segunda-feira, 31 de março de 2008

Haka Barrosã




fonte:YouTube

Finalmente parece outono

Gosto demais do outono. O céu fica mais bonito. As folhas das árvores caem, principalmente as das amendoeiras, formando um tapete que posso pisar. Adoro pisar em folhas secas.



Outonal


Caem as folhas mortas sobre o lago!
Na penumbra outonal, não sei quem tece
As rendas do silêncio ... Olha, anoitece!
- Brumas longíquas do País Vago ...

Veludos a ondear ... Mistério mago ...
Encantamento ... A hora que não esquece,
A luz que a pouco e pouco desfalece,
Que lança em mim a bênção dum afago ...

Outono dos crespúsculos doirados,
De púrpuras, damascos e brocados!
- Vestes a Terra inteira de esplendor!

Outono das tardinhas silenciosas,
Das magníficas noites voluptosas
Em que soluço a delirar de amor ...


Florbela Espanca

domingo, 30 de março de 2008

Jean Nouvel levou o prêmio Pritzker 2008

Francês ganha principal prêmio da arquitetura


Os cariocas conhecem bem Jeano Nouvel. Podem até não ligar o nome à pessoa, mas quem não lembra do polêmico projeto de Cesar Maia (prefeito do Rio de Janeiro) em construir uma filial do Museu Guggenheim no píer da Praça Mauá? Um projeto gigantesco - maravilhoso, mas gigantesco - que ia custar aos cofres públicos uns $150 milhões.

O projeto do Guggenheim do Rio que seria construído na área do Cais do Porto, na altura da Praça Mauá


O polêmico projeto, empacou na justiça - acho que foi em 2003 -, e Jean Nouvel, continuou a sua vidinha projetando pelo mundo afora, e hoje eu li a notícia de que ganhou o prêmio Pritzker desse ano. Tenho que admitir que o colega é muito bom, acho que ele se arrisca, e seria o suficiente para gostar dele. Gosto de muitos de seus projetos, mesmo os gigantescos. E vamos à notícia:

. . .


O arquiteto francês Jean Nouvel, de 62 anos, ganhou o prêmio Pritzker, considerado o Oscar da Arquitetura. O anúncio foi feito neste domingo. Durante quase quatro décadas, ele criou mais de 200 projetos na França, em outros países europeus, na Ásia e nos EUA.

Jean Nouvel diante da maquete do novo Louvre de Abu Dhabi


Nouvel disse que ficou surpreso com a premiação, mas se sente bastante honrado em fazer parte do grupo de laureados pelo Pritzker. Ele é o segundo arquiteto francês a levar o prêmio.

Projeto vencedor da Verre Tower, em Nova York, EUA


"Estou muito feliz em estar no clube de bons amigos, como Frank Gehry, Renzo Piano, Zaha Hadid", disse Novel, de Paris, à agência Reuters, por telefone.

Detalhe do projeto da nova sede da Filarmônica de Paris de autoria de Jean Nouvel


O júri citou que Nouvel ajudou a expandir, significativamente, o vocabulário da arquitetura contemporânea, com sua disposição de assumir riscos em seus projetos. Também foram destacados sua "experimentação criativa" e seus prédios que dialogam com o ambiente ao redor.

Detalhe da nova ala do Museu Reina Sofía, em Madri, projeto de Jean Nouvel que se integrou ao antigo prédio do museu


"Quando se tem um prêmio Pritzker, você tem uma outra responsabilidade. É mais uma razão para fazer construções melhores e poderia, em algumas situações, talvez ajudar a convencer as pessoas a fazerem uma arquitetura melhor", disse Nouvel.

O Instituto do Mundo Árabe


Nouvel ganhou destaque internacional com o projeto do Instituto do Mundo Árabe, construído em Paris em 1987, em que foi elogiado pelo uso de fachada de vidro para controle da luz interior. Ele também construirá o Louvre de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

O prêmio Pritzker será entregue no próximo dia 2 de junho em Washington.


fonte:Folha Online

quinta-feira, 27 de março de 2008

Moda de rua

O estilo popozuda do Rio de Janeiro


O estilo popozuda é característico do Rio de Janeiro. A superprodução inclui jeans justérrimos, decotes, micro-saias e tops acompanhados de sandálias altíssimas de salto acrílico, bem ao estilo de quem gosta de funk.

A carioca que vos fala, não gosta de funk, só usa minissaia com saltos baixos ou sem salto; tops, apenas na academia para fazer ginástica e nunca, sandálias com salto em acrílico, e a lingerie, sempre por debaixo da roupa. Mas é um estilo que há muito tempo aparece nas ruas do Rio, e já que saiu uma matéria sobre o assunto, achei bastante interessante colocá-la aqui.


O canadense Fabiano Brí entrou no clima e se vestiu como malandro da Lapa, mas com jeans Guess, camisa RW & Co e sapatos Dolce & Gabbana. Luana Gregório fisgou o gringo com vestido vermelho.


A maioria das popozudas também é adepta dos tamancos plataforma. Eles garantem uma silhueta mais longa sem cansar demais os pés.


Ana Paula Correa se produz após o trabalho numa pizzaria de Copacabana para encontrar o namorado. Ela compõe o look popozuda com top de ginástica, calça branca, sandália e bijuteria.


A borboleta de lantejoulas e miçangas é destaque do top usado pela professora Tatiane Antunes em noite de funk no centro do Rio.


No detalhe, a sandália de cortiça e salto de acrílico da veterinária Rejane Martorelli em noite de funk no centro do Rio.


A vendedora Roseli Moreira anda dez quarteirões de casa para o trabalho em cima do salto de acrílico, típico das sandálias de quem quer levantar o bumbum. O jeans com zípper na perna completa o visual.


fonte:UOL

quarta-feira, 26 de março de 2008

Águas poluídas da Índia aumentam risco de extinção de crocodilo

Em três meses, 110 gaviais, uma espécie de crocodilo que apareceu há 200 milhões de anos e considerada em perigo crítico de extinção pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), foram encontrados mortos na Índia, vítimas da poluição dos rios. Restariam apenas pouco mais de mil indivíduos em todo o mundo, dos quais a maioria no subcontinente indiano.

Os cadáveres foram descobertos numa porção de 40 km do rio Chambal, no norte do país. No final de janeiro, quatro especialistas internacionais foram enviados para o local para tentarem elucidar as causas do fenômeno. "Nós conduzimos uma espécie de inquérito policial", comenta o veterinário francês Samuel Martin, diretor da Ferme aux crocodiles (fazenda dos crocodilos), situada no departamento francês da Drôme, que participou das pesquisas.

Incialmente foram coletados alguns indícios. Os tecidos e os órgãos dos animais mortos foram analisados. Os rins forneceram a chave do enigma. "Eles estavam brancos enquanto são sempre vermelhos nos organismos saudáveis", explica Samuel Martin. "Eles não conseguiram filtrar o ácido úrico presente no sangue, que então acabou se alastrando pelos órgãos vitais".

Isso teria provocado paradas cardíacas. Os peixes devorados pelos gaviais estavam envenenados por produtos tóxicos e seriam responsáveis por esta mortandade. A hipótese de ter havido uma infecção viral generalizada foi descartada.

Resta elucidar um outro enigma: por que os gaviais foram os únicos animais dizimados nesta região? Os golfinhos e as tartarugas carnívoras foram poupados. Apenas os crocodilos com idades de 25 a 30 anos morreram. J.K. Jatav, do serviço veterinário da região do Madya Pradesh, arrisca uma hipótese: "Os gaviais são os únicos animais desta área que se alimentam exclusivamente de peixes, e eles dificilmente conseguem se deslocar rio acima até locais mais limpos em caso de poluição, diferentemente dos golfinhos".

O metabolismo dos gaviais também pode ter exercido algum papel no seu envenenamento: "As baixas temperaturas no inverno devem ter contribuído para diminuir o ritmo da eliminação das substâncias tóxicas pelo organismo", avalia Samuel Martin.

Detritos industriais
As substâncias tóxicas que foram colhidas nos cadáveres ainda não foram identificadas. A única certeza dos cientistas é a de que a poluição do rio Yamuna desponta como a principal responsável pela morte dos gaviais. É muito grande o número das usinas químicas, fábricas de papel e destilarias que derramam os seus detritos, não tratados, neste rio que está à beira da asfixia.

Durante a temporada das monções, entre julho e setembro, aumentam os níveis das águas, que sobem até o rio Chambal, onde elas intoxicam os crocodilos. Depois de um período de "incubação", que dura de quatro a seis meses, estes animais acabam sucumbindo. Além disso, conforme Ravi Singh, diretor geral da divisão indiana do Fundo Mundial para a Natureza (WWF), "não é possível capturar os gaviais para protegê-los das águas poluídas, pois muitos deles acabam morrendo no cativeiro".

n.r.: e tem gente que sai, daqui pra lá, para se banhar naquelas águas. Irrrc, irrc!!! (nojinho) Tá bem, se banham no rio Ganges, e não, no rio Chambal. Dá no mesmo, poluído também: irrrrc, irrrc!!! (nojinho).


fonte:Le Monde

terça-feira, 25 de março de 2008

Sarkozy diz não descartar boicote à abertura de Olimpíada

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, disse nesta terça-feira que não descarta a possibilidade de boicotar a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim em razão dos conflitos no Tibete.

Sarkozy disse que poderá condicionar sua participação na cerimônia em Pequim à resposta das autoridades chinesas ao seu pedido para a retomada do diálogo com representantes tibetanos.

"Desejo que o diálogo comece e graduarei minha resposta em função da resposta que será dada pelas autoridades chinesas", afirmou Sarkozy durante uma visita à cidade de Tarnes, no sudoeste da França.

"Todas as opções estão abertas em relação ao boicote à cerimônia", afirmou Sarkozy, que assistiria ao evento como presidente da União Européia, já que a França assume o comando do bloco em julho próximo.



Pressão
O presidente francês estava sendo pressionado a adotar uma posição mais dura em relação à repressão chinesa no Tibete.

Sarkozy endureceu o tom após ter sido criticado por políticos, inclusive de seu partido, além de organizações de defesa dos direitos humanos e pela opinião pública francesa por seu silêncio em relação ao conflito.

O presidente francês se pronunciou pela primeira vez sobre a crise somente na segunda-feira, em um comunicado em que pediu "moderação" às autoridades chinesas.

Na mensagem enviada ao presidente chinês, Hu Jintao, Sarkozy pede o fim da violência e a retomada do diálogo. Mas as declarações divulgadas na segunda-feira foram consideradas tardias e simplesmente diplomáticas.

O presidente francês também lançou nesta terça-feira um apelo ao "senso de responsabilidade dos dirigentes chineses".

Preocupação
O conflito dos últimos dias já teria causado a morte de 140 pessoas, segundo autoridades tibetanas no exílio.

Sarkozy assegurou ter informado o governo chinês sobre sua "intensa preocupação" em relação à situação no Tibete.

A classe política francesa vem pedindo o boicote das cerimônias dos Jogos Olímpicos de Pequim, mas o ministro das Relações Exteriores da França, Bernard Kouchner, fundador da ONG Médicos Sem Fronteiras, disse nesta terça-feira ter dúvidas em relação à eficácia do boicote.

"Nem mesmo o Dalai Lama está pedindo o boicote dos Jogos Olímpicos", disse o ministro. "É preciso encontrar uma maneira que permitirá aos chineses falarem com os tibetanos."

Kouchner, que foi o primeiro membro do governo francês a utilizar a palavra "repressão" em relação ao conflito, declarou que ela "é intolerável".

Na semana passada, ele já havia declarado que a França não é favorável ao boicote dos Jogos Olímpicos de Pequim.


fonte:BBC Brasil

Corrida contra o tempo

China muda sanitários olímpicos para agradar estrangeiros


A China está correndo contra o tempo para trocar os vasos sanitários dos novos prédios construídos para os Jogos Olímpicos antes da chegada dos cerca de 500 mil turistas estrangeiros que virão a Pequim para o evento esportivo.

A maioria das privadas recém-instaladas precisa ser trocada porque não agrada os visitantes internacionais.

Na China, é comum o modelo de vaso que é de “agachar” e não de “sentar”. As louças sanitárias tradicionalmente usadas pelos chineses são uma espécie de moldura no chão com um buraco, por onde escoam os dejetos.

Os organizadores dos jogos decidiram reformar os banheiros recém-construídos depois de receber diversas queixas de visitantes que participaram de eventos teste nos prédios que abrigarão as Olimpíadas.

“Muitas partes levantaram a questão dos toaletes... nós pedimos que os estádios façam melhorias neste sentido”, afirmou Yao Hui, vice-diretor da administração de estádios.

Yao contou que a maior parte das reformas já está em andamento, mas ainda não há uma data específica para a conclusão das obras.

"Ninho de pássaro"
O vice-gerente geral do estádio nacional, o “Ninho de Pássaro”, Henry Zhang, confirmou à BBC Brasil que os banheiros novos estão sendo refeitos.

Segundo Zhang, no “Ninho de Pássaro” há 1,5 mil vasos sanitários dos quais 700 eram de originalmente de “agachar” e 800 eram de “sentar”.

Agora com as reformas, os sanitários ao estilo ocidental passarão a ser maioria. Haverá 1,2 mil vasos de “sentar” contra 300 de “agachar”.

“A maior parte dos chineses está acostumada a usar a privada de agachar, mas atualmente mais e mais pessoas pedem vasos com assento”, disse Yao.

Além do “Ninho de Pássaro”, outros locais como o “Cubo de Água” e o Estádio Nacional Coberto também deverão ter a configuração dos banheiros alterada para agradar ao gosto ocidental.

Estima-se que a China tenha gastando pelo menos US$ 40 bilhões (R$ 69 bilhões) na construção dos 37 novos prédios que abrigarão os jogos Olímpicos. Ao todo, 31 dessas obras estão localizadas na capital Pequim.

n.r.: ainda bem, sanitários assim, como dizem por aqui: "ia dar m...."


fonte:BBC Brasil

"Arte & Liberdade", em São Paulo

Casa de Portugal comemora centenário da imigração japonesa com exposição


A partir de 27 de março, a Casa de Portugal de São Paulo, localizada no bairro da Liberdade, recebe exposição de 25 artistas plásticos dedicada ao centenário da imigração japonesa.

"Estética", de Helena Aico

Batizada de "Arte & Liberdade", a mostra é formada por cerca de 50 obras de artistas plásticos brasileiros e nipo-brasileiros.

A proposta da exposição é destacar a miscigenação cultural entre Brasil e Japão em pinturas e esculturas que trazem referências dos dois países, além de influências italianas, espanholas e africanas.

"Gueixa tocando Shamisen", acrílico sobre tela de Márcio Bracali


"Arte & Liberdade", na Casa de Portugal
»Quando:
de 27/3 a 18/4, das 10h às 17h
»Onde: Casa de Portugal de São Paulo (Av. Liberdade, 602)
»Quanto: entrada franca
»Informações: 0/XX/11 3209-5554


fonte:

Epidemia de dengue no Rio de Janeiro

Dengue já matou quase cinco vezes mais em 2008 do que em última epidemia


A dengue já matou em 2008 quase cinco vezes mais do que na última epidemia no estado do Rio de Janeiro, segundo estatísticas divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde na segunda-feira (24).

Em 2002, foram 91 mortes para 288.245 casos. Neste ano, 48 pessoas já morreram, em menos de 32.615 casos, enquanto outras 49 mortes suspeitas estão sendo investigadas.

Gabinete da crise se reúne
No dia em que o Ministério da Saúde realizou a primeira reunião do gabinete de crise, a Secretaria municipal de Saúde informou que o número de casos de dengue subiu para 24.772 somente na cidade do Rio de Janeiro. São 1.200 casos a mais em relação ao último balanço, divulgado na sexta-feira (21). Segundo o órgão, 30 pessoas morreram por causa da doença só em 2008. O bairro mais atingido é Senador Câmara, na Zona Oeste, com quatro mortes.

Ainda de acordo com a Secretaria municipal de Saúde, dos 30 mortos, 20 foram por dengue hemorrágica e 18 de crianças de 2 a 12 anos. Esses números confirmam a visão de médicos e especialistas de que as crianças são as maiores vítimas da dengue.

Medidas anunciadas
Ao anunciar as medidas para aumentar a qualidade do atendimento aos pacientes com suspeita de dengue, e reduzir o número de óbitos, o ministro da Saúde José Gomes Temporão disse que é fundamental o trabalho integrado de municípios, estado e governo federal. Ele se disse angustiado com o índice de letalidade da doença na cidade, que está em torno de 5% dos pacientes infectados, quando o índice considerado normal pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 1%.

Temporão informou que além dos 1,2 mil bombeiros que já estão trabalhando no combate aos focos do mosquito, mais 300 agentes de saúde estão sendo treinados para o trabalho de campo. Eles irão operar 50 máquinas de fumacê, que serão utilizadas em áreas pontuais. O ministério também colocou à disposição do estado 15 veículos para este trabalho, com capacidade para atingir de 80 a cem quarteirões por dia.

O ministro também disse estar preocupado com a assistência de saúde básica precária no Rio, que tem deixado os pacientes sem orientação. Até o fim desta semana, ele acredita que os pacientes que procurarem as unidades públicas de saúde já estarão recebendo os cartões de acompanhamento da evolução da doença.

"Com o cartão, os médicos poderão acompanhar a evolução da doença nos pacientes, já que nem todos procuram o mesmo posto de saúde. Os cartões vão conter dados como os exames, resultados, diagnóstico e o tratamento dispensado aos pacientes", explicou o ministro.

Temporão também pretende contar com o apoio do pessoal do programa "Humaniza SUS" para avaliação de risco e de tratamento da dengue no Rio. O ministro vai propor um reforço no tele-dengue da prefeitura do Rio (2575-0007) para que ele tenha condições de funcionar durante 24 horas.

Centros de hidratação
Os centros de hidratação, uma das medidas anunciadas pelo Governo do Estado, começaram a funcionar na segunda-feira (24). Pacientes com sintomas da doença serão levados pelas unidades de saúde para tendas montadas na Zona Oeste. Segundo a Secretaria estadual de Saúde, o reforço no tratamento inicial deve diminuir a gravidade da doença e o número de mortes.

Ao inaugurar uma das três tendas de hidratação, o governador Sérgio Cabral disse que são as autoridades, e não a população, os maiores culpados pela epidemia.

A tenda que ficará no Retiro dos Artistas, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, é a primeira das três que o estado inaugurou nesta segunda-feira. As demais vão funcionar nas Unidades de Pronto-Atendimento de Santa Cruz e Campo Grande, todas na Zona Oeste.

Nelas, há poltronas para hidratação, uma das medidas fundamentais, segundo a Secretaria estadual de Saúde, para conter a queda do número de plaquetas e evitar o agravamento dos casos.

Secretário municipal descarta epidemia
Durante a primeira reunião do gabinete de crise da dengue, o secretário municipal de Saúde do Rio, Jacob Kligerman, negou que haja uma epidemia da doença na cidade. “Temos de trabalhar de todas as formas para combater a doença, mas não há uma epidemia. Temos áreas epidêmicas como Jacarepaguá e Irajá", disse o secretário, que a partir desta terça-feira começa a distribuir cartazes nas escolas do município dando dicas de como combater a dengue.

Embora a prefeitura negue a existência de uma epidemia de dengue, a superitendente de atenção especializada da Secretaria municipal de Saúde, Carla Porto Brasil, informou que são realizados diariamente na cidade cerca de cinco mil atendimentos para suspeitas de dengue. Nos hospitais da cidade, 250 pessoas estão internadas com a forma mais grave da doença, sendo que 83 são adultos.

n.r.: antes tarde, do que nunca...


fonte:G1

sexta-feira, 21 de março de 2008

Boa Páscoa a todos!!!!

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu, até sua ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. É o dia santo mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas.

Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica. É uma das mais importantes festas do calendário judaico, que é celebrada por 8 dias e comemora o êxodo dos israelitas do Egito durante o reinado do faraó Ramsés II, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a "passagem" de Cristo, da morte para a vida.

O coelho na Páscoa


A tradição do coelho da Páscoa foi trazida à América por imigrantes alemães em meados de 1700. O coelhinho visitava as crianças, escondendo os ovos coloridos que elas teriam de encontrar na manhã de Páscoa.

Uma outra lenda conta que uma mulher pobre coloriu alguns ovos e os escondeu em um ninho para dá-los a seus filhos como presente de Páscoa. Quando as crianças descobriram o ninho, um grande coelho passou correndo. Espalhou-se então a história de que o coelho é que trouxe os ovos.

No antigo Egito, o coelho simbolizava o nascimento e a nova vida. Alguns povos da Antigüidade o consideravam o símbolo da Lua. É possível que ele se tenha tornado símbolo pascal devido ao fato de a Lua determinar a data da Páscoa.

Mas o certo mesmo é que a origem da imagem do coelho na Páscoa está na fertililidade que os coelhos possuem. Geram grandes ninhadas!

O chocolate


Quem sabe o que é "Theobroma"? Pois este é o nome dado pelos gregos ao "alimento dos deuses", o chocolate. "Theobroma cacao" é o nome científico dessa gostosura chamada chocolate. Quem o batizou assim foi o botânico sueco Linneu, em 1753.

Mas foi com os Maias e os Astecas que essa história toda começou. O chocolate era considerado sagrado por essas duas civilizações, tal qual o ouro.

Na Europa chegou por volta do século XVI, tornando rapidamente popular aquela mistura de sementes de cacau torradas e trituradas, depois juntada com água, mel e farinha. Vale lembrar que o chocolate foi consumido, em grande parte de sua história, apenas como uma bebida.

Em meados do século XVI, acreditava-se que, além de possuir poderes afrodisíacos, o chocolate dava poder e vigor aos que o bebiam. Por isso, era reservado apenas aos governantes e soldados.

Aliás, além de afrodisíaco, o chocolate já foi considerado um pecado, remédio, ora sagrado, ora alimento profano. Os astecas chegaram a usá-lo como moeda, tal o valor que o alimento possuía.

Chega o século XX, e os bombons e os ovos de Páscoa são criados, como mais uma forma de estabelecer de vez o consumo do chocolate no mundo inteiro. É tradicionalmente um presente recheado de significados. E não é só gostoso, como altamente nutritivo, um rico complemento e repositor de energia. Não é aconselhável, porém, consumí-lo isoladamente. Mas é um rico complemento e repositor de energia.


fonte:texto da PUC-Rio

quinta-feira, 20 de março de 2008

Mostra revela design contemporâneo da China

Uma mostra inaugurada em Londres traz uma rara oportunidade para se conhecer os frutos da recente explosão do design na China e tentar entender o impacto do rápido desenvolvimento econômico na arquitetura e design nas maiores cidades do país.

O cartaz de Chen Shaoma foi criado para uma exposição de design gráfico em 1992


A exibição China Design Now, aberta nesta semana no Victoria and Albert Museum, é focada em três cidades que se expandem rapidamente – Pequim, Xangai e Shenzen – e apresenta o trabalho de designers chineses e internacionais.

A mostra, que custou o trabalho de quatro anos de curadoria, reúne arquitetura, moda, desenho gráfico, cinema, fotografia, design de produtos e móveis, cultura jovem e mídia digital. Dos cerca de 100 designers exibidos, mais de 95% são chineses.

Os três ursinhos Hi Panda são brinquedos criados por Ji Ji em 2006


Cada cidade é ponto de partida para a exploração de um campo do design: Shenzen, a capital manufatureira da China, cuja idade média da população é menos de 30 anos, destaca o design gráfico e a cultura visual. Xangai se concentra em moda e estilo de vida, e a arquitetura e a cidade é o tema de Pequim.

A capa da revista Vision Magazine foi fotografada por Chenman, uma jovem de Pequim que trabalha as próprias fotos com computação gráfica


"O design nas cidades chinesas mudou além de qualquer reconhecimento nas últimas duas décadas. Este é o momento em que a gente pode começar a falar de coisas 'desenhadas' na China, não apenas fabricadas na China. Os designers incluídos na (exposição) China Design Now são pioneiros para as gerações futuras que vão trazer o design chinês para um público internacional", disse um dos curadores, Zhang Hongxing.

Entre as peças exibidas estão projetos arquitetônicos (como o do estádio olímpico Ninho de Pássaros), o design gráfico das últimas duas décadas – mostrando os pioneiros do design da China pós Mao-Tsé-Tung e as novas gerações que experimentam com novas tecnologias; e produtos de olho nos jovens chineses preocupados com design, como capas de discos, skates, brinquedos, telefones celulares, camisetas e tênis.

As obras no estádio Ninho de Pássaros, projeto de Herzog & de Meuron, deverão ser concluídas para as Olimpíadas de Pequim


A exposição fica em cartaz no Victoria and Albert Museum, em Londres, até o dia 13 de julho.


fonte:BBC Brasil

quarta-feira, 19 de março de 2008

Há coisas que só acontecem no Brasil

Lotérica troca mosquitos da dengue por bilhetes da Mega Sena


Uma lotérica do Rio de Janeiro está trocando mosquidos da dengue por bilhetes da Mega-Sena para incentivar o combate à doença. Com o elevado número de casos na cidade já há falta de bolsas de sangue em hospitais.

Até agora apenas um apostador levou o mosquito, mas outras pessoas já se animaram a sair à caça do inseto para tentar a sorte nesta quarta, quando o sorteio da Mega-Sena pode pagar um prêmio acumulado de até R$ 20 milhões.

Assistir ao vídeo, aqui.


fonte:UOL

terça-feira, 18 de março de 2008

Cães e chocolate não combinam

Você acaba de abrir o ovo de Páscoa e o seu amigo já está do lado, louco por um pedaço. Com pena, você dá "só uma lasquinha". Ele devora e começa a latir por mais uma mordida. "Cenas assim aumentam em 30% o índice de intoxicação alimentar em animais durante a Páscoa", afirmam os veterinários.


O chocolate contém uma substância chamada teobromina, que estimula o sistema nervoso e pode causar convulsões, tremores, vômitos, epilepsia e até a morte do seu amigão. O chocolate amargo é ainda pior: enquanto 30 g de chocolate ao leite contêm 50 mg de teobromina, 30 g do amargo oferecem 393 mg. Ou seja, ele é quase oito vezes mais tóxico.

Portanto, não dê chocolate ao seu cãozinho, nem aquela quantidade permitida por alguns veterinários.


fonte:UOL

Masp abre mostra com trabalhos nacionais feitos entre 1911 e 1980

A partir desta quinta-feira, dia 28, o Masp abre para o público a exposição "Estratégias para Entrar e Sair da Modernidade: Arte no Brasil 1911 - 1980 na Coleção Itaú", composta por 135 obras escolhidas dentre as 3500 que compõem o acervo do banco. A mostra tem curadoria de Teixeira Coelho, e reúne trabalhos produzidos no Brasil entre 1911 e 1980.

"Bailarinas", de Antonio Gomide(1946)


Dentre os destaques, estão trabalhos de Lasar Segall, Cícero Dias, Rego Monteiro, Di Cavalcanti, Candido Portinari e outros, divididos em oito temas.

"O Abismo da Verdura", de Cicero Dias


Esta é a primeira exposição do calendário 2008 do Masp produzida no Brasil, e fica em cartaz até 18 de maio.

Figura feminina, de Vicente do Rego Monteiro


"Estratégias para Entrar e Sair da Modernidade: Arte no Brasil 1911 - 1980 na Coleção Itaú"

»Quando:
de 28/2 a 18/5, de terça a domingo, das 11h às 18.
Às quintas, até às 20h
»Onde: Masp - Av. Paulista, 1578, Cerqueira César, SP.
»Quanto: R$ 15 (inteira) e R$ 7 (estudantes).
Gratuito para menores de 10 e maiores de 60 anos.
»Informações: tel. (0/xx/11) 3251-5644

Outras fotos da mostra, aqui.


fonte:UOL

segunda-feira, 17 de março de 2008

Novo ingrediente diminui as calorias do chocolate

Prazer de um lado, quilos a mais do outro. Muita gente se sente extremamente bem ao devorar enormes quantidades de chocolate para garantir a dose extra de serotonina - substância que dá sensação de bem-estar – para o cérebro.

Mas a eterna briga com a balança ganhou um aliado importante: a alfarroba, uma vagem comestível, semelhante ao feijão, que substitui o cacau na hora de fazer chocolate.

A grande vantagem: o sabor parecido e metade das calorias. Cada 100g de alfarroba têm 222 calorias, contra 580 do chocolate tradicional.

"Outra vantagem da alfarroba é que ela não contém cafeína e teobromina, dois estimulantes fortes do sistema nervoso e do ritmo cardíaco, causadores de diversos efeitos colaterais", explica a médica nutróloga Valéria Goulart, que prescreve barrinhas de alfarroba para os pacientes viciados em chocolate que precisam emagrecer. Ela lembra que em certas pessoas, a teobromina desencadeia reações alérgicas visíveis. O cacau contém também feniletilamina, um composto que pode provocar enxaquecas e reações alérgicas. "As pessoas podem continuar comendo chocolate à vontade, só que feito de vagem e não de cacau", detalha.

Onde encontrar?
Fruto da alfarrobeira, árvore nativa da Costa do Mediterrâneo, a alfarroba é uma vagem cuja polpa, quando torrada e moída, torna-se um excelente substituto ao cacau.

No mercado brasileiro já existem opções de chocolate de alfarroba à venda. Uma barrinha de 50 g nos empórios perto do Mercado Municipal de São Paulo custa R$ 3,35. Já 200 g de "chocolate em pó" de alfarroba para adicionar ao leite ou receitas custa R$ 8,00. Até gotas de chocolate são vendidas por R$ 4,50 (pacote de 80 g). "O sabor é muito parecido ao chocolate tradicional sem os altos índices de gordura e açúcar do cacau", explica a nutróloga. Enquanto o cacau possui até 23% de gordura e 5% de açúcar, a alfarroba possui 0,7% de gordura e um alto teor de açúcares naturais (sucrose, glucose e frutose), em torno de 38 a 45%.

Embora apresente um alto teor de açúcares, a alfarroba possui um baixo teor calórico devido à quantidade quase imperceptível de lipídios e alta quantidade de fibras. A "vagem adocicada" ainda possui vitamina B1 e alto teor de vitamina B2. Por não conter glúten, a alfarroba pode ser consumida por celíacos, pessoas que tem restrições ao glúten. Reduz efetivamente, também, a assimilação da ingestão diária do excesso de colesterol. Seu poder hipocolesterol é o dobro de outras fibras.

n.r.: mas não deve ser a mesma coisa...


fonte:Corpo e Dieta

sexta-feira, 14 de março de 2008




De luas, desatino e aguaceiro
Todas as noites que não foram tuas.
Amigos e meninos de ternura

Intocado meu rosto-pensamento
Intocado meu corpo e tão mais triste
Sempre à procura do teu corpo exato.

Livra-me de ti. Que eu reconstrua
Meus pequenos amores. A ciência
De me deixar amar
Sem amargura. E que me dêem

A enorme incoerência
De desamar, amando. E te lembrando

- Fazedor de desgosto -
Que eu te esqueça.


Hilda Hilst
foto: Marta Gliñska


Liberdade


Aqui nesta praia onde
Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Puro espaço e lúcida unidade,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade.


Sophia de Mello Breyner Andresen
foto: Geoffroy Demarquet

quinta-feira, 13 de março de 2008

Chanel inaugura "contêiner de arte" em Hong Kong

A grife francesa Chanel inaugurou nesta quarta (12), com a presença do estilista Karl Lagerfeld, o Mobile Art Pavilion, um "contêiner de arte contemporânea". A festa aconteceu no Star Ferry Carpark, estacionamento de Hong Kong onde foi montada a estrutura.



Recusando-se a chamar o espaço de museu, a marca apresentou a construção da arquiteta iraquiana Zaha Hadid como uma "nova forma de expressão artística", na qual a exposição é pensada como um filme: o curador seria um "diretor", os artistas "roteiristas" e as obras os "atores".

O Mobile Art seria, então, o "cenário" no qual os expectadores assistem ao "filme". O prédio tem formas e interior curvos, inspirados - como não - na famosa bolsa da Chanel. O "mobile" do nome se deve ao fato que o contêiner, que tem estrutura desmontável, ser planejado para viajar pela Ásia, Europa e Estados Unidos. As paradas programadas atualmente são Hong Kong, Tóquio, Nova York, Londres, Moscou e Paris.



Para preencher seu primeiro "filme", o Mobile Art da Chanel reuniu um elenco de 18 badalados artistas internacionais, protagonizado pela onipresente Yoko Ono. Para completar a analogia cinematográfica, todos os visitantes da exposição recebem um aparelho de MP3 com a "trilha sonora", uma adaptação do projeto de "passeios sonoros" Soundwalk, criado pelo francês Stéphan Crasneanscki. O passeio, que demora 50 minutos, tem entrada gratuita.



Outras fotos, aqui.



fonte:UOL

quarta-feira, 12 de março de 2008

Desprezo à vida humana

A notícia que se segue, procurei na internet após ter recebido um arquivo em pps que enviei a alguns que passam por aqui. É grave, é desumano, e acontece há muito tempo na China e não se avista que tal deixe de acontecer, num futuro próximo ou distante. O mundo fecha os olhos como se não tal não lhe dissesse respeito, mas diz, diz a todos nós, tano que algumas empresas brasileiras utilizam mão-de-obra chinesa na confecção de seus produtos que serão posteriormente vendidos no Brasil devido ao custo barato dessa mão de obra face ao custo da mesma brasileira, ou seja, é como se nada acontecesse.
. . .


A imagem é extremamente chocante mas temos que mostrá-la. As pessoas têm que saber desse tamanho desprezo à vida. Uma bebê recém-nascida jaz morta na rua, descartada como um pedaço de lixo, sob a indiferença dos que passam.

Ela é apenas mais uma vítima da política cruel do governo Chinês: o limite de um filho por família com aborto compulsório.

Aconteceu na província chinesa de Hunan. Uma cena inimaginável de horror e crueldade: o corpo de uma menina jogado na rua. Ônibus e bicicletas passam espirrando poeira e terra no cadáver. Dos que passam, poucos dão atenção. Durante horas, as pessoas ignoraram a menina...

Ela é mais uma das milhares de meninas recém-nascidas que são abandonadas a cada ano em conseqüência da política do governo Chinês: o aborto e o limite de 2 crianças por família. A única pessoa que tentou ajudar a criança declarou: "Acho que ela acabou de morrer. Eu a toquei e estava ainda quente. Ainda saía sangue de seu nariz."

Essa senhora chamou o pronto-socorro mas ninguém apareceu: "O bebê estava perto do escritório fiscal do governo e muitas pessoas passavam e não faziam nada... Eu tirei fotos porque isso é algo terrível... Os policiais quando chegaram ficaram mais preocupados com minhas fotos do que com o bebê." A polícia só liberou a senhora quando ela entregou o filme. Na China, muitos acreditam que "filhas são um desperdício"...

Que mundo é esse?

O governo da China, país mais populoso do mundo com 1,3 bilhões de pessoas, impôs sua política de restrição à natalidade em 1979.

Os métodos usados causam muita miséria: os pais, aterrorizados de serem descobertos pelo governo, abandonam e matam seus próprios filhos.

Oficialmente, o governo condena o uso da força ou crueldade para controlar a natalidade. Mas na prática, os encarregados do controle sofrem tanta pressão para limitar a natalidade que recorrem a esquadrões de aborto. Esses esquadrões arrastam as mães "clandestinamente" grávidas e as mantêm em cárcere até se submeterem ao aborto.

Já houve mães que foram executadas por se recusarem a abortar. Outras famílias receberam penas de 10 mil yuans (sete vezes o salário anual de um camponês), esterilização compulsória e confisco de propriedade. Outras mães conseguem ter sua criança escondidas, mas sua família é perseguida e torturada para que denuncie o paradeiro da gestante e elas encontram suas casas incendiadas ao voltar.

As crianças que nascem nessa situação não recebem instrução escolar, nem cuidados médicos ou qualquer outro benefício social. Muitos pais vendem suas crianças para outros casais a fim de escapar da punição do governo Chinês...

As meninas são as maiores vítimas da pressão intolerável para limitar a família. Na China rural, onde 80% da população vive, muitos camponeses acreditam que apenas os meninos podem levar a família adiante e consideram que seria uma grande desonra para seus ancestrais se eles não terem um herdeiro.

Normalmente, as filhas continuam vivendo com a família depois do casamento e são consideradas um "investimento perdido". Nas regiões rurais se permite um segundo filho(a), mas quando a segunda criança é outra menina, isso é tido como um desastre. Um homem ficou tão revoltado ao ter a segunda filha que ele estrangulou as duas. Um outro jogou sua filha em um poço abandonado para que ninguém soubesse que ela existiu.

De acordo com estatísticas oficiais, 97,5% das crianças abortadas são meninas. Se acredita que muitas são vendidas à casais inférteis para que as autoridades não tomem conhecimento.

O resultado é um desequilíbrio entre as populações masculina e feminina. Milhões de homens não conseguem encontrar uma esposa. Já existe o tráfico de mulheres. Em alguns lugares há 6 homens para cada mulher.

Por fim, um senhor pegou o corpo da menina, colocou em um caixote e jogou na lata de lixo...

Estima-se que 17 milhões de meninas estejam "faltando" na população da China. O infanticídio e abandono são os principais fatores. O aborto selecionado por sexo é proibido, mas o exame de ultra-som que determina o sexo é facilmente conseguido com suborno.

As crianças que sobrevivem acabam em orfanatos precários. O governo Chinês insiste na política de limitar as famílias e ignora o problema da discriminação contra filhas mulheres.

A assistente social Wu Hongli explica que "Os programas educacionais têm tido bastante sucesso em algumas áreas rurais, mas ainda há um vasto trabalho a ser feito. Tantas tragédias são ignoradas a cada dia que sinto vontade de chorar."


fonte:Picarelli.com

terça-feira, 11 de março de 2008

Coisas da vida

Primeiro, foi uma gatinha que apareceu miando debaixo da minha janela e resolvi alimentar. Agora, meu ar condicionado virou bebedouro de rolinha; sempre na hora do almoço, ela ou ele aparece por aqui para beber água. Coisas da vida...







segunda-feira, 10 de março de 2008



...Julgava ter apagado o corpo. O meu corpo o desejo do teu.
Mas basta ouvir longamente lentamente a tua voz. E o sangue
fica mais espesso nas veias já olho para mim a ver se estou
bonita já espero espero não sei o quê pois no lugar do desejo
eu tinha posto a recusa. Não se cumpre o desejo por isso
dura tanto. Os olhos escurecem de paixão...

Yvette Centeno in Os Jardins de Eva
foto:Alin Ciortea


fonte:Plan(o)alto

Itália permite que adúlteras mintam sobre traição

A mais alta corte de apelos da Itália declarou que mulheres italianas casadas que cometem adultério podem mentir sobre a traição para proteger sua honra.

A corte anunciou a decisão depois de ouvir um caso de uma mulher de 48 anos, acusada de dar falso testemunho à polícia ao negar que teria emprestado seu telefone celular ao amante.

A mulher, chamada apenas de Carla, teria emprestado seu celular ao amante, Giovanni, que usou o aparelho para ligar para o marido de Carla, Vicenzo, e insultar o esposo da amante.

De acordo com a corte, ela não teria infringindo a lei, já que "esconder a verdade" era justificado para ocultar relações extraconjugais. A corte condenou Giovanni por comportamento abusivo e Carla por facilitar o crime.

Controvérsia

Em um país predominantemente católico, a expectativa é de que os tribunais condenem casos de mentira e adultério, mas este não foi o caso no processo de Carla.

Apesar disso, a Corte de Cassação afirmou que ter um amante era uma circunstância que abalaria a honra do traidor entre amigos e familiares.

Mentir sobre o adultério, no entanto, foi permitido, mesmo em uma investigação judicial. Ainda não está claro se a decisão de permitir a mentira sobre adultério em tribunal será aplicada também aos homens que mantém amantes.

A Corte de Cassação é formada em sua maioria por juizes idosos e já foi responsável por uma série de julgamentos controversos.

Em um caso, a Corte decidiu que mulheres que usam calças jeans apertadas não poderiam ser vítimas de estupro, já que as calças só poderiam ser removidas com o consentimento das mulheres.

A decisão foi anulada depois de protestos de grupos ativistas dos direitos da mulher.


fonte:BBC Brasil

sexta-feira, 7 de março de 2008

Johann Sebastian Bach não era um gato



Beethoven e Mozart deixaram pilhas de cartas pessoais e posaram para numerosos retratos. Em contraste, Johann Sebastian Bach (1685-1750), que foi durante 27 anos kantor da Igreja de São Tomás, em Leipzig, teve uma vida bem mais reservada e menos mundana.

Assim, são bem poucos os indícios que nos deixou sobre sua personalidade. Seu único retrato existente é da autoria de Elias Gottlob Hausmann, um pintor de Leipzig, sendo reproduzido por toda a parte, como a imagem de Bach. Porém a antropóloga escocesa Caroline Wikinson quis se aproximar mais da personagem real.

A partir do crânio do compositor, tomado emprestado do Museu Bach de Eisenach, Wilkinson criou no computador uma imagem tridimensional da possível face do grande músico no ano de sua morte, aos 65 anos de idade.

A antropóloga é especialista no campo da reconstituição digital e autora de um programa de computador capaz de extrapolar as medidas dos ossos faciais. Ela o usou, por exemplo, para identificar vítimas das guerras dos Bálcãs. E também para reconstruir as feições do faraó Ramsés 2º.

"Realizamos um rastreamento a laser do crânio, que nos permitiu recriar a musculatura e pele do rosto em nosso sistema", explicou Caroline Wikinson. "Este é realmente o rosto mais completo a que se pode chegar, com base na informação confiável de que dispomos."

Ciência aproximativa
O queixo protuberante de Bach é evidente na imagem 3-D de Wilkinson, assim como a ligeira assimetria de seus traços. Entretanto, a técnica é apenas aproximativa, pois o estudo dos ossos não revela a espessura da pele, a profundidade das rugas ou a cor dos olhos do autor do Cravo bem temperado.

Registros da época preenchem algumas lacunas. "Segundo documentos contemporâneos, Bach tinha as pálpebras inchadas, devido a seus problemas oculares", exemplifica a antropóloga. Ainda assim, detalhes como as marcas da idade, expressão, ou tom da pele permanecem matéria de especulação.

Sem peruca
Para completar os contornos, a cientista comparou a face de Johann Sebastian às de homens semelhantes de nossos dias. Para os detalhes estéticos finais, contou com o auxílio da historiadora de arte Janice Aitken.

Esta teve que se apoiar fortemente no famoso quadro de Haussmann. Entretanto, como comentou ao jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung, o retratado exibe uma suspeita semelhança com todos os demais modelos do pintor, o que lança certa dúvida sobre a autenticidade dos traços.

O novo modelo do genial compositor, sem peruca, será exibido no Museu Bach de Eisenach, sua cidade natal, a partir de 21 de março de 2008, quando se completam seus 323 anos de nascimento.


fonte:Deutsch Welle

Marte já teve um dia o seu piscinão



Cientistas da Universidade do Arizona identificaram uma cratera em Marte com aparentes traços do que pode ter sido um plácido lago habitável.




fonte:UOL

quinta-feira, 6 de março de 2008

Menino de 8 anos é aprovado em direito

O que leva uma criança a estudar para ingressar numa Universidade? Os pais


Ele tem apenas oito anos, mas acaba de ser aprovado no vestibular para o curso de direito da Unip (Universidade Paulista) em Goiânia (GO).

João Victor Portellinha, que está dois anos adiantado na escola - no quinto ano do ensino fundamental em um colégio particular -, acaba de passar como "treineiro" na Unip.

As provas foram realizadas na última sexta. O resultado foi divulgado na segunda, e ontem mesmo a mãe do garoto efetivou a matrícula. O caso, no entanto, deve parar na Justiça. É que, mesmo tendo matriculado o jovem calouro, a Unip diz que não será possível o ingresso do garoto na turma de adultos. O dinheiro pago, segundo a faculdade, será devolvido à família.

Os pais dizem que pretendem recorrer à Justiça. Eles se dizem surpresos com a aprovação, mas orgulhosos do desempenho do filho.

"Não vejo maiores problemas no fato de ele freqüentar as aulas. E ele mostrou no vestibular que tem condições de participar do curso, assim como todos que fizeram a prova e foram aprovados", diz o pai, o empresário William Ribeiro de Oliveira, que está no segundo ano de direito da mesma Unip.

A mãe, a arquiteta Maristela Ribeiro, também apoia a idéia. "É um sonho dele e vamos correr atrás."

Segundo a mãe, ele não é superdotado. "É um menino comum. É muito dedicado, gosta de ler e estudar. Mas brinca, se diverte e faz amigos." O objetivo dele agora é ser juiz federal.

A OAB (Ordem do Advogados do Brasil) de Goiás diz que há preocupação com o fato de o garoto de apenas oito anos ter passado no vestibular e diz que irá estabelecer maior rigor na fiscalização. Segundo a entidade, há uma "mercantilização do ensino jurídico".

Já a Unip diz que "o desempenho do estudante, levando em consideração sua idade e sua escolaridade, foi bom, especialmente na prova de redação, em que revelou boa capacidade de expressão e manejo eficiente da língua".

n.r.: A Universidade devia ser punida por aceitar a inscrição(é obrigatória a apresentação de um documento de identidade) de uma criança com 8 anos de idade, por ter sido conivente com a loucura dos pais.


fonte:Folha Online

quarta-feira, 5 de março de 2008

Fóssil humano tinha deficiência de iodo

Estudo indica que fóssil de 'hobbit' seria de humano com falta de iodo


Pesquisadores australianos disseram que as ossadas de um hominídeo pré-histórico descobertas em 2004, na Indonésia, não se tratam de fósseis de uma nova espécie, como se chegou a acreditar, mas de homens “com severa deficiência de iodo”.

Em estudo publicado na revista Proceedings of the Royal Society, os especialistas afirmam que recentes comparações com ossos do homem moderno sugerem que a pequena estatura e as feições peculiares dos hominídeos, apelidados de "hobbit" por causa de sua semelhança com os personagens homônimos de O Senhor dos Anéis, seriam atribuídas a uma condição de saúde relacionada à falta de iodo.

A descoberta dos fósseis numa caverna da ilha de Flores causou um alvoroço no meio científico diante das suspeitas de que as criaturas, que teriam vivido há cerca de 18 mil anos, poderiam ser representantes de uma espécie desconhecida, com características semelhantes as do Homo erectus, ancestral do Homo sapiens.

A espécie foi batizada de Homo floresiensis. Eles tinham cerca de um metro de altura, 25 quilos de peso e um crânio extremamente pequeno.

De acordo com o novo estudo, coordenado pelo pesquisador da Universidade de Melbourne Peter Oberndorf, as criaturas sofriam de cretinismo, uma deficiência mental provocada pela ausência da tiroxina, um dos hormônios da tireóide responsáveis pelo amadurecimento cerebral.

“O cretinismo pode provocar características físicas muito similares às das criaturas encontradas na ilha de Flores”, disse Obendorf.

Má-formação
Ainda segundo o pesquisador, essa forma extrema de cretinismo seria “o resultado de uma severa deficiência de iodo durante a gravidez, em combinação com um número de fatores, como uma dieta rica em alimentos que liberam cianeto (tipo de veneno) no organismo”.

“Nossa pesquisa sugere que esses fósseis não são uma nova espécie, mas os restos de humanos que sofriam desta condição”, reforçou o pesquisador.

O novo estudo é mais uma tese que reforça a teoria de que os fósseis eram de ancestrais humanos. Um estudo realizado recentemente por paleontólogos espanhóis sugeriu que Homo floresiensi sofria de má-formações, com deficiências nos órgãos sensoriais e motores, que dificultavam sua mobilidade.

n.r.: mais uma notícia da Indonésia...


fonte:BBC Brasil

terça-feira, 4 de março de 2008

Cebit 2008 - A maior feira de tecnologia

Imagine um mundo todo conectado sem fios, em que TV, PC, impressora, DVD ou som conversem todos entre si — e com a Internet — sem a necessidade de fios. Imagine ainda telas multitoque a la iPhone para controlar os aparelhos.

finger-mouse:xô tendinite


Você terá em mente boa parte do que verão centenas de milhares de pessoas na Cebit 2008, maior feira de tecnologia do mundo, que acontece até domingo em Hannover, Alemanha.

quero esse aviãozinho pra mim


Outra promessa da feira são celulares verdadeiramente multifuncionais, recheados de recursos, como câmera de alta resolução, browser e novas tecnologias de navegação, localizador por GPS, player de música, grande memória interna e suporte à tecnologia Super 3G — para ter uma idéia, a tecnologia permite links de até 80 Mbps para dentro da rede, e de 300 Mbps para fora da rede celular. A expectativa é que, até 2012, 36% dos aparelhos na Europa já estejam atuando na nova geração de transmissão de dados.

tela gigante, sensível ao toque


n.r.: e no Brasil? Vai demorar um ainda um bom tempinho para essa tecnologia chegar... ai, ai, que saudades...


fonte:UOL
Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.