sexta-feira, 30 de janeiro de 2009


quero fugir desta teia em que delirantemente me enredo. buscando - a cada
momento - a razão deste sentir que magoa e dói. alucinada, repito. quero_te.
e não te_quero. porque tu não existes. a não ser na minha memória e da forma
como te_quero. tu és um pássaro. de asas viajantes. olhos de verde lago. garras
que me dilaceram por dentro. onde tu não vês.


O´Sanji
foto: Anke Merzbach

Região da Suíça tenta coibir nudismo em trilhas com multas

Não sei qual a graça em andar pelado no meio de uma trilha ou numa praia, mas quem sou eu pra ser contra. Vamos à notícia?

. . .


Uma região da Suíça vai proibir caminhadas de nudistas em suas montanhas. O governo de Appenzell-Innerrhoden apresentou esta semana um projeto de lei prevendo multa de 200 francos suíços (cerca de R$ 400) para quem for pego na próxima temporada caminhando pelado em trilhas da região.

Segundo a administração local, a medida visa reprimir a prática, que desde o ano passado tem incomodado alguns praticantes de caminhadas das montanhas da região.

A passagem de nudistas pelas trilhas da região passou a ser comum depois que um grupo alemão desconhecido de adeptos de caminhadas sem roupa divulgou a área na internet como um "paraíso para o naturismo".

"Precisamos tomar uma atitude contra esse comportamento obsceno, antes que o calor chegue", afirmou o secretário de Justiça de Appenzell-Innerrhoden, Melchior Looser. "Afinal, nossas montanhas também recebem muitas crianças durante o verão", completou.

Tênis e mochila

No outono de 2008, andarilhos munidos somente de tênis e mochila provocaram irritação dos esportistas vestidos nas trilhas na região do maciço de Alpstein.

Alguns dos nudistas chegaram a ser presos pela polícia, mas foram soltos sem pagar multa, por falta de leis prevendo punição nesses casos. Em um dos incidentes, um turista deu parte à polícia ao se sentir incomodado quando encontrou um homem andando durante uma caminhada pela região, com sua filha de quatro anos.

Embora o nudismo realizado em locais demarcados seja difundido há décadas, apenas há alguns meses as caminhadas e outras atividades esportivas sem roupa por parques e florestas têm chamado a atenção.

Grupos de ativistas organizam excursões regulares por reservas européias. Essas excursões usam, na maioria das vezes, trilhas menos freqüentadas, evitando locais públicos.

"Sentir a natureza é uma experiência muito mais intensa, livre e consciente quando estamos despidos", argumenta o nudista alemão Helmut Schutze em sua página na internet, dedicada às caminhadas sem roupa. "Andamos em parques específicos, em trilhas pouco utilizadas, e nos comportamos apropriadamente e com cautela", escreve.

A intenção, segundo ele, não é incomodar os outros. "Queremos sentir nossa união com a natureza sem o peso e o incômodo das roupas, sem exibicionismo e sem querer provocar ninguém."

Na parte oriental da Alemanha, onde o nudismo tem grande aceitação desde os tempos da Alemanha Oriental, algumas prefeituras anunciaram no fim do ano passado o planejamento das primeiras trilhas especiais para nudistas no país.


n.r: Que me perdoem os simpatizantes, mas se eu - distraída como sou - me deparo com um ou mais pelados no parque, provavelmente correria aos gritos achando se tratar de tarados. Uma plaquinha de sinalização sobre a permissão à nudistas é sempre necessária.


fonte:BBC Brasil

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Para um resto de semana mais feliz



fonte:YouTube

Katie Melua

Ouvi falar de Katie Melua no Blog da Marta Medeiros (link na sidebar deste Nuvens). Adorei! A voz é doce, a escolha musical dessa moça é perfeita. Um pouquinho de Katie Melua pra vocês.




fonte:YouTube

Super Amy

Espaço para mais uma mulher. Problemas com drogas, bebidas, mas é uma fantástica compositora. Eu sempre fico imaginando - é inevitável - o que será que ela guarda dentro daquele cabelo.




fonte:YouTube

terça-feira, 27 de janeiro de 2009


Transbordar


quanta ternura!
não choro,
prometo que não choro!
perderia o sal das lágrimas
que aquece o sangue dos ausentes.
mas a comoção entope-me, até o céu da minha boca.
os dedos tremem.
a falta que me fazes!
.
de ti tenho a memória de sorrisos fartos.
um corpo pujante de vida.
de ti tenho a memória de um coração transbordante e um par de mãos abertas.
um dia claro.
de ti tenho a memória de nós.
tanto, que parecemos muitos!
.
sim, o tempo leva-me... dizes bem!
estamos cada vez mais perto.
e eu prometo que não choro!


fonte:Luísa - Pin gente
foto: Elena Platonova

Design

Uma coisa leva à outra. Andava a procura de algumas novidades em arquitetura e me deparei no Google com imagens interessantíssimas de design de objetos. Vejam só:
















fonte:Google

Sonho de consumo



fonte:imagens Google

More than words





fonte:YouTube

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Tenham paciência

Tenham paciência comigo, vivo um momento totalmente Michael Bublé. Mas ele canta bem e a escolha musical é tudo de bom!




fonte:YouTube

Nomeação



Isso andou um tempo tranquilo, mas eu tenho uma amiga que também é a minha nomeadora oficial, a Ana Maria do ¨Pedras no Sapato¨ e lá veio ela agora com um selinho de ouro logo no início do ano.

Obrigada mais uma vez, Ana!

Dizem as regras que:
1 - Será atribuído apenas a mulheres.
2 - Deverá se copiado e colado no blogue, fazendo referência à pessoa que o atribuíu.
3 - Terá de se nomear seis outras mulheres, tendo o cuidado de lhes deixar um aviso nas suas caixas de comentários.

Diz que o selo foi criado para "as mulheres que, de diferentes modos, constroem um mundo diferente."

E vou ter de fazer quase a mesma pergunta que a Ana fez em seu blog: será que construo um mundo diferente ou apenas divago sobre as coisas bonitas que ainda existem nesse mundo? Sem falsa modéstia adoraria ser capaz de construir um mundo melhor, mas acredito que me encaixo mais na segunda opção.

Eu decidi nomear as minhas quatro preferidas, e as duas nomeações restantes vão para dois amigos que estão sempre por aqui e que não posso dizer o nome deles porque o prêmio é feminino, mas os dois e todo mundo que passa por aqui sabe bem quem eles são.

As meninas em ordem alfabética:

. Ana - Pedras No Sapato
. Juliana - Portfólio da Juliana
. Maria - O Cheiro da Ilha
. O´Sanji - Planoalto 2


Música





fonte:YouTube

Música

Amo música e todo mundo já sabe, o que não sabem é que esses dias não ando muito virada pro lado da escrita, prefiro apenas pensar e ler ouvindo música, anda me fazendo um bem danado.

Espero que gostem, é mais uma ¨das antigas¨.

Ah, reparem no solo do sax!




fonte:YouTube

domingo, 25 de janeiro de 2009

Música

A vida prega peças, interrompe acontecimentos, muda direções, nos confronta com a realidade. Penso nisso tudo ao ouvir essa música, desse homem de uma genialidade musical que admiro, Sir Elton John.




fonte:Youtube

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Música

Dessa vez vou ser diferente, duas músicas, dois estilos completamente diferentes. Um deles pode ser o seu, mas se não for esse o caso, não desista de vir aqui, na próxima pode ser que eu acerte.



Nat King Cole - Monalisa




Neil Young & Crazy Horse - Hey, Hey, My, My



fonte:Youtube

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

3° Concurso Avistar - Itaú BBA de Fotografia

O tema do concurso: ¨Aves Brasileiras¨



3° Concurso Avistar - Itaú BBA
de Fotografia - ¨Aves Brasileiras¨




O 3º Concurso Avistar Itaú BBA vai revelar as melhores fotos de aves brasileiras, em liberdade. Participe!
São mais de sessenta mil reais em prêmios distribuidos nas 3 categorias.

As inscrições abertas até 02 de Março.
As fotos premiadas serão expostas no Avistar2009 4º Encontro Brasileiro de Observação de Aves, de 21 a 24 de Maio, São Paulo. Participe!

Aves Ameaçadas!

O Brasil é o pais com maior número de aves ameaçadas de extinção e tem aproximadamente 200 espécies de aves na lista vermelha de espécies ameaçadas. Esse número revela o perigo que ronda nossas aves, perseguidas por traficantes, caçadores e ameaçadas pela destruição de seus hábitats.

O 3º Concurso Avistar Itaú BBA vai dar destaque às espécies ameaçadas. Saiba mais sobre as listas de espécies ameaçadas e verifique se a espécie que você fotografou corre perigo.

Site da Avistar, aqui.


fonte:Dica do Guto Carvalho

E já que uma pequenina má língua foi lançada em ¨off¨


A primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, e a cantora Jennifer Lopez escolheram vestidos parecidos para os bailes comemorativos da posse de Barack Obama, na noite desta terça-feira (20), em Washington. As duas optaram por modelos da cor branca, que deixavam o ombro esquerdo à mostra. Na foto à esquerda, Michelle desfila criação do estilista Jason Wu, de apenas 26 anos, que a desenhou especialmente para a ocasião. Na foto à direita, Jennifer se apresenta no baile da região Oeste, no qual cantou ao lado do marido, Marc Anthony, durante a primeira dança do casal presidencial.

n.r.: Dois vestidos pretos numa mesma festa não causam horror a ninguém, mas vestido branco chama demais a atenção. Foi uma coincidência a escolha de um ombro só pelas duas? Não sei. Mas que Jennifer fazia um visual interessante, fazia, mas poderia ter prendido o cabelo e ficaria bem mais elegante. Michelle parece uma couve-flor ou um cactus? De qualquer forma, não fui a única que não gostou. Pecou pelo excesso de fru-fru. Bem, a partir de hoje virei editora de moda, hehe!


fonte:Globo.com

Música

Ouvi aqui: Diario de Notas y Fotografías. Adoro Frejat!




fonte:blog da Juliana Reis - Diario de Notas y Fotografías

Fotógrafos consagrados mostram diferentes olhares sobre a metrópole

Cinquenta dos principais fotógrafos de arte, fotojornalismo, arquitetura e moda de São Paulo apresentam suas visões sobre a metrópole na 1ª Mostra São Paulo Original de Fotografia, que estará em cartaz entre os dias 25 e 31 de janeiro no bar Salve Jorge (região central da capital paulista). A visitação é gratuita.



A exposição, que será inaugurada no dia do aniversário de 455 anos da cidade, homenageia a capital por meio de imagens e lugares cotidianos, sob a visão de fotógrafos renomados como Bob Wolfenson, Klaus Mitteldorf, João Kehl e Leão Serva, cada qual seguindo sua linha de atuação.



As imagens estarão à venda e parte da renda será revertida para o Instituto Terver, que cuida de pessoas portadoras de deficiência visual. A curadoria é de Fernando Costa Netto.



Endereço: pça. Antônio Prado, 33, lj. 17, Centro, São Paulo, SP. Classificação etária: livre.




fonte:Folha Online

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Teclado novo

Comprei um teclado novo sem fio. Há anos me habituei assim e aquele fio comprido passou a me irritar.

Bem, mal estava eu me acostumando com as teclas de acentos e outras frescurinhas do novo teclado quando ele resolveu parar de funcionar, obviamente achei que o problema era simplérrimo: pilhas gastas, mas não, e não há a menor observação no manual do teclado sobre o que fazer no caso dele parar de funcionar, então imagino que essa falta de opção é devido a ele funcionar sempre, má sorte a minha, ora essa!



Nada a fazer, fiz de tudo, inclusive procurar informações no Google, mas a única hipótese seria a falta de drivers compatíveis e não é esse o caso, porque até ontem ele funcionava lindamente.

Portanto, terei de ir à loja tentar trocá-lo, e no Brasil, só em pensar na palavra ¨troca¨, já fico toda arrepiada porque é sinonimo de aborrecimento.

Não sei se essa minha nova ¨via-crucis¨ começará amanhã, então vos peço: tenham paciencia com a falta de acentos nas palavras que aqui aparecerem, o circunflexo até o momento não foi encontrado, e paciencia com os comentários que deixarei em vossas páginas também. Não estou fazendo, ainda, uso do novo acordo ortográfico, a culpa é mesmo do teclado antigo, que foi configurado em ¨outra língua¨: o portugues de Portugal, e não me peçam para lhes explicar sobre essa barafunda, estou demais estressada com essas teclinhas.

Obrigada!


fonte:euzinha e meu amado e velho teclado

Barack Obama, uma nova luz no céu do mundo

"Mundo mudou e precisamos mudar com ele", diz Obama em 1º discurso.

E foi assim que o 44º presidente dos Estados Unidos, emocionou mais de 2 milhões de pessoas reunidas em frente ao Capitólio de Washington no dia de sua posse.

Barack direcionou seu dircurso aos não norte-americanos, falou em paz e diálogo com o Oriente-Médio, citou ¨esperança e medo¨ sobre a crise financeira mundial, citou os os ideais da Constituição americana - "Nós somos os guardiões desse legado." "Somos uma nação de judeus, hindus, de toda língua e cultura", disse. "Seu povo vai julgar baseado no que vai construir e não destruir", completou, referindo-se às nações em guerra.

Uma de suas promessas: fechar Guantánamo e as notícias dizem que será a partir de amanhã.

Enquanto isso tudo ocorria, a mobília de George W. Bush era retirada da Casa Branca, e já vai tarde.


fonte:euzinha
fotos: UOL Notícias

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009


Interseções


Ralei osso madrugada toda.
Amanheci diagrama.
Interseções da gente
são nossos ideais.
As outras partes
nossas distâncias:
solidão cheia de sol.
Chover pra que se tenho lágrimas?
Inundo palavra-rio-arredores.
Razão não é ter água pelas canelas.
São profundezas fósseis de minhas dores.
Cultivo o tempo em jardins públicos de praças.
meu regador é aquilo que sou:
restos mortais
chão de clarear estrelas...


Flávia Muniz in Boa tarde, Senhor Smith!
foto: Stalker

Artista "engana" União Europeia e cria escultura gigante com estereótipos do continente

Uma nova instalação de arte colocada no saguão do Conselho da União Europeia (UE) em Bruxelas, na Bélgica, está causando polêmica mesmo antes de sua inauguração oficial, marcada para quinta-feira, pela forma como zomba de estereótipos do bloco.

França


A instalação representa os 27 países-membros do bloco como se fossem peças de plástico do tipo usado em kits para construir miniaturas de modelos de carros e aviões.

Alemanha


A Romênia, por exemplo, é mostrada como um parque temático de Drácula, a França como um país em greve e a Alemanha como uma rede de estradas cuja disposição lembra vagamente uma suástica quebrada. A Itália é um campo de futebol.

Romênia


A Holanda, protegida das águas do mar por diques, é representada por uma série de minaretes submersos em uma inundação, numa possível referência às tensões religiosas no país.

Holanda


A Polônia, país de grande influência católica, é representada por um grupo de monges levantando a bandeira do arco-íris da comunidade gay.

Itália


O trabalho foi encomendado por autoridades da República Checa, que assumiu a Presidência rotativa da União Europeia. O governo da Bulgária, que se diz ofendido com a forma como seu país foi representado, convocou o embaixador tcheco em Sófia para pedir explicações.

O país é mostrado como uma latrina do tipo em que o usuário tem que colocar os pés em suportes apropriados e ficar agachado.

A Grã-Bretanha, que recebe constantes críticas por ser um dos integrantes mais céticos do bloco, está ausente da instalação.

Contrato
A peça, de 16 metros quadrados e oito toneladas, foi feita por David Cerny, conhecido nos meios artísticos tchecos por sua irreverência, de acordo com o correspondente da BBC na capital, Praga, Rob Cameron.

Mas, na opinião de representantes do próprio governo tcheco, desta vez ele foi longe demais. Cerny havia sido contratado para trabalhar com outros 26 artistas europeus na confecção da peça. Mas ele acabou fazendo tudo sozinho, auxiliado apenas por dois colegas.

O vice-premiê da República Checa, Alexandr Vondra, disse que só foi informado na segunda-feira de que Cerny tinha desrespeitado os termos de seu contrato.

O artista pediu desculpas por ter enganado os ministros, mas não pela obra. Ele disse que queria "descobrir se a Europa consegue rir de si mesma".

Cerny causou controvérsia pela primeira vez na década de 90, quando pintou um tanque soviético - um memorial da Segunda Guerra em uma praça de Praga - de rosa choque.


fonte:BBC Brasil

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Não tinha que acontecer

Quando não chega a hora, não adianta, o que parece impossível acontece e pessoas saem ilesas.

Um avião da US Airways fazia o voo do aeroporto LaGuardia, em Nova York, a Charlotte, no estado da Carolina do Norte com 155 pessoas (tripulantes e passageiros).



Minutos após a decolagem, o piloto comunica à torre um incidente com uma ou mais aves, as turbinas começam a pegar fogo e ele tenta voltar e aterrisar no aeroporto, não consegue. Numa manobra incrível, o piloto consegue baixar a altura e aterrisar nas águas do rio Hudson sem que a aeronave se despedace. Retira todos os passageiros do avião conferindo duas vezes se realmente ninguém ficou pra trás.

Todos vivos, alguns arranhões e alguns casos de hipotermia, voltam para casa após o grande susto.

Segundo especialistas, aterrisagens na água são fatais ao contrário de aterrisagens forçadas em terra.

Realmente não chegou a hora de ninguém dizer ¨alou¨ lá no andar de cima. Benza Deus!




foto: Veja

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Música

A mãe era excelente, Elis Regina, uma voz única, apaixonada e apaixonante. O timbre de Maria Rita é parecido. Não existem duas vozes iguais, nem a genética é capaz de tal milagre.

Demorei muito para gostar de Maria Rita, mas hoje gosto e ela tem espaço aqui nesse cantinho.




fonte:YouTube


Pedir-te a sensação
a água
o travo

aquele odor antigo
de uma parede
branca

Pedir-te da vertigem
a certeza
que tens nos olhos quando
me desejas

Pedir-te
sobre a mão
a boca inchada
um rasto de saliva
na garganta

pedir-te que me dispas
e me deites
de borco e os meus seios
na tua cara

Pedir-te que me olhes e me aceites
me percorras
me invadas
me pressintas

Pedir-te que me peças
que te queira
no separar das horas
sobre a língua

Meu ciúme
meu perfil
minha fome

meu sossego
minha paz
minha aventura

Meu sabor
minha avidez
saciedade

minha noite
minha angústia
meu costume


Maria Teresa Horta
foto: Susan Burnsrtein

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Fases, eu tenho fases

Já passei por muitas fases musicais nos últimos meses, agora estou totalmente inclinada a ouvir novamente tudo desse menino.





fonte:YouTube e euzinha

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Encontro Olhares em Paraty



No próximo dia 17 de Janeiro acontecerá em Paraty o Encontro Olhares, será um momento de enconto entre vários usuários do site e uma oportunidade para conhecer e fotografar a belíssima cidade de Paraty.

Programa de Atividades - dia 17

Local: Praça da Matriz

9.00 Encontro na Praça da Matriz , junto ao caminhão.
10.30 Palestra "O grau zero da fotografia" apresentação do trabalho autoral de Mica Costa-Grande, no auditório da Casa da Cultura.
12.30 Almoço Livre
14.00 Visita ao caminhão/câmera com apresentação do fotógrafo Mica Costa-Grande
15.00 Fotografar a cidade.

Programa de Atividades - dia 18

No domingo, dia 18 decorrerão oficinas de fotografia orientadas por Mica Costa-Grande.
Serão 3 módulos de 3 horas cada:

1. Básica: A câmera.
8:00-11:00 horas
2. Intermediária: O processo digital
12:30-15:30 horas
3. Avançada: Arte e fotografia
16:00-19:00 horas

Os interessados poderão participar apenas num módulo ou em vários.
O custo de cada módulo é de R$ 250 por pessoa/módulo. Os membros PREMIUM do Olhares, pagarão apenas R$ 200. As inscrições em mais de um módulo dão direito a um desconto de 20%.

O Pagamento será efetuado no local. O número mínimo de participantes é de 8 pessoas e máximo de 20.

Inscrição no Encontro (dia 17)

A participação no encontro é gratuíta mas é necessário a inscrição no evento.
Os interessados deverão enviar um e-mail para apoio@olhares.com indicando seu nome e número de acompanhantes.

Inscrição nas Oficinas (dia 18)

A participação nas oficinas também está dependente de inscrição. Os interessados deverão enviar um e-mail apoio@olhares.com informando:

Nome
Email
Módulos que pretende assistir
Membro PREMIUM?

Participação de Mica Costa-Grande e o caminhão-câmera de 17 toneladas

O fotógrafo Mica Costa-Grande, que há seis anos percorre o mundo em família desenvolveu projetos inovadores em quatro continentes.
No Brasil, com o seu caminhão-câmera desenvolveu o projecto "O Brasil pelo buraco da agulha", percorrendo vários estados fotografando com a maior câmera fotográfica do mundo.



n.r.: Todos os links de inscrição e mais informações, se encontram aqui.


fonte:Olhares

Terra de aves, Brasil desperdiça potencial turístico de observação

O Brasil é segundo país do mundo com maior diversidade de aves. Com 1.822 espécies, fica atrás somente da Colômbia (1.865 espécies). Contudo, o turismo para observação desses animais, mais conhecido pelo termo em inglês "birdwatching", ainda é fraco por aqui.

Segundo Guto Carvalho, coordenador da Avistar (Encontro Brasileiro de Observação de Aves), o país recebe cerca de 2.000 observadores de aves por ano. Se forem consideradas as pessoas que vêm ao país a negócios e que aproveitam para praticar a avistagem, o número sobe para 5.000. É pouco para o potencial da biodiversidade brasileira.

O terceiro país em diversidade de aves, o Peru (com 1.820 espécies), recebe em média 18 mil pessoas por ano, segundo Omar Barreda, da Comissão de Promoção do Peru para Exportação e Turismo. Hoje, a maioria dos turistas de observação de aves no Brasil é estrangeira.

"Cada turista fica em média de uma semana a dez dias. Nesse tempo, gasta cerca de US$ 2.000. Mais até, se incluirmos as passagens internacionais e guias. É difícil prever, mas a médio prazo esse mercado pode crescer de 300% a 500%. Assim, se continuar a incentivar esse tipo de turismo, o Brasil pode ganhar US$ 10 milhões por ano", afirma Carvalho.

Para tentar estimular a atividade, a Abeta (associação brasileira do ecoturismo) criou neste ano um material sobre a observação de aves no Brasil, em inglês, para ser distribuído no exterior. A ação tem o apoio da Embratur e do Ministério do Turismo. Em agosto, o folheto já foi distribuído na British Bird Fair, em Londres.

Israel Waligora, diretor socioambiental da Abeta, ressalta que foi "a primeira vez que o Brasil esteve presente institucionalmente nessa feira". "Em anos anteriores, algumas empresas e guias participavam de forma isolada e desarticulada", afirma o dirigente.

O país, porém, muitas vezes não facilita a prática e até a atrapalha. Segundo José Fernando Pacheco, diretor do Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos, o melhor horário para fazer observação é ao nascer do Sol, mas muitos parques só abrem após as 8h. "No Bosque da Barra, no Rio, se você faz jogging pode entrar antes de o parque abrir oficialmente, mas se está com binóculos não pode", diz. "Alguns até tentam fingir que são corredores."

Pacheco conta também que na reserva biológica Sooretama, no Espírito Santo, não são mais permitidos observadores de aves. Segundo ele, a justificativa é que o uso de "playbacks" de cantos de pássaros -as "iscas" sonoras para atrair as aves- estressa os animais. "Mas em 30 anos eu nunca vi problema nenhum. Nos EUA, em que num espaço pequeno existem 500 pessoas usando "playback", pode haver prejuízo, mas aqui é diferente", afirma.

Conservação
Na opinião dos organizadores da atividade, a observação de aves pode ajudar na conservação das espécies e, também, no aumento de conhecimento científico. Muitos observadores passam dicas sobre novas aves a cientistas ou redescobrem espécies consideradas extintas. Delta Willis, da entidade americana Sociedade Nacional Audubon, diz que há cem anos observadores de aves têm participado da contagem anual de animais feita pela instituição.

"Essas informações vão para o relatório da situação das aves, que contém boas e más notícias. "Birdwatchers" documentaram, por exemplo, o retorno da águia-americana, que esteve à beira da extinção, e o declínio de aves comuns, como a codorna "bobwhite" [Colinus virginianus]", afirma Willis.

Apesar de a observação de aves ainda não ser popular no Brasil, um evento com congressos sobre o tema, o Avistar, cresce ano a ano. Em 2006, o público foi de 3.000 pessoas, no ano seguinte, passou para 15.000 e, neste ano, 25.000.

"A observação de aves era um assunto de pequenos clubes e de cientistas, ornitólogos. De alguns anos para cá esse número começou a crescer exponencialmente", diz Carvalho. Mas ainda é pouco se compararmos com os EUA -uma pesquisa do governo mostrou que, em 2006, 47,7 milhões de americanos observaram aves.

Riqueza biológica
A América do Sul é o continente mais rico do mundo em aves, assim como a África se destaca por mamíferos. Boa parte dessa diversidade se deve aos Andes. "A Colômbia [que possui 1.865 espécies] tem três cadeias de Andes, uma área de floresta amazônica, um pedaço de Caribe com floresta própria, entre outros ambientes", diz Pacheco. Naquele país, porém, a violência das Farc atrapalha o turismo na Amazônia.

No Brasil, o número passou de 1.590 espécies em 1981 para 1.822 espécies em 2008 -um aumento de 14,5%. A razão do crescimento é principalmente a descoberta de "espécies escondidas", ou seja, perceber que animais classificados como subespécies são, na verdade, outras espécies. Isso só acontece ao estudar melhor os animais e seus hábitos.

Mesmo havendo muitas espécies, não se pode ignorar que elas têm sofrido com a perda de seus habitats por meio do desmatamento. No Brasil, há 160 espécies na lista de ameaçadas de extinção do Ministério do Meio Ambiente (9% do total).

Pedro Develey, diretor de conservação da Save (Sociedade para a Conservação das Aves do Brasil), diz que, enquanto ainda se descobre a biodiversidade da Amazônia, o país perde populações de outras espécies na mata atlântica e no cerrado.

Avistar - http://www.avistarbrasil.com.br/


fonte:Folha de S.Paulo

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Fim de semana próximo

Peguem seu ¨mais-que-tudo¨ pela mão e dancem... pode ser mesmo na sala, mas dancem, bem juntinhos e não esqueçam de primeiro colocar as crianças pra dormir. Aproveitem o fim de semana. Beijinhos a todos.




fonte:YouTube

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009



Desejo a tua boca vagarosa preguiçosa como quem não
quer beijar. As mãos que mal me tocam. Dedos magros unhas
frágeis de quem nem sempre comeu o que devia...



Yvette K. Centeno
foto: Samantha Wolov



Se eu fosse mar deixaria que desaguasses em mim o rio que és.
Poderias então descansar de todas as cores no meu azul profundo.
Não sou mar.
Mas podes sempre descansar no meu regaço todos os cansaços da vida.
As tuas lágrimas. As chegadas e as partidas. A tua inquietação.
E repousar o corpo...


Maria - O Cheiro da Ilha
foto:Christian Coigny

Igreja britânica retira crucifixo que 'assustava crianças'

Uma grande escultura de Cristo na cruz foi retirada do lado de fora de uma igreja na Grã-Bretanha porque o crucifixo, segundo o vigário, "assustava as crianças".

A escultura pertence à igreja de St. John, em Broadbridge Heath, no condado de West Sussex, e deverá ser entregue ao museu Horsham para ser substituída por uma nova cruz de aço inoxidável.

O vigário, o pastor Ewen Souter, afirmou que o crucifixo de mais de três metros de altura era uma "descrição horrenda da dor e do sofrimento que estava 'afastando as pessoas'". Uma pesquisa feita pela igreja junto aos fiéis revelou que ninguém gostava do crucifixo.

Crianças

"Crianças comentaram como (o crucifixo) era assustador e como aquele símbolo do lado de fora da igreja afastava as pessoas", afirmou o pastor Ewen Souter.

"Como um importante símbolo exterior para nós, estava afastando as pessoas ao invés de dar um sentimento de esperança e vida e do poder da ressurreição", acrescentou. O pastor afirmou que a igreja queria retratar "um retrato bíblico exato da crucificação como um momento de esperança para o mundo, e não de desespero".

A escultura foi criada na década de 60 pelo ex-presidente da Sociedade Real dos Escultores Britânicos, Edward Bainbridge Copnall, feita de resina e pó de carvão. A escultura foi retirada da igreja pouco antes do Natal e será colocada em uma grande parede dentro do museu Horsham.

Jeremy Knight, curador do museu, afirmou que a imagem do crucifixo mostra um Cristo sofrendo de dor. "Hoje esta não é uma imagem que muitas igrejas querem seguir. Eles preferem ver uma cruz vazia, na qual o Cristo já subiu aos céus", afirmou.


fonte:BBC Brasil

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009



Dois amantes felizes não têm fim nem morte,
nascem e morrem tanta vez enquanto vivem,
são eternos como é a natureza.



Pablo Neruda
foto:Elfi Kaut

Galeria reúne obras recentes de Tomie Ohtake

Não cabem nos quadros as linhas de Tomie Ohtake. Elas saltam nervosas das paredes: são tubos metálicos que pegaram emprestado o pigmento das telas para trilhar no espaço um caminho mais expansivo.



"Essa exposição tem todo o meu pensamento", diz Ohtake à Folha. Depois de 20 bienais e mais de 200 exposições, é a primeira vez que a artista de 95 anos expõe lado a lado pinturas e esculturas, na mostra individual que a galeria paulistana Nara Roesler abre nesta segunda à noite.

Ohtake destrincha a linha e o plano em 14 telas e seis esculturas. É uma continuidade que se estabelece entre a tela, a ilusão dos planos em sucessão, e os planos reais do cubo branco: um pensamento único sobre a forma como manifestação concreta e sua representação.

"Escultura é forma", define Ohtake. "Pintura é forma que não vem só de dentro, que depende da tinta, da cor, da mistura da tinta." Talvez por isso seja tão espontâneo o emaranhado de linhas, que ganha o espaço físico, e tão pensativas as pinturas, como que filtradas pela experiência do dia-a-dia da artista no ateliê.

"É como um diário, como se eu desenhasse a minha vida todos os dias", descreve Ohtake. "Meu pensamento interno não é todo igual, a forma é diferente, mas é do mesmo lugar que está saindo tudo isso."

Teoria e graça


Logo na entrada da galeria, uma tela em tons de azul, com várias camadas transparentes de tinta, mostra bem essa depuração radical das cores, processo tão demorado que não cabe nas linhas mais viscerais, desgovernadas das esculturas. São obras que se bifurcam entre a abstração cerebral, como registro de uma estratégia a ser seguida, e a graça da liberdade.

A artista aqui se permite oscilar entre padrões dos anos 80 e um recurso à estridência de tons, do azul profundo ao vermelho sangüíneo.

"Acho que são as cores da minha vida", diz Ohtake. "Pensamentos têm cor e forma, os dois juntos." Por isso, todas as linhas borradas, apagadas ou refeitas, são rastros das que ficaram, uma estrutura apegada à memória.

No conjunto de telas exposto na segunda sala da galeria, os campos luminosos de cor acabam formando silhuetas orgânicas, margeadas pelas linhas que, na parede oposta, aparecem na forma de esculturas. "Eu penso no espaço, no ambiente", afirma Ohtake, que extravasa as dimensões para desenrolar aqui suas camadas de tramas. "Adoro a liberdade."



TOMIE OHTAKE
Quando:
abertura hoje, às 20h; de seg. a sex., das 10h às 19h; sáb., das 11h às 15h
Onde: Nara Roesler (av. Europa)
Quanto: entrada franca
Classificação indicativa: livre
Informações: tel. 0/xx/11/3063-2344




fonte:Folha Online

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Crianças alemãs fogem de casa para se casar na África


Duas crianças alemãs fugiram de casa com o intento de “se casar na África”, mas acabaram sendo impedidas pela polícia quando chegaram a uma estação de trens.

Um menino de sete anos de idade e uma menina de seis que moram em Hannover, no norte da Alemanha, fizeram as malas e fugiram de casa. Eles conseguiram chegar até a estação de trens da cidade, onde foram interceptados pela polícia.

Segundo as crianças, elas queriam “ir à África para casar e viver por lá.” Elas tinham feito as malas e levavam a irmã da menina, de cinco anos de idade, para servir de “testemunha de casamento.“

Na bagagem, as crianças levavam roupas de banho, um colchão de ar, óculos escuros e comida. Elas queriam pegar o trem para o aeroporto na estação central de Hannover.

Funcionários da estação chamaram a atenção de policiais, que conseguiram convencer as crianças de que sem passagens nem passaporte eles não conseguiriam chegar à África.

Como consolo, elas puderam fazer um “tour” exclusivo pela delegacia de polícia da estação, incluindo uma visita a uma cela. Os policiais disseram que as crianças não ficaram tristes por não poderem prosseguir sua viagem.

Os três menores foram recolhidos pelos pais na delegacia. Eles ainda não tinham percebido a fuga, já que seus filhos saíram da casa enquanto eles ainda dormiam.

As crianças disseram que queriam viver na África porque “lá é sempre quente”. No momento a Alemanha está sendo castigada por um inverno duro com temperaturas abaixo de zero.

n.r.: Os pirralhos pensaram em tudo, até na ¨testemunha¨, e todos os seus problemas ficavam resolvidos. É, a internet é uma ferramente de informação poderosíssima.


fonte:BBC Brasil

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

O que me vem à cabeça

Me veio a lembrança de Mercedes Sosa, e cantarolo sempre a mesma música... já nem me lembrava mais do título da música.
Nesse tempo, ainda andava no colégio e começava a acreditar que a esquerda poderia mudar o mundo, não mudou, mas sempre muda alguma coisa quando somos nós a querer um mundo mais justo.



Espero que gostem... é uma de minhas músicas preferidas, vira e mexe a cantarolo por aí.



fonte:YouTube

Essa ninguém sabia

Paixão pode durar mais de 20 anos, diz estudo


Um estudo realizado nos Estados Unidos indica que alguns casais conseguem se manter apaixonados mesmo depois décadas de união.

Com a ajuda de exames de tomografia, cientistas da Universidade de Stony Brooks, em Nova York, analisaram a atividade cerebral de casais que estão juntos há mais de 20 anos.

Eles descobriram que 10% deles, ao verem fotos de seus parceiros, mostraram as mesmas reações químicas que casais em início de romance.

Pesquisas anteriores sugeriam que a paixão e o desejo sexual de um casal começam a diminuir por volta dos 15 meses de relacionamento e chegam a desaparecer depois de dez anos.

'Cisnes'

"Nossos resultados vão contra essa visão tradicional, mas temos certeza de que o que conseguimos observar é real", disse o psicólogo Arthur Aron, um dos autores do estudo.

Segundo os pesquisadores, quando os casais de longa data viam fotos de seus parceiros, seus cérebros indicavam um fluxo maior de dopamina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer.

Para os cientistas, a descoberta indica que alguns elementos da paixão amadurecem, permitindo que casais de longa data desfrutem do que chamam de "companheirismo intenso e vivacidade sexual".

Os pesquisadores disseram que esses casais têm o mesmo "mapa amoroso" cerebral que animais que mantêm os mesmos parceiros por toda a vida, como os cisnes, os arganazes e as raposas cinzentas.


fonte:BBC Brasil

domingo, 4 de janeiro de 2009

Início de um novo ano



Não te quero senão porque te quero,
e de querer-te a não te querer chego,
e de esperar-te quando não te espero,
passa o meu coração do frio ao fogo.
Quero-te só porque a ti te quero,
Odeio-te sem fim e odiando te rogo,
e a medida do meu amor viajante,
é não te ver e amar-te,
como um cego.

Tal vez consumirá a luz de Janeiro,
seu raio cruel meu coração inteiro,
roubando-me a chave do sossego,
nesta história só eu me morro,
e morrerei de amor porque te quero,
porque te quero amor,
a sangue e fogo.


n.r.: Voltei! Saudades desse meu adorado "Nuvens". Feliz Ano Novo!


Pablo Neruda
foto: Owen O'Meara

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.