados, marca beijos, sente saudades, diz que a amizade é coisa pra ser cultivada e você, amiga, fica verde, querendo pular na jugular da criatura.

E não adianta, você é mais bonita, mais gostosona, mais inteligente, ele está com você, mas ela é A vaca, aquela que não sossega, que se diverte fazendo o papel de fragilzinha e que dá em cima do que é seu e do que é de outras também. Pois é, a vaca nunca tem apenas UM objetivo (homem), ela tem vários, normalmente atira pra todos os lados esperando pra pegar aquele que for abatido primeiro. A vaca foi ensinada pela mãe, outra vaca, a como agir na surdina desde criancinha, a competição nesse aspecto com elas... é cruel, porque as nossas mães só nos ensinaram a sermos Mulher, com M maiúsculo mesmo. Somos melhores do que elas? Obviamente.

Então o que fazer? Simplesmente ficar em constante estado de alerta perante a vaca. Sinto muito, meninas, mas não há solução.

E como isso é um papo de mulher, vou falar bem baixinho: amigas, dá pro namorado/marido de vocês acharem que a vaca só quer ser amiguinha? Dá não... mas enfim, talvez o gostosão não sinta mesmo mais nada pela dita cuja e o que ela diz ou faz não tem mais importância, mas essa atitude masculina é irritante. Por que será que os homens insistem em usar uma aura de ingenuidade com a vaca e dizer que nós é que vemos coisa onde não tem? Por que a vaca fica sendo "a coitada" e nós, as loucas ciumentas? Não sejam ingênuas... sempre existe ou existirá uma vaca nas nossas vidas.


foto: Jornal da Tropa

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

My Way

My Way foi o maior sucesso na voz de Frank Sinatra, porque era cantada com a alma, nem sempre adianta ter uma voz linda se a interpretação da mesma não vem de dentro.

Já tinha visto esse vídeo de Robbie Willians interpretando My Way, e o revi no blog do James, acordei com vontade de ouví-la na sua voz e me emociona a emoção do artista. A sensibilidade no ser humano sempre me emociona, e desejo que durante a minha vida, eu não endureça a ponto de não mais me emocionar pela emoção do outro.




fonte: James in Minha Literatura Agora

Se joga!

Hoje é feriado... segunda-feira eu volto!




fonte:Euzinha

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Sede



Abro-te as portas querendo
a tua luz
numa sede de ti que não se acalma

Não me negues a água...


Maria Teresa Horta
foto: Simona Andrei

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

terça-feira, 17 de novembro de 2009

O Meu Amor




fonte:Maria in O Cheiro da Ilha

Anatomia vegetariana




A imagem me remeteu à antropofagia, que me fez lembrar do Manifesto Antropofágico, escrito por Oswald de Andrade, e lido na casa de Mario de Andrade, em 1928, e propunha "devorar" influências estrangeiras para impor o caráter brasileiro à arte e à literatura.


fonte: Inspire me, now!

Além do olhar


Preciso que me olhes nos olhos
Que me decifres em ti
E me sintas, além do toque

Preciso que me olhes nos olhos
Que te deites desperto em mim
E me proves, além dos beijos

Preciso que me olhes nos olhos
Que te atires em meus braços
E me bebas, além dos meus cheiros

Preciso que me olhes nos olhos
Que me dedilhes com os dedos do coração
E me encantes, além dos desejos

Preciso que me olhes nos olhos
Que me dispas em teus lábios
E me conheças, além das palavras

Preciso que me olhes nos olhos
Que me arranques suspiros e tremores
E teu gosto fique em mim, depois do amor...



Fernanda Guimarês

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Ivan Puig

Tirando alguma chateação que tive nos últimos dias com a apropriação indébita do nome do meu blog e da sua imagem de cabeçalho, a web contiua sendo um terreno fantástico. Nela encontrei Ivan Puig, que não conhecia.

As palavras abaixo são dele:

"Inventar otras formas posibles. Solucionar, manufacturar; chácharas y tiliches. Pepenar, reciclar, alargar la vida de objetos obsoletos, la tecnología y la lucha contra su enajenamiento. Preguntar, cuestionar, incidir; el sarcasmo, la ironía y la paradoja. Me gusta la contradicción, me gusta la poesía, la simpleza y la complejidad juntas, la sorpresa y sorprender. Me gusta que la gente se sonría cuando la pieza detona en su interior; me gusta, incitar, me gusta pensar que el arte tiene una fuerza transformadora, política y creativa, con resultados concretos y tangibles y también con efectos sublimes y sutiles. Me gustan las herramientas, disfruto transformar los materiales y gozo de las formas, procuro que mis piezas tengan varios niveles de lectura; me encanta la metáfora y los juegos de palabras. Me fascina el humor sencillo y lúcido. Me gusta el sonido y su capacidad de evocar y suscitar. Disfruto mucho de los procesos y del trabajo colectivo, suelo ser obsesivo en la buena factura de las piezas. Jugar a la ciencia y de pasada dudar de ella, dudar de todo, dudar de la duda misma, rayar en lo metafísico Observo y concluyo., temerario y temeroso, me enfuerece la prepotencia y la injusticia social."




Gosto de sorrir ou sonhar quando olho a obra de um artista e Ivan Puig me fez sorrir, me surpreendendo.

E a propósito de "apropriação indébita", não resisto à sua definição, e aqui vai parte dela, ou sua parte mais interessante:

Apropriação indébita
é o crime previsto no artigo 168 do Código Penal Brasileiro.

É a posse legítima de coisa alheia móvel, porém vindo o agente a se comportar como dono da coisa. Essa inversão pode ser: Pela disposição da coisa: através do consumo próprio indevido;


Elemento subjetivo do injusto: É o propósito de tirar proveito da coisa, comportando-se o agente como se fosse dono da coisa, às custas do real proprietário.

Interessante, não é mesmo? Sempre gostei de Direito Penal, assim como de Direito Constitucional, mas minha paixão continua sendo a arte, com seus braços longos e cheios de ramificações.

fonte: FFFFOUND! e Código Penal Brasileiro

Inquestionável



fonte: i can read

Voltei...

Me sinto invadida por uma pequena melancolia, mesmo que na maior parte do tempo me sinta imensamente feliz...

Tempo de mudanças, de renovação... tudo novo de novo. But I still believe I can fly, 'cause I believe in me...





fonte:Euzinha

sábado, 14 de novembro de 2009

FUI ROUBADA!!!




Ver aqui!

http://brilhoquestionador.blogspot.com/


http://www.blogger.com/profile/16485984057267563373


Procurando por um post de chocolate, entrei no Nuvens Sobre o Atlântico, e qual a minha surpresa, quando avisto a foto de uma loirinha, que roubou a imagem de cabeçalho editada por mim, que me deu imenso trabalho em executar e procurar, além de roubar o nome deste blog. A moça criou um blog neste ano de 2009 (o Nuvens é de 2005) e ante a impossibilidade do blogspot lhe permitir copiar o nome em seu link blogspot, colocou o nome de BRILHO QUESTIONADOR e roubou o nome deste Nuvens e a imagem do cabeçalho.

Fiquei fula da vida, primeiramente, mas posteriormente vejo o quanto meu blog é criativo a ponto de uma mulher preguiçosa fazer uso do nome e imagem dele... mas me deprime a falta de ética do ser humano... acho indigno.

Tenho pena dessa moça infeliz, que não consegue criar nada, devido a uma profunda incapacidade, provavelmente intelectual.

Enfim... a vida segue, o Nuvens é único e "tudo anda até um dia" e o "diabo tem uma capa de cobrir e outra de descobrir", como dizia a minha querida avó, uma mulher linda e sábia.

Ah, o nome da fulana? Porque é fulana: Marcella, com 2 l.

. . .


Rio de Janeiro, 16 de novembro de 2009

E como a ética serve pros dois lados, está aqui a resposta da moça que copiou meu blog. Já lhe respondi, e que cada um tire a sua própria conclusão:

"Nossa Cris, tudo isso pela foto e o título?
Achei a foto numa busca no Google e sim, achei sensacional! Mas desculpa se tuas "obras" são para você mesma, única e exclusivamente! É que geralmente pessoas relacionadas ao intelecto e a arte, gostam de compartilhar o que criam...Mas se isso te pertubou tanto, o que me resta é te pedir desculpas pelo grande transtorno que eu te causei...e não se preocupe! Já mudei a foto...
Marcella."


Marcella mudou a foto e o título do blog, que agora leva o nome de "Protegida". E que assim seja!


fonte:eu procurando por um post meu sobre chocolate

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Eu volto!



Daqui há uns dias...


fonte:Euzinha

Cute




fonte: iLOVE

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Blogagem coletiva

Orgulho e Preconceito, de Jane Austen




Publicado pela primeira vez, em 1813, Orgulho e Preconceito é considerado o romance mais popular de Jane Austen. A obra retrata a vida pacata em uma sociedade rural da Inglaterra (Hertfordshire) daquela época.

O principal personagem do livro é Elizabeth Bennet, uma mulher jovem e bonita, dona de uma mente rápida e língua afiada. A irmã mais velha de Elizabeth é Jane, tão doce quanto Elizabeth, mas com a indicação de que é ainda mais atraente. O Sr. Bennet, o patriarca da família, é um excêntrico, que passa a maior parte do seu tempo refugiado em seus estudos para escapar de uma mulher irritante, se divertindo com comentários sarcásticos sobre a família toda, pricipalmente sobre a personalidade de sua mulher. Mary é a irmã sem graça, apaixonada por livros e as outras, Lydia e Kitty, paqueradoras e apaixonadas por homens de uniforme.
A Sra. Bennet, uma mulher que adora dizer que tem problemas de nervos, tem como preocupação principal, talvez a única, arranjar bons casamentos para as filhas, até porque o patrimônio da família corre perigo com a falta de homens na família, já que o primo mais próximo, Sr. Collins herdará todo o patrimônio no caso da morte do Sr. Bennet.
Quando o Sr. Bingley, um solteiro rico, passa a morar na mansão vizinha à dos Bennet, a família Bennet começa a ficar agitada pela possibilidade de concretizar um bom casamento com uma das cinco irmãs. Jane logo parece que conquistará o novo vizinho, ao mesmo tempo em que Elizabeth conhece o bonito e arrogante Sr. Darcy, e depois de muitos desentendimentos entre Elizabeth e o Sr. Darcy, a constância de seus encontros mudará a vida desses personagens.



Amar é...




fonte: i can read

Alma nua



Ó Pai
Não deixes que façam de mim
O que da pedra tu fizestes
E que a fria luz da razão
Não cale o azul da aura que me vestes
Dá-me leveza nas mãos
Faze de mim um nobre domador
Laçando acordes e versos
Dispersos no tempo
Pro templo do amor
Que se eu tiver que ficar nu
Hei de envolver-me em pura poesia
E dela farei minha casa, minha asa
Loucura de cada dia
Dá-me o silêncio da noite
Pra ouvir o sapo namorar a lua
Dá-me direito ao açoite
Ao ócio, ao cio
À vadiagem pela rua
Deixa-me perder a hora
Pra ter tempo de encontrar a rima

Ver o mundo de dentro pra fora
E a beleza que aflora de baixo pra cima
Ó meu Pai, dá-me o direito
De dizer coisas sem sentido
De não ter que ser perfeito
Pretérito, sujeito, artigo definido
De me apaixonar todo dia
De ser mais jovem que meu filho
E ir aprendendo com ele
A magia de nunca perder o brilho
Virar os dados do destino
De me contradizer, de não ter meta
Me reinventar, ser meu próprio Deus
Viver menino, morrer poeta


fonte:Ayrton Freire

A truth





fonte: i can read

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Berlim lembra 20 anos da queda do muro

Uma cerimônia na igreja de Gethsemane, em Berlim Oriental, marcou o início das comemorações pelos 20 anos da queda do Muro de Berlim, nesta segunda-feira, na Alemanha. A igreja foi um dos centros de protesto nos meses que antecederam à queda.

Ainda nesta segunda-feira, líderes mundiais farão uma caminhada simbólica pela primeira fronteira da Alemanha Oriental a ser aberta em 1989. A queda do muro levou ao colapso do poder comunista no Leste Europeu, à reunificação alemã e ao fim da Guerra Fria.

A Alemanha Oriental comunista ergueu o muro de concreto com 155 quilômetros de extensão em torno de Berlim Ocidental em 1961 para evitar que moradores do lado comunista fugissem para o reduto capitalista. Acredita-se que mais de cem pessoas tenham morrido tentando escapar pelo muro.

Crianças conferem fotos históricas no aniversário de 20 anos da queda do Muro de Berlim no memorial de Bernauer Strasse, na capital alemã


A chanceler alemã Angela Merkel, que cresceu na Alemanha Oriental, está à frente das comemorações desta segunda-feira.

Entre os convidados internacionais, está o ex-líder soviético Mikhail Gorbachev, que vai acompanhá-la na caminhada sobre a ponte Bornholmer, que foi inesperadamente aberta depois de semanas de manifestações a favor da democracia.

Dominós
O presidente francês, Nicolas Sarkozy, o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, e a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, também participam das comemorações, junto ao ex-presidente polonês Lech Walesa - que liderou o sindicato Solidariedade contra o regime comunista - e o ex-premiê húngaro Miklos Nemeth, que com a decisão de abrir as fronteiras do país, foi o primeiro a permitir que alemães orientais fugissem para o Ocidente.

Pessoas se reúnem junto a trecho do muro interno de um segmento preservado do Muro de Berlim. O local era um ponto da fronteira de Berlim Oriental. A capital alemã comemora nesta segunda-feira (dia 9) os 20 anos da queda do muro


Os principais eventos do dia vão ocorrer no portão de Brandemburgo - o símbolo da reunificação alemã em 1990.

Centenas de dominós gigantes feitos de espuma, pintados por jovens com mensagens de liberdade, foram alinhados na linha onde ficava o muro e serão derrubados às 20h (hora local, 17h em Brasília), representando como os governos comunistas da Europa do Leste foram caindo, um após o outro.

As festividades serão encerradas com um show de fogos de artifício e um show com músicos de vários países.

Falta de comunicação
Recentemente, o ex-funcionário do governo comunista da Alemanha Oriental Guenter Schabowski, cujo comentário casual de acabar com as restrições de viagem para a Alemanha Ocidental teria detonado a queda do muro, admitiu que houve uma falha de comunicação com o chefe do partido, Egon Krenz.

Schabowski anunciou o plano durante uma entrevista coletiva transmitida ao vivo pela TV, acrescentando que a medida entraria em vigor "imediatamente". Ele explicou à BBC que não sabia exatamente quando o muro seria aberto, mas que não fazia sentido anunciar a abertura e não abri-lo.

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, posa para foto junto a uma peça de dominó pintada especialmente para as comemorações dos 20 anos da queda do Muro de Berlim


Schabowski disse que não se arrepende do comentário, porque ele levou à reunificação pacífica da Alemanha.

Na véspera das comemorações, Hillary Clinton pediu novo impulso para liberar os que ainda estão oprimidos. "Nossa história não terminou na noite em que o muro caiu", disse ela.

Jovem passa por peças de dominó pintadas especialmente para o aniversário de 20 anos da queda do Muro de Berlim. Na foto, peças estão dispostas sobre o traçado original do muro, em frente ao prédio do Reichstag


"Para expandir a liberdade de mais gente não podemos aceitar que a liberdade não pertença a todas as pessoas."


fonte:BBC Brasil e UOL

Musiquinha de hoje




fonte:Euzinha

Bom dia!

Começar bem a semana: Todos juntos! Mãozinhas pra cima e pézinhos pra cima! Mas não ao mesmo tempo...





fonte: CacaoCocoa

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

É sexta!



Bom fim de semana!


fonte:Euzinha

Jardins Proibidos



Quando amanheces, logo no ar,
Se agita a luz sem querer,
E mesmo o dia, vem devagar,
Para te ver.

E já rendido, ver-te chegar,
Desse outro mundo só teu,
Onde eu queria, entrar um dia,
P'ra me perder.

P'ra me perder, nesses recantos
Onde tu andas, sozinha sem mim,
Ardo em ciúme, desse jardim,
Onde só vai quem tu quiseres,
Onde és senhora do tempo sem fim,
Por minha cruz, jóia de luz,
Entre as mulheres.

Quebra-se o tempo, em teu olhar,
Nesse gesto sem pudor,
Rasga-se o céu, e lá vou eu,
P'ra me perder.

P'ra me perder, nesses recantos
Onde tu andas, sozinha sem mim,
Ardo em ciúme, desse jardim,
Onde só vai quem tu quiseres,
Onde és senhora do tempo sem fim,
Por minha cruz, jóia de luz

P'ra me perder, nesses recantos
Onde tu andas, sozinha sem mim,
Ardo em ciúme, desse jardim,
Onde só vai quem tu quiseres,
Onde és senhora do tempo sem fim,
Por minha cruz, jóia de luz
Entre as mulheres


fonte:Ayrton Freire

Soneto de Fidelidade



De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.


Vinícius de Moraes
foto: Cig Harvey

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Rebolation

Tá esperando o quê? Se joga!





fonte:ISS

Pergunto-te onde se acha a minha vida




Pergunto-te onde se acha a minha vida.
Em que dia fui eu. Que hora existiu formada
de uma verdade minha bem possuída

Vão-se as minhas perguntas aos depósitos do nada.

E a quem é que pergunto? Em quem penso, iludida
por esperanças hereditárias? E de cada
pergunta minha vai nascendo a sombra imensa
que envolve a posição dos olhos de quem pensa.

Já não sei mais a diferença
de ti, de mim, da coisa perguntada,
do silêncio da coisa irrespondida.


Cecília Meirelles
foto: Svetlana Irieva

Pessoas



Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre.


pra Mirella

Cecília Meirelles
foto: Agatha Katzensprung in Plan(o)alto dois


Mario Cravo Neto

Mostra "Eternamente Agora: Um Tributo a Mario Cravo Neto", organizada pelo Instituto Tomie Ohtake, homenageia o fotógrafo brasileiro recentemente falecido. São 50 imagens e três esculturas do artista, que traçam dimensões de seu processo poético e de seus paradigmas conceituais.







Local:
Instituto Tomie Ohtake (INFORMAÇÕES)
Preço: Grátis.
Data: 6 de novembro de 2009 a 17 de janeiro de 2010.
Horário: Terça a domingo e feriados, 11h às 20h.


fonte:

Música pra hoje




quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Chega aí

Approach




Venha provar meu brunch
Saiba que eu tenho approach
Na hora do lunch
Eu ando de ferryboat...

Eu tenho savoir-faire
Meu temperamento é light
Minha casa é hi-tech
Toda hora rola um insight
Já fui fã do Jethro Tull
Hoje me amarro no Slash
Minha vida agora é cool
Meu passado é que foi trash...

Venha provar meu brunch
Saiba que eu tenho approach
Na hora do lunch
Eu ando de ferryboat...

Fica ligado no link
Que eu vou confessar my love
Depois do décimo drink
Só um bom e velho engov
Eu tirei o meu green card
E fui prá Miami Beach
Posso não ser pop-star
Mas já sou um noveau-riche...

Venha provar meu brunch
Saiba que eu tenho approach
Na hora do lunch
Eu ando de ferryboat...

Eu tenho sex-appeal
Saca só meu background
Veloz como Damon Hill
Tenaz como Fittipaldi
Não dispenso um happy end
Quero jogar no dream team
De dia um macho man
E de noite, drag queen...

Venha provar meu brunch
Saiba que eu tenho approach
Na hora do lunch
Eu ando de ferryboat...


fonte:Euzinha

Não desperdice




fonte: i can read

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Música pra hoje




fonte: Euzinha

Vamos dividir?




fonte: FFFFOUN!

Mãos



Minhas mãos não são minhas mãos
são pássaros rasando a tua pele nua

são voos planados descobrindo céus
imagens loucas de total candura

Minhas mãos somente
inventam barcos e partem à procura
das tuas mãos nas minhas.


Bernadete Costa
foto: Tommy Edwards

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Bom djia, djia!

Pra começar bem a semana




É só pensar em você
Que muda o dia
Minha alegria dá pra ver
Não dá pra esconder
Nem quero pensar se é certo querer
O que vou lhe dizer
Um beijo seu
E eu vou só pensar em você

Se a chuva cai e o sol não sai
Penso em você
Vontade de viver mais
Em paz com o mundo e comigo

Se a chuva cai e o sol não sai
Penso em você
Vontade de viver mais
Em paz com o mundo e consigo


fonte:Ayrton Freire
Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.